IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (135)

.

CONSERVADOS EM SAL-GEMA

.

.

Se me acontece escrever

Pensamentos, ideias, palavras movediças e soltas

E com eles formar versos, e mais tarde um poema

Só eles, os versos, sabem o que me querem dizer,

Que caminho me indicam, que voltas

Que letras devem sair pela tinta da caneta.

.

E, se me acontece vestir como minhas

As palavras dos pensamentos que acabo por escrever

Os escritos que me saem, as palavras de qualquer tema,

As vozes que por mim passeiam sozinhas

Como num sistema de vasos comunicantes, ou outro qualquer

Tornam-se parte de mim,

Cozinhadas em lume brando e conservadas em sal-gema.

.

.

.

About José Fernando Magalhães

Escrevo e fotografo pelo imenso prazer que daí tiro

2 comments

  1. Pingback: IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (135) | joanvergall

  2. Adriano Silva

    Continue! Adorei!

Leave a Reply

%d bloggers like this: