Category Archives: História

A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – debate entre personagens marcantes da história universal – RASPUTINE, CERVANTES e CHAPLIN – com a participação da sociedade civil – ATENÇÃO!!! É HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 2 de DEZEMBRO, às 21.30

De: A Barraca <barraca@mail.telepac.pt>Date: quinta, 21/11/2019 à(s) 11:59Subject: ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 194 – 2 DE DEZEMBRO 2019 21H30To: Helder Costa <costhelder@gmail.com>Cc: A BARRACA Teatro <abarracaproducao@gmail.com>     Rasputin Grigoriy Yefimovich Rasputin mís􀀕co russo, foi uma figura influente no final do período czarista da

A BARRACA – HÉLDER MATEUS DA COSTA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – debate entre personagens marcantes da história universal – RASPUTINE, CERVANTES e CHAPLIN – com a participação da sociedade civil – ATENÇÃO!!! É HOJE, SEGUNDA-FEIRA, 2 de DEZEMBRO, às 21.30

De: A Barraca <barraca@mail.telepac.pt>Date: quinta, 21/11/2019 à(s) 11:59Subject: ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 194 – 2 DE DEZEMBRO 2019 21H30To: Helder Costa <costhelder@gmail.com>Cc: A BARRACA Teatro <abarracaproducao@gmail.com>     Rasputin Grigoriy Yefimovich Rasputin mís􀀕co russo, foi uma figura influente no final do período czarista da

HOJE É O PRIMEIRO DE DEZEMBRO, por João Machado

    Portugal, na sua história, tem várias datas com forte significado. O 14 de Agosto, dia da batalha de Aljubarrota  e  o 1.º de Dezembro,  que marca o início do processo de expulsão da casa de Habsburgo, assinalam momentos

HOJE É O PRIMEIRO DE DEZEMBRO, por João Machado

    Portugal, na sua história, tem várias datas com forte significado. O 14 de Agosto, dia da batalha de Aljubarrota  e  o 1.º de Dezembro,  que marca o início do processo de expulsão da casa de Habsburgo, assinalam momentos

FRATERNIZAR – A nefasta influência dos Livros sagrados – DEMOCRACIAS OU TEOCRACIAS RELIGIOSAS, LAICAS E ATEIAS?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

    É possível gerar autênticas democracias sob a influência do nefasto sopro ideológico e teológico que atravessa os Livros sagrados da primeira à última página? Esse sopro não é sempre gerador de teocracias? Os impérios do passado e do

FRATERNIZAR – A nefasta influência dos Livros sagrados – DEMOCRACIAS OU TEOCRACIAS RELIGIOSAS, LAICAS E ATEIAS?! – por MÁRIO DE OLIVEIRA

    É possível gerar autênticas democracias sob a influência do nefasto sopro ideológico e teológico que atravessa os Livros sagrados da primeira à última página? Esse sopro não é sempre gerador de teocracias? Os impérios do passado e do

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 6º Texto – Itália: Ficar para trás

(The Economist, 2 de Fevereiro de 2019)

Se a Comissão Europeia decidir que a Itália infringiu as suas regras orçamentais, qualquer despesa adicional provocará uma nova discussão, acrescentará uma nova linha de tensão. E o episódio do ano passado mostrou que os grandes planos de gastos podem ser autodestrutivos se os mercados financeiros ficarem assustados. O governo da Itália precisaria convencer tanto Bruxelas quanto os investidores de que a despesa publica adicional pretendida ajudaria a economia a crescer. Até lá, a Itália continuará a cambalear.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 6º Texto – Itália: Ficar para trás

(The Economist, 2 de Fevereiro de 2019)

Se a Comissão Europeia decidir que a Itália infringiu as suas regras orçamentais, qualquer despesa adicional provocará uma nova discussão, acrescentará uma nova linha de tensão. E o episódio do ano passado mostrou que os grandes planos de gastos podem ser autodestrutivos se os mercados financeiros ficarem assustados. O governo da Itália precisaria convencer tanto Bruxelas quanto os investidores de que a despesa publica adicional pretendida ajudaria a economia a crescer. Até lá, a Itália continuará a cambalear.

