Posts Tagged: salário mínimo

A EVOLUÇÃO DO PODER DE COMPRA DOS TRABALHADORES DO SETOR PRIVADO, A DIMINUIÇÃO DA PRODUTIVIDADE DEVIDO AO INVESTIMENTO PRIVADO E PÚBLICO SER INSUFICIENTE, E O AGRAVAMENTO DAS DESIGUALDADES NA DISTRIBUIÇÃO DA RIQUEZA PRODUZIDA NO PAÍS – por EUGÉNIO ROSA

EM 2 ANOS (2017/2018) O PODER DE COMPRA DA REMUNERAÇÃO LÍQUIDA AUMENTOU APENAS 2,5% (em média 10,5€ por mês) Quadro 1 – Variação das remunerações brutas e líquidas nominais e do poder de compra entre 2017/2019 O ESMAGAMENTO DA REMUNERAÇÃO

SALÁRIOS REAIS DIMINUEM EM PORTUGAL ENTRE 2015 E 2018 SEGUNDO O MINISTÉRIO DO TRABALHO – por EUGÉNIO ROSA

http://gep.msess.gov.pt/estatistica/gerais/be.html Quadro 1 – Evolução da Remuneração Base Mensal e do Ganho Mensal nominais e reais dos trabalhadores portugueses – setor privado- período 2015/2018 A EXPULSÃO PARA O ESTRANGEIRO DOS TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS Quadro 2 – A variação da Remuneração

EDITORIAL – A TSU NO CENTRO DAS ATENÇÕES

O acordo do governo Costa com o patronato sobre a TSU foi claramente um erro grave. Porquê? Por várias razões, a principal é a de que assim António Costa e o seu governo ficam claramente nas mãos do patronato. Está

PORTUGAL – UM PAÍS ONDE O GOVERNO DÁ UM PRÉMIO AOS PATRÕES QUE PAGUEM APENAS O SALÁRIO MÍNIMO – por EUGÉNIO ROSA

  PORTUGAL: um país de pensões e salários mínimos promovido pelos governos     Quem acompanhe o debate no espaço público, fica certamente com a ideia que a politica de rendimentos em Portugal se reduz apenas às pensões baixas (pensões

SINAIS DE FOGO – PATRÕES COMEÇAM ANO COM NOVO SUBSÍDIO – por Soares Novais

  A partir de hoje um milhão de portugueses passa a auferir 557 euros a cada 30 dias de trabalho. Uma fortuna, já se vê, que o presidente dos afectos, beijinhos e selfies, promulgou e o ministro Vieira da Silva

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – CONSERTAÇÃOZÃO SOCIAL

    Estou excitadíssimo e oxalá eu vos consiga comunicar, propagar, entumescer e ensopar dessa minha excitação, ó pessoal de Esquerda, ó meus correligionários e amigos, sempre a apoiarem-me e a aplaudirem-me (coisa rara, eu sei, eu concedo, estava a

REVISTA DA SEMANA por Luís Rocha

Revista da semana De 06/12 a 12/12/2015 ARTIGOS PUBLICADOS 1 – Cimeira do clima 2015 2 – Governo: Plano de Reversões em Curso 3 – O que vai voltar a mudar na Educação 4 – Conselho de Estado. Esquerda pondera

FRATERNIZAR – Cardeal e arcebispo de Braga coincidem – SALÁRIO MÍNIMO DE € 600? DESEJÁVEL, MAS… – O que opinam parece sensato, mas é sádico! – por Mário de Oliveira

    Os bispos portugueses estão preocupados com a possibilidade de o salário mínimo nacional subir gradualmente para os € 600/mês. Não porque ele fique ainda muito aquém das necessidades individuais e familiares de quem trabalha no duro por conta

A QUEBRA NOS SALÁRIOS E NOS RENDIMENTOS NOMINAIS ILÍQUIDOS DAS FAMÍLIAS EM PORTUGAL – por EUGÉNIO ROSA

  A QUEBRA DOS SALÁRIOS E DOS RENDIMENTOS DAS FAMÍLIAS E O AGRAVAMENTO DAS DESIGUALDADES COM O GOVERNO PSD/CDS No nosso livro “Os Números da Desigualdade em Portugal”, publicado já este ano, analisamos o problema das desigualdades em Portugal, na

DEBATE SOBRE DECÊNCIA E SALÁRIO MÍNIMO, DIA 29 DE JANEIRO NO CENTRO DE ESTUDOS SOCIAIS, EM LISBOA, ÀS 18 H

«Ao Estado incumbe assegurar “o estabelecimento e a atualização do salário mínimo nacional, tendo em conta, entre outros fatores, as necessidades dos trabalhadores o aumento do custo de vida, o nível de desenvolvimento das forças produtivas, as exigências da estabilidade

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – COMISSÃO EUROPEIA ATACA AUMENTO DO SALÁRIO MÍNIMO

23 de Dezembro de 2014 Comissão Europeia ataca aumento do salário mínimo | Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis A Comissão Europeia criticou abertamente, num relatório divulgado esta 2ª feira, a subida do valor do salário mínimo em

SMN AUMENTA MENOS QUE A INFLAÇÃO, PATRÕES RECEBEM 23 MILHÕES DE EUROS, E SALÁRIOS E PENSÕES PAGAM MAIS 4 MILHÕES DE IRS – por EUGÉNIO ROSA

SALÁRIO MÍNIMO NACIONAL AUMENTA MENOS QUE INFLAÇÃO, PATRÕES RECEBEM BÓNUS DE 23 MILHÕES €, E TRABALHADORES E PENSIONISTAS PAGAM MAIS 64 MILHÕES € DE IRS O governo, a UGT e associações patronais, em conjunto, anunciaram o aumento do Salário Mínimo

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – SALÁRIO MÍNIMO SOBE PARA 505€, MAS SÃO OS TRABALHADORES QUE PAGAM

Salário mínimo sobe para 505€, mas são os trabalhadores que pagam | Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis 25 de Setembro de 2014 O governo anunciou ontem que a Concertação Social chegou a acordo sobre o aumento do

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – 485 €: O NÚMERO DA VERGONHA É O SALÁRIO DE 400 MIL PESSOAS.

  485€: o número da vergonha é o salário de 400 mil pessoas | Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis Em Portugal o valor do salário mínimo é metade da média dos salários mínimos da europa: 485€, o