Posts Tagged: centenário

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

A POESIA AFINAL NEM SERVE PARA NADA! – POBRE SOPHIA – ENTRA NO PANTEÃO E SAI DOS LIVROS ESCOLARES! por clara castilho

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Antes de se saber desta decisão do Ministério de Educação, já corria no facebook “não queremos Sophia no Panteão, queremo-la nos livros!” Foi importante a ida do seu corpo para o Panteão? Pessoalmente…

CTA – 36.º FESTIVAL DE ALMADA – DIA 13: ENCONTROS DA CERCA: (AS PALAVRAS E O MUNDO NA HERANÇA DE PRIMO LEVI)

  DIA 13   Encontros da Cerca: (As palavras e o Mundo na herança de Primo Levi)   No sábado, dia 13 de Julho, o Festival de Almada começa cedo, às 10h, na Casa da Cerca – Centro de Arte

CTA – 36.º FESTIVAL DE ALMADA – DIA 13: ENCONTROS DA CERCA: (AS PALAVRAS E O MUNDO NA HERANÇA DE PRIMO LEVI)

  DIA 13   Encontros da Cerca: (As palavras e o Mundo na herança de Primo Levi)   No sábado, dia 13 de Julho, o Festival de Almada começa cedo, às 10h, na Casa da Cerca – Centro de Arte

ROSA LUXEMBURGO – FOI ASSASSINADA EM 15 de JANEIRO de 1919

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Rosa Luxemburgo (Róża Luksemburg e em alemão Rosa Luxemburg) nasceu na cidade polaca de Zamość no dia 5 de Março de 1871 e foi assassinada em Berlim a 15 de Janeiro de 1919. Economista e…

ROSA LUXEMBURGO – FOI ASSASSINADA EM 15 de JANEIRO de 1919

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
Rosa Luxemburgo (Róża Luksemburg e em alemão Rosa Luxemburg) nasceu na cidade polaca de Zamość no dia 5 de Março de 1871 e foi assassinada em Berlim a 15 de Janeiro de 1919. Economista e…

A NOSSA RÁDIO – PRIMEIRA GRANDE GUERRA – CENTENÁRIO DO ARMISTÍCIO – CANÇÃO “DOIS SOLDADOS”, de JOÃO LÓIO.

  Nota prévia: Para ouvir a canção “Dois Soldados”, de João Lóio, há que aceder à página  https://nossaradio.blogspot.com/2018/11/primeira-grande-guerra-centenario-do.html  e clicar no respectivo “play áudio”.    11 NOVEMBRO 2018   Primeira Grande Guerra: centenário do armistício Capa do CD “Canções de

A NOSSA RÁDIO – PRIMEIRA GRANDE GUERRA – CENTENÁRIO DO ARMISTÍCIO – CANÇÃO “DOIS SOLDADOS”, de JOÃO LÓIO.

  Nota prévia: Para ouvir a canção “Dois Soldados”, de João Lóio, há que aceder à página  https://nossaradio.blogspot.com/2018/11/primeira-grande-guerra-centenario-do.html  e clicar no respectivo “play áudio”.    11 NOVEMBRO 2018   Primeira Grande Guerra: centenário do armistício Capa do CD “Canções de

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
? JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas…

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
? JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas…

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

  JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas da classe dominante e carece de aval

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

  JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas da classe dominante e carece de aval

SINAIS DE FOGO – A GRANDE FARRA. – por Soares Novais

  A tenda está montada. É gigante e nela cabem todos os anjos, serafins e querubins, beatas e beatos, pastorinhos, freiras e frades, velhos e novos padres, cónegos, monsenhores, bispos, arcebispos, cardeais, grandes e pequenos vendilhões. E, claro, o povo

SINAIS DE FOGO – A GRANDE FARRA. – por Soares Novais

  A tenda está montada. É gigante e nela cabem todos os anjos, serafins e querubins, beatas e beatos, pastorinhos, freiras e frades, velhos e novos padres, cónegos, monsenhores, bispos, arcebispos, cardeais, grandes e pequenos vendilhões. E, claro, o povo

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – 16 de Julho – MÁRIO DIONÍSIO – OS PRIMEIROS CEM ANOS

16 de Julho de 2016. Mário Dionísio nasceu há 100 anos. A Casa da Achada quer lembrá-lo todos os dias, não apenas hoje. Mas hoje também. Durante todo o dia, entre as 10h e as 22h, haverá actividades para todos

CASA DA ACHADA – CENTRO MÁRIO DIONÍSIO – 16 de Julho – MÁRIO DIONÍSIO – OS PRIMEIROS CEM ANOS

16 de Julho de 2016. Mário Dionísio nasceu há 100 anos. A Casa da Achada quer lembrá-lo todos os dias, não apenas hoje. Mas hoje também. Durante todo o dia, entre as 10h e as 22h, haverá actividades para todos

COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DA MORTE DE RAMALHO ORTIGÃO – CONVITE

Ramalho Ortigão   Ramalho Ortigão foi um grande escritor Português, nascido no Porto em 24 de Novembro de 1836, e falecido em Lisboa em 27 de Setembro de 1915, pelo que se comemora por estes dias, o centenário da sua

COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DA MORTE DE RAMALHO ORTIGÃO – CONVITE

Ramalho Ortigão   Ramalho Ortigão foi um grande escritor Português, nascido no Porto em 24 de Novembro de 1836, e falecido em Lisboa em 27 de Setembro de 1915, pelo que se comemora por estes dias, o centenário da sua

APE – ACADEMIA LUSÓFONA – CURSO GERAL – CENTENÁRIO DA PUBLICAÇÃO DA REVISTA ORPHEU – 6 de ABRIL, no PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA.

