Posts Tagged: carlos loures

NESTE DIA… PARABÉNS, CHICO BUARQUE – por Carlos Loures

    Chico Buarque (Francisco Buarque de Hollanda) nasceu, na cidade do Rio de Janeiro no dia 19 de Junho de 1944.  Hoje é, portanto o dia do aniversário deste ilustre carioca. Não dizemos quantos anos tem – quem quiser

NESTE DIA… PARABÉNS, CHICO BUARQUE – por Carlos Loures

    Chico Buarque (Francisco Buarque de Hollanda) nasceu, na cidade do Rio de Janeiro no dia 19 de Junho de 1944.  Hoje é, portanto o dia do aniversário deste ilustre carioca. Não dizemos quantos anos tem – quem quiser

ESTA TARDE COMEÇA  O MUNDIAL  DE FUTEBOL – por Carlos Loures

  Esta tarde começa a disputar-se o Campeonato Mundial de Futebol, que se realiza na Rússia. Até 15 de Julho, os muitos milhões de pessoas que gostam do «desporto-rei»  estarão coladas aos televisores. Estarei entre esses milhões de “fumadores de

ESTA TARDE COMEÇA  O MUNDIAL  DE FUTEBOL – por Carlos Loures

  Esta tarde começa a disputar-se o Campeonato Mundial de Futebol, que se realiza na Rússia. Até 15 de Julho, os muitos milhões de pessoas que gostam do «desporto-rei»  estarão coladas aos televisores. Estarei entre esses milhões de “fumadores de

UM RAPAZ DE ALFAMA – por CARLOS LOURES

Fernando Pessoa escreveu em 13 de Junho de 1935 (morreria em Novembro desse ano) um “tríptico” sobre os santos populares – Santo António, São João e São Pedro, verberando a apropriação que o Estado Novo fez destas figuras da Igreja.

UM RAPAZ DE ALFAMA – por CARLOS LOURES

Fernando Pessoa escreveu em 13 de Junho de 1935 (morreria em Novembro desse ano) um “tríptico” sobre os santos populares – Santo António, São João e São Pedro, verberando a apropriação que o Estado Novo fez destas figuras da Igreja.

A N0SSA PENÍNSULA – 19 – A língua portuguesa – por Carlos Loures

  No passado sábado, 5 de Maio. foi o Dia da Língua Portuguesa. Esta data foi criada a partir de uma resolução da XIV Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da CPLP, em 20 de Julho de 2009, realizada em

A N0SSA PENÍNSULA – 19 – A língua portuguesa – por Carlos Loures

  No passado sábado, 5 de Maio. foi o Dia da Língua Portuguesa. Esta data foi criada a partir de uma resolução da XIV Reunião Ordinária do Conselho de Ministros da CPLP, em 20 de Julho de 2009, realizada em

PRIMEIRO DE MAIO – “Requiem” – por Carlos Loures

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
O monstro agoniza, o hálito apodrece,roubando à  primavera o claro rosto,a carne canceriza e a mão estremece,mas mata, mata sempre o seu punhal,pois quer como sudário o próprio mundo.Moribundo o chacal, com o grito…

PRIMEIRO DE MAIO – “Requiem” – por Carlos Loures

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
O monstro agoniza, o hálito apodrece,roubando à  primavera o claro rosto,a carne canceriza e a mão estremece,mas mata, mata sempre o seu punhal,pois quer como sudário o próprio mundo.Moribundo o chacal, com o grito…

NESTE DIA, 9 de MARÇO de 1916, PORTUGAL ENTROU FORMALMENTE NA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL – por CARLOS LOURES

    Neste dia, 9 de Março, mas de 1916, o Governo da República e a Alemanha entraram formalmente em guerra. No dia 11, o Império Austro-Húngaro declara guerra a Portugal. O nosso País ficou assim envolvido no conflito que

NESTE DIA, 9 de MARÇO de 1916, PORTUGAL ENTROU FORMALMENTE NA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL – por CARLOS LOURES

    Neste dia, 9 de Março, mas de 1916, o Governo da República e a Alemanha entraram formalmente em guerra. No dia 11, o Império Austro-Húngaro declara guerra a Portugal. O nosso País ficou assim envolvido no conflito que

O ANIVERSÁRIO DA RTP – por CARLOS LOURES

Passa hoje o 61º aniversário da RTP. Como tenho dito por diversas vezes, fui funcionário da empresa durante dois anos, entre 1960 e 1961 – quase um pioneiro. E prende-me à RTP aquele misto de carinho e repulsa que sentimos

O ANIVERSÁRIO DA RTP – por CARLOS LOURES

Passa hoje o 61º aniversário da RTP. Como tenho dito por diversas vezes, fui funcionário da empresa durante dois anos, entre 1960 e 1961 – quase um pioneiro. E prende-me à RTP aquele misto de carinho e repulsa que sentimos

