O NÚMERO DE MÉDICOS DIMINUI NO SNS EM 800, PRECARIEDADE DISPARA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, E APESAR DOS AUMENTOS DE REMUNERAÇÕES DEVIDO AO “SIADAP”, O PODER DE COMPRA DAS REMUNERAÇÕES BASE AINDA CONTINUA INFERIOR AO DE 2010 EM 10% – por EUGÉNIO ROSA

              Eugénio Rosa – edr2@netcabo.pt – 20-2-2021