ANÁLISES SOBRE A CRISE, OLHARES SOBRE A EUROPA, OLHARES SOBRE O CRIME QUE CONTRA ESTA OS SEUS DIRIGENTES ESTÃO A COMETER – PORTUGAL – POR FAVOR, QUANDO SAIR DESLIGUE AS LUZES! – por EDWARD HUGH – IV

portugal-map5

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota

2014-06-21_162445

Portugal – Por favor, quando sair desligue as luzes!

Edward Hugh, 14 de Julho de 2012

(CONTINUAÇÃO)

A recessão na  construção ameaça o equilíbrio financeiro  dos bancos e o emprego

edward hugh - XXII

Portugal não teve um boom imobiliário como a Espanha ou a Irlanda, no entanto com uma forte construção para a  indústria do turismo que tem desempenhado um papel importante na economia portuguesa nos últimos anos, a construção representa algo como 18% do total do PIB em termos médios. De acordo com Manuel Reis Campos, Presidente da Direcção da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas – AICCOPN, o sector, que é o maior empregador do país, enfrenta uma taxa de desemprego galopante e falências em série que ameaçam o reembolso de 38 mil milhões de euros em dívida para com o sector bancário agravando assim a crise de crédito e um pouco mais de austeridade.

“O sector (de construção) deve 38 mil milhões de euros aos bancos, os empréstimos podres subiram acentuadamente e mesmo muito mais do que o esperado, juntamente com as falências. Admitimos que 13.000 empresas vão entrar em falência este ano e que o sector vá perder cerca de 140.000 empregos “, disse Manuel Campos Reis aos correspondentes estrangeiros numa entrevista. “O sector não tem encomendas, não tem trabalhos, os bancos não nos financiam e o Estado não nos paga. É um desastre “, disse Reis.

Reis prevê que o país vai seguir a Grécia e a Espanha a atingir os 20% de desemprego até ao final deste ano se as coisas não mudarem – as previsões do governo referem-se a um aumento da taxa de desemprego para 15,5% este ano, com  14% no ano passado  e com uma taxa de desemprego esperada de 16% em 2013 . O desemprego estava em 15,2% corrigido das variações sazonais em Maio segundo os últimos dados do Eurostat. A construção e o sector da habitação empregavam 670.000 trabalhadores em Portugal em 2011, em comparação com 830.000 em 2008.

Segundo o Royal Institute of Chartered Surveyors European Housing Review 2012 Portugal teve uma queda  de  71% anualizada  desde o início da crise.

edward hugh - XXIII

Como o afirmam, esta situação coloca Portugal exactamente atrás da Espanha, Irlanda e Grécia na liga dos construtores em recessão.

edward hugh - XXIV

O acréscimo no preço das casas é modesto como modestamente tem estado recentemente em declínio:

edward hugh - XXV

Mas a recessão na construção tem sido dramática.

edward hugh - XXVI

 (continua)

________

Para ler a Parte III deste trabalho de Edward Hugh, publicada ontem em A Viagem dos Argonautas, vá a:

ANÁLISES SOBRE A CRISE, OLHARES SOBRE A EUROPA, OLHARES SOBRE O CRIME QUE CONTRA ESTA OS SEUS DIRIGENTES ESTÃO A COMETER – PORTUGAL – POR FAVOR, QUANDO SAIR DESLIGUE AS LUZES! – por EDWARD HUGH – III

________

Ver o original no blogue de Edward Hugh acedendo a:

http://edwardhughtoo.blogspot.pt/2012/07/portugal-please-switch-lights-off-when.html

Leave a Reply