O MINISTÉRIO DAS FINANÇAS ESTÁ A BLOQUEAR A GESTÃO DA ADSE, PREJUDICANDO OS BENEFICÁRIOS PARA ACUMULAR ELEVADOS EXCEDENTES E ASSIM REDUZIR O DÉFICE À CUSTA DOS DESCONTOS DOS TRABALHADORES E DOS APOSENTADOS DA FUNÇÃO PÚBLICA, por EUGÉNIO ROSA

              Eugénio Rosa – membro do Conselho Diretivo da ADSE em representação dos beneficiários … More

O NÚMERO DE MÉDICOS DIMINUI NO SNS EM 800, PRECARIEDADE DISPARA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, E APESAR DOS AUMENTOS DE REMUNERAÇÕES DEVIDO AO “SIADAP”, O PODER DE COMPRA DAS REMUNERAÇÕES BASE AINDA CONTINUA INFERIOR AO DE 2010 EM 10% – por EUGÉNIO ROSA

              Eugénio Rosa – edr2@netcabo.pt – 20-2-2021

AS REMUNERAÇÕES DOS TRABALHADORES DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CONGELADAS MAIS UM ANO, O SEU PODER DE COMPRA INFERIOR AO QUE TINHAM EM 2010, E RECUSA DO DIREITO À ADSE AOS QUE TÊM CONTRATO INDIVIDUAL DE TRABALHO – por EUGÉNIO ROSA

       Eugenio Rosa – edr2@netcabo.pt – 28/11/2020

A REDUÇÃO DO NÚMERO DE TRABALHADORES E DA DESPESA COM PESSOAL NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E A DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS, por EUGÉNIO ROSA

                Eugénio Rosa – economista – 19-9-2020  

O AUMENTO DA REMUNERAÇÃO BASE NAS ADMINISTRAÇÕES PÚBLICAS APÓS A REPOSIÇÃO DOS CORTES FOI APENAS DE 2,8% E VARIOU MUITO POR CATEGORIA E A SUBIDA DA DESPESA COM PESSOAL EM 2019 NÃO FOI 540 MILHÕES € COMO AFIRMA CENTENO MAS SIM 315,7 MILHÕES € – por EUGÉNIO ROSA

Eugénio Rosa, edr2@netcabo.pt – 15-2-2020