IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (112)

PASSEI O DIA ASSIM

.

.

Sinto-me cansado,

Não sei porquê ainda,

Acordei assim,

Logo pela manhã, cansado,

De olhos postos no jardim.

Não é por certo da chuva, que à vida pinta,

Nem das nuvens negras, que olho com gosto, pasmado,

E me adelgaçam a visão quase extinta,

Sinto-me triste, só, acabrunhado,

E acordei cansado,

Não sei porquê ainda,

Sinto-me assim.

-Que se passa afinal?

Pergunta um pensamento marginal.

-Não sei, digo a mim mesmo, qual palavra finda,

Terminando um sentimento ruim,

– Acordei cansado,

Passei o dia assim!

.

.

.

About José Fernando Magalhães

Escrevo e fotografo pelo imenso prazer que daí tiro

4 comments

  1. Pingback: IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (112) | joanvergall

  2. Maria do Carmo Duarte

    Bonito.Tocou-me no coração. Feliz Nata.Bom 2018 com muitos exitos literários e pessoais.Um abraço.

    Liked by 1 person

  3. Rachel Gutiérrez

    Muito bonito o teu spleen, caro José !
    abraço grande e
    FELIZ NATAL !

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: