CONVERGÊNCIA E ALTERNATIVA – UM PRIMEIRO PASSO DA CeA EM FARO, PARA CONSTITUIÇÃO DE UM NÚCLEO REGIONAL

No passado dia 6, por iniciativa de um grupo de aderentes locais, foi dado um primeiro passo para a constituição do núcleo da CeA na região com uma reunião em que a desmontagem do discurso da inevitabilidade do cumprimento do programa de austeridade, imposto pela EU/FMI e defendido nos órgãos de comunicação que funcionam como caixa de ressonância do governo, ocupou parte importante do debate.

 

A reunião foi animada pelo Jorge Bateira que, estando em Tavira para intervir na Universidade de Verão da In LOCO (este ano dedicada ao estudo das Sociedades em Transição), fez uma intervenção em que abordou com detalhe diversos temas, entre os quais o espaço de intervenção política que a CeA pretende construir, os seus objectivos e os vários níveis em que se propõe intervir. Foi salientada a condição da CeA como movimento político, aberto e plural, no campo da esquerda portuguesa.

 

Como acção prioritária do núcleo regional, foi assumida consensualmente a divulgação da CeA junto de homens e mulheres identificados com os valores da esquerda e defensores da sua convergência numa acção comum. Entendeu-se que é necessário dar a conhecer o movimento para que este ganhe força e possa impulsionar o aparecimento de uma alternativa credível às políticas ultra liberais do governo da direita.

 

A reunião terminou com a nomeação de uma comissão composta por três membros presentes na reunião que se comprometeram a realizar contactos com os actuais e potenciais aderentes à CeA na região do Algarve tendo em vista aumentar o número dos participantes no núcleo e dinamizar a sua intervenção nas lutas sociais que se avizinham.

Leave a Reply