Posts Tagged: antónio aleixo

BOM FIM DE SEMANA – NÃO SE DEVE…

Jacques Prévert (tradução de Manuela Torres) Jacques Prévert 4/1/1900 – 11/4/1977 (Paroles – 1949) António Aleixo 18/2/1899-1949 (Um ano mais velho que Prévert, faleceu quando da publicação de Paroles e dir-se-ia ter deixado o mote.) (enviado pelo Soares Novais)

BOM FIM DE SEMANA – NÃO SE DEVE…

Jacques Prévert (tradução de Manuela Torres) Jacques Prévert 4/1/1900 – 11/4/1977 (Paroles – 1949) António Aleixo 18/2/1899-1949 (Um ano mais velho que Prévert, faleceu quando da publicação de Paroles e dir-se-ia ter deixado o mote.) (enviado pelo Soares Novais)

Música ao Romper da Aurora – Balada Aleixo

“Balada Aleixo” é uma canção com letra e música de António Aleixo e José Afonso do álbum “Baladas e Canções” de 1964.

Música ao Romper da Aurora – Balada Aleixo

“Balada Aleixo” é uma canção com letra e música de António Aleixo e José Afonso do álbum “Baladas e Canções” de 1964.

PRAÇA DA REVOLTA: O cantor da semana – FRANCISCO FANHAIS/6

QUADRAS DO POETA ALEIXO Versos de António Aleixo Música de Francisco Fanhais  

PRAÇA DA REVOLTA: O cantor da semana – FRANCISCO FANHAIS/6

QUADRAS DO POETA ALEIXO Versos de António Aleixo Música de Francisco Fanhais  

PRAÇA DA REVOLTA: O cantor da semana – FRANCISCO FANHAIS/2

VEMOS, OUVIMOS E LEMOS Versos de Sophia de Mello Breyner Andresen e António Aleixo Música de Francisco Fanhais  

PRAÇA DA REVOLTA: O cantor da semana – FRANCISCO FANHAIS/2

VEMOS, OUVIMOS E LEMOS Versos de Sophia de Mello Breyner Andresen e António Aleixo Música de Francisco Fanhais  

CANÇÕES DE ABRIL – QUADRAS DE ANTÓNIO ALEIXO POR FRANCISCO FANHAIS

19h50 – Comunicado do MFA anunciando formalmente a queda do Governo. 20h05 – É lida, através dos emissores do RCP, a Proclamação do Movimento das Forças Armadas.

CANÇÕES DE ABRIL – QUADRAS DE ANTÓNIO ALEIXO POR FRANCISCO FANHAIS

19h50 – Comunicado do MFA anunciando formalmente a queda do Governo. 20h05 – É lida, através dos emissores do RCP, a Proclamação do Movimento das Forças Armadas.

PRAÇA DA REVOLTA – HOJE, FRANCISCO FANHAIS TRAZ O POETA ALEIXO

 Nos anos 60, os serões dos antifascistas eram coloridos pelas canções de intervenção que conseguíamos obter nos mercados paralelos que foram criados por comerciantes corajosos e que sempre funcionaram. A polícia política apreendia livros e discos, mas logo que a

PRAÇA DA REVOLTA – HOJE, FRANCISCO FANHAIS TRAZ O POETA ALEIXO

 Nos anos 60, os serões dos antifascistas eram coloridos pelas canções de intervenção que conseguíamos obter nos mercados paralelos que foram criados por comerciantes corajosos e que sempre funcionaram. A polícia política apreendia livros e discos, mas logo que a

NESTE DIA…, 18 de FEVEREIRO de 1899, NASCEU ANTÓNIO ALEIXO

  António Fernandes Aleixo nasceu em Vila Real de Santo António. Os pais fixaram-se em Loulé quando ele completou sete anos. Aos oito começou a frequentar a escola, e a mostrar o seu talento poético, nomeadamente a cantar as janeiras.

NESTE DIA…, 18 de FEVEREIRO de 1899, NASCEU ANTÓNIO ALEIXO

  António Fernandes Aleixo nasceu em Vila Real de Santo António. Os pais fixaram-se em Loulé quando ele completou sete anos. Aos oito começou a frequentar a escola, e a mostrar o seu talento poético, nomeadamente a cantar as janeiras.

