Posts Tagged: racismo

FRATERNIZAR – Ainda o assassinato de George Floyd – O DEMÓNIO RACISMO SAI COM O VANDALISMO? – por MÁRIO DE OLIVEIRA

  George Floyd é uma das vítimas mortais mais mediatizadas da violência e do vandalismo da Polícia dos EUA. Impossível não associá-lo de imediato ao assassinato de Martin Luther King, mas apenas no que respeita a mediatização. Porque no ser-viver

PONTO – NEWSLETTER – INFORMAÇÃO SEM RUÍDO – parceria com BRASIL DE FATO

  Boletim semanal do Brasil de Fato que traz indicações de leituras e informações selecionadas sobre os temas da conjuntura. O Ponto é editado por Daniel Cassol e Miguel Enrique Stédile e é publicado todas as sextas-feiras.   COLUNA 2020:

PONTO – NEWSLETTER – INFORMAÇÃO SEM RUÍDO – PARCERIA com BRASIL DE FATO

  Selecção de Camilo Joseph   5 de junho de 2020   Olá, No momento em que o Brasil ultrapassa as 34 mil mortes por coronavírus, tornando-se o terceiro país neste ranking nefasto, crescem os movimentos de oposição e uma

Trump e o Covid-19 – 2 textos, dois olhares: “A força de Trump” por Francisco Seixas da Costa e “O legado do nosso pecado original” por Paul Krugman

_________________________________________ Seleção de Júlio Marques Mota “A força de Trump”  Por Francisco Seixas da Costa Publicado por , notas pouco diárias de Francisco Seixas da Costa, em 03/06/2020 (ver aqui) O fenómeno Trump, qualquer que venha a ser o seu

Trump e o Covid-19 – “Por dentro do colapso de Trump face ao coronavírus” (*). Por Edward Luce

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota “Por dentro do colapso de Trump face ao coronavírus” (*)  Por Edward Luce em Washington Publicado por  em 14/05/2020 (Inside Trump’s coronavirus meltdown, ver aqui)   O que é que correu mal na

O NAVIO DOS LOUCOS, por JORGE FOLENA

OBRIGADO A JORGE FOLENA E CAMILO JOSEPH       Selecção de Camilo Joseph   A pintura “A nau dos loucos”, de Hieronymus Bosch, constitui uma adequada alegoria do que se passa no Brasil neste ano de 2020, em que nos

PORTUGAL É UM PAÍS RACISTA? por Luísa Lobão Moniz

  Devido a alguns discursos e artigos saídos na comunicação social, a sociedade começou a reflectir sobre temas que estavam quase que invisíveis e inaudíveis – as diferenças sociais e “raciais”. A palavra racismo surgiu entre as duas grandes Guerras