GUINÉ – IRKUTSK, de ADÃO CRUZ

 


 

 

 

 

1 Comment

  1. Texto magnífico. O “movimento dos capitães” também nasceu de gestos significativos como o que aqui se narra.

Leave a Reply