Posts Tagged: bretton woods

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (2ª parte-conclusão). Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (2ª parte-conclusão)  Por Michael Pettis Publicado por  em 5 de outubro de 2014   É já tempo E não

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (2ª parte-conclusão). Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (2ª parte-conclusão)  Por Michael Pettis Publicado por  em 5 de outubro de 2014   É já tempo E não

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (1ª parte). Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (1ª parte)  Por Michael Pettis Publicado por  em 5 de outubro de 2014 O papel do dólar dos EUA

A crítica demolidora de Michael Pettis à teoria e à política económica neoliberal – 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (1ª parte). Por Michael Pettis

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 15. Estamos a começar a ver porque é que a “Carga” é realmente exorbitante (1ª parte)  Por Michael Pettis Publicado por  em 5 de outubro de 2014 O papel do dólar dos EUA

SAÍDA DO EURO – A RESPOSTA DE FRANÇOIS MORIN. UMA PERGUNTA A FAZER.

Formulação das perguntas e tradução dos textos por Júlio Marques Mota A pergunta a fazer Da leitura do texto de François Morin, uma ideia se retira: não há saída para a crise sem uma regulação financeira à escala mundial, sem

SAÍDA DO EURO – A RESPOSTA DE FRANÇOIS MORIN. UMA PERGUNTA A FAZER.

Formulação das perguntas e tradução dos textos por Júlio Marques Mota A pergunta a fazer Da leitura do texto de François Morin, uma ideia se retira: não há saída para a crise sem uma regulação financeira à escala mundial, sem