Posts Tagged: carlos loures

A NOSSA PENÍNSULA – 5 – Mosaico cultural – por Carlos Loures

(continuação) Numa tentativa frouxa de desacreditar a legitima luta dos catalães pela sua independência plena, surge um movimento exigindo a constituição de um Estado com a configuração geográfica do Al Andalus.  Um texto que publiquei há cerca de sete anos

A NOSSA PENÍNSULA – 5 – Mosaico cultural – por Carlos Loures

(continuação) Numa tentativa frouxa de desacreditar a legitima luta dos catalães pela sua independência plena, surge um movimento exigindo a constituição de um Estado com a configuração geográfica do Al Andalus.  Um texto que publiquei há cerca de sete anos

A NOSSA PENÍNSULA – 4 – A mítica Lusitânia – por Carlos Loures

(continuação) Depois de um pequeno desvio pelo Reino da Lusitânia Setentrional, volto à busca de uma razão consistente para que sejamos tratados por lusitanos  e chego *a conclusão de que essa razão e consistência não existem. Parte do território de

A NOSSA PENÍNSULA – 4 – A mítica Lusitânia – por Carlos Loures

(continuação) Depois de um pequeno desvio pelo Reino da Lusitânia Setentrional, volto à busca de uma razão consistente para que sejamos tratados por lusitanos  e chego *a conclusão de que essa razão e consistência não existem. Parte do território de

A NOSSA PENÍNSULA – 3 – A Lusitânia Setentrional – por Carlos Loures

(continuação) Fazendo uma pausa na busca do gentílico mais adequado aos portugueses, sabendo-se que lusitanos constitui uma liberdade poética pouco sustentada etimologicamente, hispanos e hispânicos não colhem grande adesão e espanhóis provoca uma acentuada repulsa, vou contar a história pouco

A NOSSA PENÍNSULA – 3 – A Lusitânia Setentrional – por Carlos Loures

(continuação) Fazendo uma pausa na busca do gentílico mais adequado aos portugueses, sabendo-se que lusitanos constitui uma liberdade poética pouco sustentada etimologicamente, hispanos e hispânicos não colhem grande adesão e espanhóis provoca uma acentuada repulsa, vou contar a história pouco

A NOSSA PENÍNSULA- 2 – GENTÍLICO – por Carlos Loures

(continuação) Vou, pois tentar expor o problema. De uma coisa estou certo: a questão continuará a suscitar dúvidas, mas espero que seja possível atingir um primeiro patamar de entendimento. Pelo menos, parece-me possível compreender e separar o que é erro

A NOSSA PENÍNSULA- 2 – GENTÍLICO – por Carlos Loures

(continuação) Vou, pois tentar expor o problema. De uma coisa estou certo: a questão continuará a suscitar dúvidas, mas espero que seja possível atingir um primeiro patamar de entendimento. Pelo menos, parece-me possível compreender e separar o que é erro

A NOSSA PENÍNSULA-1 Os Portugueses serão hispanos, lusitanos…? – por Carlos Loures

A nossa Península é um cadinho onde se misturam povos, costumes, tradições, culturas… Numa área relativamente reduzida (inferior à do Estado do Texas), concentram-se povos com idiomas, História, percursos culturais, distintos; protagonizaram a gesta dos Descobrimentos, que, relativamente aos limites

A NOSSA PENÍNSULA-1 Os Portugueses serão hispanos, lusitanos…? – por Carlos Loures

A nossa Península é um cadinho onde se misturam povos, costumes, tradições, culturas… Numa área relativamente reduzida (inferior à do Estado do Texas), concentram-se povos com idiomas, História, percursos culturais, distintos; protagonizaram a gesta dos Descobrimentos, que, relativamente aos limites

ALVES DOS REIS, burlão ou mestre da «engenharia financeira»? – por Carlos Loures.

  Foi no dia 6 de Dezembro de 1925 que a notícia da prisão de Alves dos Reis foi tema de conversa em tertúlias de cafés e por outros locais, os chamados “mentideiros”. Presidia aos destinos da República um dos

ALVES DOS REIS, burlão ou mestre da «engenharia financeira»? – por Carlos Loures.

  Foi no dia 6 de Dezembro de 1925 que a notícia da prisão de Alves dos Reis foi tema de conversa em tertúlias de cafés e por outros locais, os chamados “mentideiros”. Presidia aos destinos da República um dos

EDITORIAL – Carta aberta aos Argonautas – por Carlos Loures

Regresso a casa, após um demorado périplo por hospitais e residências de cuidados continuados. O motivo foi (é ainda) uma estenose esofágica – na minha idade, os órgãos começam a atingir e a ultrapassar o prazo de validade. É natural.

EDITORIAL – Carta aberta aos Argonautas – por Carlos Loures

Regresso a casa, após um demorado périplo por hospitais e residências de cuidados continuados. O motivo foi (é ainda) uma estenose esofágica – na minha idade, os órgãos começam a atingir e a ultrapassar o prazo de validade. É natural.