DIVULGAÇÃO CULTURAL _____ SHIP Sociedade Histórica da Independência de Portugal Palácio da Independência Largo de São Domingos, 11 – 1150-320 Lisboa   No âmbito da recém-criada, ACADEMIA LUSÓFONA, inaugurar-se-á no dia 6 de Abril de 2015 o seu CURSO GERAL,

APE – ACADEMIA LUSÓFONA – CURSO GERAL – CENTENÁRIO DA PUBLICAÇÃO DA REVISTA ORPHEU – 6 de ABRIL, no PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA.

DIVULGAÇÃO CULTURAL _____ SHIP Sociedade Histórica da Independência de Portugal Palácio da Independência Largo de São Domingos, 11 – 1150-320 Lisboa   No âmbito da recém-criada, ACADEMIA LUSÓFONA, inaugurar-se-á no dia 6 de Abril de 2015 o seu CURSO GERAL,

APE – CENTENÁRIO DE ORPHEU – FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

DIVULGAÇÃO CULTURAL _____ Centenário de Orpheu Curso e Exposição http://www.100orpheu.com   _________ http://www.apescritores.pt | info@apescritores.pt http://facebook.com/apescritores ( Tel  | (+ 351) 21 397 18 99 6  Fax | (+ 351) 21 397 23 41 + Morada | Rua de S. Domingos à

APE – CENTENÁRIO DE ORPHEU – FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

DIVULGAÇÃO CULTURAL _____ Centenário de Orpheu Curso e Exposição http://www.100orpheu.com   _________ http://www.apescritores.pt | info@apescritores.pt http://facebook.com/apescritores ( Tel  | (+ 351) 21 397 18 99 6  Fax | (+ 351) 21 397 23 41 + Morada | Rua de S. Domingos à

ALBERT CAMUS NASCEU FAZ HOJE CEM ANOS – Por JOÃO MACHADO.

Albert Camus (1913 – 1960) Albert Camus nasceu na Argélia, faz hoje cem anos, numa terra chamada Mondovi, actualmente Dréan.  O pai, trabalhador agrícola, foi morto na batalha do Marne, na Primeira Guerra Mundial. A mãe, de ascendência Espanhola, levou

ALBERT CAMUS NASCEU FAZ HOJE CEM ANOS – Por JOÃO MACHADO.

Albert Camus (1913 – 1960) Albert Camus nasceu na Argélia, faz hoje cem anos, numa terra chamada Mondovi, actualmente Dréan.  O pai, trabalhador agrícola, foi morto na batalha do Marne, na Primeira Guerra Mundial. A mãe, de ascendência Espanhola, levou

SESSÃO EVOCATIVA DO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DO ESCRITOR FAURE DA ROSA, HOJE, NO MUSEU DO NEO-REALISMO, em Vila Franca de Xira

Assinalando o Centenário do Nascimento de Faure da Rosa   Maria Alzira Seixo fala-nos do escritor neorrealista sábado, 16 de fevereiro     Hoje, sábado, 16 de fevereiro, pelas 16h00, no Auditório do Museu do Neo-Realismo, Maria Alzira Seixo fala-nos do

SESSÃO EVOCATIVA DO CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DO ESCRITOR FAURE DA ROSA, HOJE, NO MUSEU DO NEO-REALISMO, em Vila Franca de Xira

Assinalando o Centenário do Nascimento de Faure da Rosa   Maria Alzira Seixo fala-nos do escritor neorrealista sábado, 16 de fevereiro     Hoje, sábado, 16 de fevereiro, pelas 16h00, no Auditório do Museu do Neo-Realismo, Maria Alzira Seixo fala-nos do

MUSEU do NEO-REALISMO – Cinema no âmbito do Centenário de Nascimento de Jorge Amado

Capitães da Areia, de Cecília Amado, é o primeiro de três filmes a exibir no MNR, inspirados na obra do escritor baiano Estreou a 07 de outubro de 2011, no Brasil e será também exibido no Auditório do MNR, no

MUSEU do NEO-REALISMO – Cinema no âmbito do Centenário de Nascimento de Jorge Amado

Capitães da Areia, de Cecília Amado, é o primeiro de três filmes a exibir no MNR, inspirados na obra do escritor baiano Estreou a 07 de outubro de 2011, no Brasil e será também exibido no Auditório do MNR, no