RETRATOS COM HISTÓRIAS – EUNICE MUÑOZ – POR EDUARDO GAGEIRO

Imagem1

Diapositivo4

Eunice Muñoz.1966. “Fiz esta fotografia para o Século Ilustrado, a seguir a um ensaio geral. Pediu para dizerem uma cena só para mim. Isso é que era sorte”.

Dizer que Eunice Muñoz é uma grande actriz, é nada dizer, pois não há quem o não saiba. Lembro-me de a ver em Camões, realizado por Leitão de Barros que alguém na época disse, não ser bem um filme, mas uma bela colecção de postais. Era muito pequeno para me aperceber das subtilezas de críticos cinematográficos. Gostei. Recordo Eunice Muñoz no papel de Beatriz da Silva (interpretação que lhe valeu o prémio de melhor actriz do ano), Recordação reforçada pelas muitas vezes que voltei a ver o filme. O meu pai que trabalhava no Teatro de São Carlos, apesar de modesto funcionário,  obtinha com frequência bilhetes para os teatros e  aproveitávamos essas ofertas – lembro-me de irmos ao Avenida ver Eunice interpretando Joana d’Arc, de Jean Anouilh, uma actuação soberba. Minha mãe veio, no regresso à nossa Rua dos Douradores, chorando a sorte de La Pucelle…Vi Eunice representar múltiplos papéis e, sem prejuízo de outros grandes desempenhos, diria que em Mãe Coragem e os seus filhos, de Bertolt Brecht, esteve inexcedível. Não precisamos de gastar adjectivos com Eunice Muñoz. Dizendo o seu nome, dizemos tudo, (CL)

1 Comment

Leave a Reply