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO N.º 83 – HÉLDER COSTA, com CÂNDIDO OLIVEIRA, ANTÓNIO ALEIXO e o JUIZ VEIGA + 2.ª parte, com FRANCISCO FANHAIS – ATENÇÃO!!! – É HOJE! 17 de NOVEMBRO, às 21.30

Cândido de Oliveira foi um jogador e treinador de futebol e jornalista desportivo português. Foi capitão da seleção nacional no seu  primeiro jogo, em 1921. Como treinador, foi seleccionador nacional e técnico do Sporting Clube de Portugal. Pela sua atividade contra

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO N.º 83 – HÉLDER COSTA, com CÂNDIDO OLIVEIRA, ANTÓNIO ALEIXO e o JUIZ VEIGA + 2.ª parte, com FRANCISCO FANHAIS – ATENÇÃO!!! – É HOJE! 17 de NOVEMBRO, às 21.30

Cândido de Oliveira foi um jogador e treinador de futebol e jornalista desportivo português. Foi capitão da seleção nacional no seu  primeiro jogo, em 1921. Como treinador, foi seleccionador nacional e técnico do Sporting Clube de Portugal. Pela sua atividade contra

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO N.º 83 – HÉLDER COSTA, com CÂNDIDO OLIVEIRA, ANTÓNIO ALEIXO e o JUIZ VEIGA – a 17 de NOVEMBRO, às 21.30

  Cândido de Oliveira foi um jogador e treinador de futebol e jornalista desportivo português. Foi capitão da seleção nacional no seu  primeiro jogo, em 1921. Como treinador, foi seleccionador nacional e técnico do Sporting Clube de Portugal. Pela sua atividade

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO N.º 83 – HÉLDER COSTA, com CÂNDIDO OLIVEIRA, ANTÓNIO ALEIXO e o JUIZ VEIGA – a 17 de NOVEMBRO, às 21.30

  Cândido de Oliveira foi um jogador e treinador de futebol e jornalista desportivo português. Foi capitão da seleção nacional no seu  primeiro jogo, em 1921. Como treinador, foi seleccionador nacional e técnico do Sporting Clube de Portugal. Pela sua atividade

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – ANTÓNIO ALEIXO, MANUEL DA FONSECA e VINÍCIUS DE MORAIS – 6 de MAIO, às 20 horas, no RESTAURANTE UAI, TELHEIRAS, LISBOA.

O próximo ENCONTRO IMAGINÁRIO no UAI!, o belo e magnifico Restaurante da gastronomia de Minas Gerais, fará um balanço de poetas de diferentes origens sociais mas que marcam a riqueza da língua portuguesa. O Alentejano Manuel da Fonseca e o

A BARRACA – ENCONTRO IMAGINÁRIO – ANTÓNIO ALEIXO, MANUEL DA FONSECA e VINÍCIUS DE MORAIS – 6 de MAIO, às 20 horas, no RESTAURANTE UAI, TELHEIRAS, LISBOA.

O próximo ENCONTRO IMAGINÁRIO no UAI!, o belo e magnifico Restaurante da gastronomia de Minas Gerais, fará um balanço de poetas de diferentes origens sociais mas que marcam a riqueza da língua portuguesa. O Alentejano Manuel da Fonseca e o

António Aleixo – O Poeta do Povo, de António de Sousa Duarte – por Inês Figueiras

A propósito do 115.º aniversário do nascimento de António Aleixo, que hoje se assinala, Inês Figueiras recorda-nos a biografia António Aleixo – O Poeta do Povo, da autoria de António de Sousa Duarte, uma edição da Âncora Editora, Novembro de 1999. Poeta

António Aleixo – O Poeta do Povo, de António de Sousa Duarte – por Inês Figueiras

A propósito do 115.º aniversário do nascimento de António Aleixo, que hoje se assinala, Inês Figueiras recorda-nos a biografia António Aleixo – O Poeta do Povo, da autoria de António de Sousa Duarte, uma edição da Âncora Editora, Novembro de 1999. Poeta

TORRENTE ALGARVIA – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet               Na primeira metade do sec. XX, o algarvio e poeta popular António Aleixo, não pára de rir:                           Uma mosca semvalor                                     poisa c’o a mesma alegria    

TORRENTE ALGARVIA – por Fernando Correia da Silva

Um Café na Internet               Na primeira metade do sec. XX, o algarvio e poeta popular António Aleixo, não pára de rir:                           Uma mosca semvalor                                     poisa c’o a mesma alegria