A GALIZA COMO TAREFA – leitura de livros portugueses nos s. XVI-XVIII (i)- Ernesto V. Souza

Há anos e de quando em quando, numas dessas séries de diálogos e debates pela internet e ao vivo, tenho ido comentando, com certo eco e surpresa nos meus interlocutores galegos e portugueses, que a leitura dos livros portugueses nos

A GALIZA COMO TAREFA – leitura de livros portugueses nos s. XVI-XVIII (i)- Ernesto V. Souza

Há anos e de quando em quando, numas dessas séries de diálogos e debates pela internet e ao vivo, tenho ido comentando, com certo eco e surpresa nos meus interlocutores galegos e portugueses, que a leitura dos livros portugueses nos

TEATRO A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 194 | NOVEMBRO N’A BARRACA

  30. NEWSLETTER NOVEMBRO 2019                                                                       

TEATRO A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO Nº 194 | NOVEMBRO N’A BARRACA

  30. NEWSLETTER NOVEMBRO 2019                                                                       

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 5º Texto – Itália: O orçamento da Itália não é tão louco como parece

(Ashoka  Mody, 26 de Outubro de 2018)

Os líderes europeus criticaram duramente a Itália pelos seus planos de aumentar as despesas com o objetivo de estimular o crescimento e ajudar os pobres. O que eles não reconhecem é que um pequeno estímulo pode ser exatamente o que a economia italiana precisa.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 5º Texto – Itália: O orçamento da Itália não é tão louco como parece

(Ashoka  Mody, 26 de Outubro de 2018)

Os líderes europeus criticaram duramente a Itália pelos seus planos de aumentar as despesas com o objetivo de estimular o crescimento e ajudar os pobres. O que eles não reconhecem é que um pequeno estímulo pode ser exatamente o que a economia italiana precisa.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 4º Texto – Itália: Deixem a Itália em paz

(Dr. Michael Ivanovitch, 14 de Outubro de 2018)

Privada de uma política monetária independente para gerir a procura e o emprego, a Itália inverteu ligeiramente a sua orientação orçamental restritiva, a fim de prestar algum apoio à atividade económica e evitar o que claramente parece ser uma desaceleração cíclica incipiente de amplitude e duração desconhecidas.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 4º Texto – Itália: Deixem a Itália em paz

(Dr. Michael Ivanovitch, 14 de Outubro de 2018)

Privada de uma política monetária independente para gerir a procura e o emprego, a Itália inverteu ligeiramente a sua orientação orçamental restritiva, a fim de prestar algum apoio à atividade económica e evitar o que claramente parece ser uma desaceleração cíclica incipiente de amplitude e duração desconhecidas.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 3º Texto – Itália: É na Itália que se joga o futuro da Europa

(Denis Collin, 12 de Outubro de 2018)

Hoje, o ponto crucial não é a “natureza” do governo italiano, mas o facto de ter praticado, pela primeira vez, uma dinâmica de questionamento concreto e imediato sobre os grilhões da União Europeia.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 3º Texto – Itália: É na Itália que se joga o futuro da Europa

(Denis Collin, 12 de Outubro de 2018)

Hoje, o ponto crucial não é a “natureza” do governo italiano, mas o facto de ter praticado, pela primeira vez, uma dinâmica de questionamento concreto e imediato sobre os grilhões da União Europeia.

LA JORNADA DE ORIENTE – DO MAGNICÍDIO AO GOLPE DE ESTADO – OS HERDEIROS DE EDUARDO RÓSZA FLORES TOMAM O PODER NA BOLÍVIA, de ORIOL MALLO – enviado por CAMILO JOSEPH

Oriol Mallo, 12 de Novembro de 2019 Dos veces intentaron matar a Evo Morales. La primera sucedió en abril de 2009 en Santa Cruz de la Sierra cuando el hombre contratado para asesinarlo –Eduardo Rózsa Flores, cruceño neofascista- fue acribillado

LA JORNADA DE ORIENTE – DO MAGNICÍDIO AO GOLPE DE ESTADO – OS HERDEIROS DE EDUARDO RÓSZA FLORES TOMAM O PODER NA BOLÍVIA, de ORIOL MALLO – enviado por CAMILO JOSEPH

Oriol Mallo, 12 de Novembro de 2019 Dos veces intentaron matar a Evo Morales. La primera sucedió en abril de 2009 en Santa Cruz de la Sierra cuando el hombre contratado para asesinarlo –Eduardo Rózsa Flores, cruceño neofascista- fue acribillado