Posts Tagged: fefss

APRe! – 1ª. – NOTÍCIAS – 18 de JULHO.

Caros Associad@s 18 de Julho Após 56 Notícias APRe! que enviámos durante o mandato cessante, recomeço este novo contacto, com nova numeração nas Notícias APRe! Como é do Vosso conhecimento realizaram-se eleições para os Corpos Sociais da APRe! no dia

APRe! – INFORMAÇÃO – FUNDO DE GARANTIA FINANCEIRA DA SEGURANÇA SOCIAL – CORTES DAS PENSÕES

Face ao último acto legislativo do ex-ministro das Finanças, Vítor Gaspar, que pretende concentrar as disponibilidades do Fundo de Garantia Financeira da Segurança Social em títulos da dívida pública, e face aos cortes das pensões, a APRe! decidiu encetar diligências

CGTP – VÍTOR GASPAR E MOTA SOARES DESBARATAM DINHEIRO DOS TRABALHADORES

A CGTP-IN formalizou a queixa ao Senhor Provedor de Justiça, relativamente à alteração da regulamentação da carteira de ativos do Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, solicitando que, no exercício das suas funções constitucionais e legais de garante dos

REFLEXÃO SOBRE A “CRISE” QUE PERMITIU AOS ESPECULADORES GANHAR MUITOS MILHÕES, A UTILIZAÇÃO DO FEFSS PARA PAGAR AOS CREDORES E “REDUZIR” A DÍVIDA, E UM GOVERNO COM UM 1º MINISTRO SEM FUNÇÕES E PORTAS RESPONSÁVEL PELA POLÍTICA QUE ANTES CRITICAVA. Por EUGÉNIO ROSA.

UMA “CRISE” QUE PERMITIU AOS ESPECULADORES GANHAREM MUITOS MILHÕES €, A UTILIZAÇÃO DO F.E.F.S.S. PARA PAGAR AOS CREDORES E “REDUZIR” A DIVIDA, E UM GOVERNO COM UM 1º MINISTRO SEM FUNÇÕES E COM PORTAS RESPONSÁVEL PELA CONTINUAÇÃO DA POLITICA QUE

APRe! – COMUNICADO – NOTA ENVIADA À IMPRENSA – VÍTOR GASPAR FORÇA SEGURANÇA SOCIAL A METER 4 000 MILHÕES NO ESTADO

Do blogue da APRe! – http://apre-associacaocivica.blogspot.pt/2013/07/comunicado.html Nota enviada à Imprensa    COMUNICADO Vitor Gaspar, ex-ministro das Finanças, assinou uma Portaria, no dia do seu pedido de demissão, que obriga o fundo de reserva da Segurança Social a comprar dívida pública nacional

PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – FEFSS PERDE DINHEIRO E REFORMAS FICAM EM RISCO

  É no Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social (FEFSS) que está guardado o dinheiro que será canalizado para pagar as reformas no futuro. E este fundo pode ter perdido ativos em mais de 1,5 mil milhões de euros