A PROPÓSITO DA MORTE DO CORONEL VARELA GOMES – por CARLOS LOURES

Já contei como, em Novembro de 1961, no São Martinho com um um grupo de colegas da RTP fui festejar num restaurante dos arredores. Cozido à portuguesa, vinho tinto, castanhas assadas e água pé…. Ao meu lado sentou-se um jovem

A PROPÓSITO DA MORTE DO CORONEL VARELA GOMES – por CARLOS LOURES

Já contei como, em Novembro de 1961, no São Martinho com um um grupo de colegas da RTP fui festejar num restaurante dos arredores. Cozido à portuguesa, vinho tinto, castanhas assadas e água pé…. Ao meu lado sentou-se um jovem

NESTE DIA, 3 de MARÇO de 1828… nasceu BULHÃO PATO, por Carlos Loures.

Raimundo António de Bulhão Pato nasceu no país Basco, em Bilbau, no dia 3 de Março de 1828 – um sábado como hoje, e morreu no Monte da Caparica em 24 de Agosto de 1912, Bulhão Pato era filho de

NESTE DIA, 3 de MARÇO de 1828… nasceu BULHÃO PATO, por Carlos Loures.

Raimundo António de Bulhão Pato nasceu no país Basco, em Bilbau, no dia 3 de Março de 1828 – um sábado como hoje, e morreu no Monte da Caparica em 24 de Agosto de 1912, Bulhão Pato era filho de

NESTE DIA, 22 de FEVEREIRO de 1922, nasceu LUIS BUÑUEL – por CARLOS LOURES

Neste dia, em 1900, nasceu o realizador cinematográfico Luis Buñuel, na localidade aragonesa de Calanda, Teruel; morreria na Cidade do México em 29 de Julho de 1983. A sua obra representaria o expoente mais elevado do Movimento Surrealista na arte

NESTE DIA, 22 de FEVEREIRO de 1922, nasceu LUIS BUÑUEL – por CARLOS LOURES

Neste dia, em 1900, nasceu o realizador cinematográfico Luis Buñuel, na localidade aragonesa de Calanda, Teruel; morreria na Cidade do México em 29 de Julho de 1983. A sua obra representaria o expoente mais elevado do Movimento Surrealista na arte

NESTE DIA, 21 de FEVEREIRO…, O MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA FAZ HOJE170 ANOS – por CARLOS LOURES

  Foi em 21 de Fevereiro de 1848 que foi publicado o  Manifesto do Partido Comunista – Manifest der Kommunistischen Partei – escrito por Karl Marx e Friedrich Engels. Independentemente da posição política que cada um assuma, é um documento

NESTE DIA, 21 de FEVEREIRO…, O MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA FAZ HOJE170 ANOS – por CARLOS LOURES

  Foi em 21 de Fevereiro de 1848 que foi publicado o  Manifesto do Partido Comunista – Manifest der Kommunistischen Partei – escrito por Karl Marx e Friedrich Engels. Independentemente da posição política que cada um assuma, é um documento

A NOSSA PENÍNSULA – 18 – A GUERRA DE 1801 – por Carlos Loures

Vimos como uma guerra que durou uns dias implicou para os portugueses a perda da praça de Olivença, tomada pelas forças do Estado espanhol e nunca devolvidas, apesar de as instâncias jurídicas internacionais da época determinarem a devolução desse território

A NOSSA PENÍNSULA – 18 – A GUERRA DE 1801 – por Carlos Loures

Vimos como uma guerra que durou uns dias implicou para os portugueses a perda da praça de Olivença, tomada pelas forças do Estado espanhol e nunca devolvidas, apesar de as instâncias jurídicas internacionais da época determinarem a devolução desse território

A NOSSA PENÍNSULA – O caso de Olivença – 17 – por Carlos Loures

Portugal é aproximadamente cinco vezes mais pequeno do que o Estado espanhol. Verdade seja dita que, reduzido à sua devida dimensão, o estado a que se usa chamar Espanha não seria tão grande – sem a Galiza, a Catalunha, o

A NOSSA PENÍNSULA – O caso de Olivença – 17 – por Carlos Loures

Portugal é aproximadamente cinco vezes mais pequeno do que o Estado espanhol. Verdade seja dita que, reduzido à sua devida dimensão, o estado a que se usa chamar Espanha não seria tão grande – sem a Galiza, a Catalunha, o

NESTE DIA – Massacre do dia de São Valentim – por Carlos Loures

Já não chegava o Natal, o Dia da Mãe, o Dia do Pai… Agora temos mais «tradições» que nos chegam, quase todas, do outro lado do Atlântico – algumas delas foram daqui, da Europa e são-nos agora devolvidas, já devidamente

NESTE DIA – Massacre do dia de São Valentim – por Carlos Loures

Já não chegava o Natal, o Dia da Mãe, o Dia do Pai… Agora temos mais «tradições» que nos chegam, quase todas, do outro lado do Atlântico – algumas delas foram daqui, da Europa e são-nos agora devolvidas, já devidamente