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS TEM O PRAZER DE INFORMAR QUE CARLOS LOURES REGISTA MELHORAS NO SEU ESTADO DE SAÚDE

  Informamos os argonautas, amigos e leitores que ontem, 5 de Setembro, Carlos Loures deixou o Hospital de Cascais e regressou à residência do Montepio Geral localizada na Parede. Tem registado melhoras no seu estado de saúde, pelas informações de

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS TEM O PRAZER DE INFORMAR QUE CARLOS LOURES REGISTA MELHORAS NO SEU ESTADO DE SAÚDE

  Informamos os argonautas, amigos e leitores que ontem, 5 de Setembro, Carlos Loures deixou o Hospital de Cascais e regressou à residência do Montepio Geral localizada na Parede. Tem registado melhoras no seu estado de saúde, pelas informações de

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS INFORMA QUE CARLOS LOURES VOLTOU A SER HOSPITALIZADO

A Viagem dos Argonautas volta hoje a contactar os argonautas, amigos e colaboradores para informar que o nosso principal homem do leme, Carlos Loures, voltou a ser hospitalizado, encontrando-se desde ontem, terça-feira, 15 de Agosto, no Hospital de Cascais. Tendo

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS INFORMA QUE CARLOS LOURES VOLTOU A SER HOSPITALIZADO

A Viagem dos Argonautas volta hoje a contactar os argonautas, amigos e colaboradores para informar que o nosso principal homem do leme, Carlos Loures, voltou a ser hospitalizado, encontrando-se desde ontem, terça-feira, 15 de Agosto, no Hospital de Cascais. Tendo

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS INFORMA QUE CARLOS LOURES SE ENCONTRA HOSPITALIZADO

    A Viagem dos Argonautas informa os seus colaboradores e os seus leitores que Carlos Loures, argonauta fundador, coordenador da barca em que navegamos e grande amigo de todos nós, se encontra seriamente doente, e está internado no Hospital

A VIAGEM DOS ARGONAUTAS INFORMA QUE CARLOS LOURES SE ENCONTRA HOSPITALIZADO

    A Viagem dos Argonautas informa os seus colaboradores e os seus leitores que Carlos Loures, argonauta fundador, coordenador da barca em que navegamos e grande amigo de todos nós, se encontra seriamente doente, e está internado no Hospital

EDITORIAL: As praxes académicas, feitas por medida para estudantes imbecis e reitores desonestos – por Carlos Loures.

O Ensino Superior é uma estrutura onde os cidadãos vão colher saberes e competências  que lhes permitam desenvolver actividades especializadas indispensáveis ao funcionamento das comunidades – não será demagogia considera-los trabalhadores ou aprendizes de trabalhadores. Talvez há cem, cento e cinquenta anos

EDITORIAL: As praxes académicas, feitas por medida para estudantes imbecis e reitores desonestos – por Carlos Loures.

O Ensino Superior é uma estrutura onde os cidadãos vão colher saberes e competências  que lhes permitam desenvolver actividades especializadas indispensáveis ao funcionamento das comunidades – não será demagogia considera-los trabalhadores ou aprendizes de trabalhadores. Talvez há cem, cento e cinquenta anos

EDITORIAL: Foi há 91 anos…por Carlos Loures

O dia 28 de Maio de há 91 anos tem sido numerosa veze referido neste blogue, com abordagens diferentes,  mas coincidentes na era de subdesenvolvimento. de privação dos direitos fundamentais dos cidadãos que a Ditadura Nacional e o Estado Corporativo

EDITORIAL: Foi há 91 anos…por Carlos Loures

O dia 28 de Maio de há 91 anos tem sido numerosa veze referido neste blogue, com abordagens diferentes,  mas coincidentes na era de subdesenvolvimento. de privação dos direitos fundamentais dos cidadãos que a Ditadura Nacional e o Estado Corporativo

EDITORIAL: O PEREGRINO, por Carlos Loures

Sobre a vinda a Fátima de um peregrino chamado Francisco que é o chefe supremo da Igreja Católica Apostólica Romana, nada tenho a dizer. O argonauta Mário de Oliveira, presbítero da referida igreja, em vídeo que ontem publicámos, diz tudo o

EDITORIAL: O PEREGRINO, por Carlos Loures

Sobre a vinda a Fátima de um peregrino chamado Francisco que é o chefe supremo da Igreja Católica Apostólica Romana, nada tenho a dizer. O argonauta Mário de Oliveira, presbítero da referida igreja, em vídeo que ontem publicámos, diz tudo o

A CANETA MÁGICA – Da utopia à realidade – por Carlos Loures

As utopias não se limitam ao universo literário. Os falanstérios, ideados pelo pensador francês Charles Fourier, que nasceu num dia 7 de Abril (o de 1772) e que portanto viveu a adolescência no ambiente agitado da Revolução de 1789,  reflectiam

A CANETA MÁGICA – Da utopia à realidade – por Carlos Loures

As utopias não se limitam ao universo literário. Os falanstérios, ideados pelo pensador francês Charles Fourier, que nasceu num dia 7 de Abril (o de 1772) e que portanto viveu a adolescência no ambiente agitado da Revolução de 1789,  reflectiam