Fim do período natalício – A Grécia está a ficar sem dinheiro. Por Eurointelligence

 

 

Caros Argonautas

Ainda a propósito do texto sobre o radicalismo de Cristo e do meu artigo Fim do período natalício: o radicalismo esquecido de Jesus Cristo ou a farisaica União Europeia de hoje (aqui), aqui vos deixo uma pequena nota sobre a Grécia de hoje, a de agora, e dos próximos meses que aí vêm.

Júlio Mota

Coimbra, 11/01/2021

_____________

A Grécia está a ficar sem dinheiro

Publicado por  de Wolfgang Münchau em 11/01/2021 (original aqui)

 

Em todo este caos e no combate à propagação do vírus, é fácil esquecer que alguns países da UE entraram na crise já financeiramente debilitados. Quando vidas estão em risco, quem quer falar de dinheiro? Com o fundo de recuperação da UE, a assistência financeira está disponível. Isto é verdade a médio prazo, mas não resolve problemas de liquidez a curto prazo.

A Grécia tem estado sob difícil situação financeira na última década. Saiu do terceiro resgate da UE em 2018 com uma almofada de liquidez de 32 mil milhões de euros para se defender contra choques. O confinamento exige a quase totalidade dos fundos atribuídos para o primeiro trimestre, 6,5 mil milhões de euros dos 7,5 mil milhões de euros orçamentados. O governo grego teve de recorrer a esses amortecedores de liquidez para pagar salários e pensões, uma vez que as receitas estatais diminuíram sem qualquer outro acesso a liquidez, escreve o Kathimerini. A sua fonte no ministério expressou preocupação com a última extensão do confinamento, que irá diminuir ainda mais a liquidez do Estado num ano em que a Grécia terá de pagar aos seus credores 11,5 mil milhões de euros.

 

 

Leave a Reply