Posts Tagged: imparidades

SINAIS DE FOGO – “ZÉ” PAGA PERDÂO DO BOLABANK – por Soares Novais

  Há um novo banco em Portugal. É o Bolabank. A nova instituição resulta de uma parceria entre o Novo Banco e o Millennium BCP. O Bolabank é especializado em aumentar as suas “imparidades” com empréstimos de “milhões” às “sad’s”

SINAIS DE FOGO – “ZÉ” PAGA PERDÂO DO BOLABANK – por Soares Novais

  Há um novo banco em Portugal. É o Bolabank. A nova instituição resulta de uma parceria entre o Novo Banco e o Millennium BCP. O Bolabank é especializado em aumentar as suas “imparidades” com empréstimos de “milhões” às “sad’s”

OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS PELOS QUAIS TERÁ DE SER AVALIADA, por EUGÉNIO ROSA – II

(conclusão) … 6. OS INDICADORES DE EFICIÊNCIA E A NECESSIDADE DE NÃO CONTINUAR A SACRIFICAR OS TRABALHADORES DA CGD Um indicador utilizado para medir a eficiência de um banco é o chamado “cost-to-income”, o rácio que se obtém dividindo os

OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS PELOS QUAIS TERÁ DE SER AVALIADA, por EUGÉNIO ROSA – II

(conclusão) … 6. OS INDICADORES DE EFICIÊNCIA E A NECESSIDADE DE NÃO CONTINUAR A SACRIFICAR OS TRABALHADORES DA CGD Um indicador utilizado para medir a eficiência de um banco é o chamado “cost-to-income”, o rácio que se obtém dividindo os

OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS PELOS QUAIS TERÁ DE SER AVALIADA, por EUGÉNIO ROSA – I

  OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DO “BLOCO CENTRAL” DA CGD E AO PRÓPRIO GOVERNO Numa altura em que vai entrar em funções na CGD uma nova administração do “bloco central”, em que o presidente executivo é

OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DA CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS PELOS QUAIS TERÁ DE SER AVALIADA, por EUGÉNIO ROSA – I

  OS DESAFIOS QUE SE COLOCAM À NOVA ADMINISTRAÇÃO DO “BLOCO CENTRAL” DA CGD E AO PRÓPRIO GOVERNO Numa altura em que vai entrar em funções na CGD uma nova administração do “bloco central”, em que o presidente executivo é

EDITORIAL – AS IMPARIDADES NA CAIXA

Quais são os maiores perigos que ameaçam os portugueses? Podem ser enumerados vários, na verdade, mas para quem tenha estado atento nos últimos anos a jornais, televisões, rádios e outros meios de comunicação tira infalivelmente uma, sempre a mesma, conclusão.

EDITORIAL – AS IMPARIDADES NA CAIXA

Quais são os maiores perigos que ameaçam os portugueses? Podem ser enumerados vários, na verdade, mas para quem tenha estado atento nos últimos anos a jornais, televisões, rádios e outros meios de comunicação tira infalivelmente uma, sempre a mesma, conclusão.

O CONTROLO PÚBLICO DA BANCA: UMA QUESTÃO EM DEBATE NO ESPAÇO PÚBLICO – por EUGÉNIO ROSA

CONTROLO PÚBLICO DA BANCA: Por que razão é necessário e que tipo de controlo é indispensável? A banca ocupa um lugar central na concessão de crédito que é vital para o funcionamento de qualquer economia ou sociedade. No entanto, quando

O CONTROLO PÚBLICO DA BANCA: UMA QUESTÃO EM DEBATE NO ESPAÇO PÚBLICO – por EUGÉNIO ROSA

CONTROLO PÚBLICO DA BANCA: Por que razão é necessário e que tipo de controlo é indispensável? A banca ocupa um lugar central na concessão de crédito que é vital para o funcionamento de qualquer economia ou sociedade. No entanto, quando

EDITORIAL –  AS IMPARIDADES PORTUGUESAS

Segundo nos informa o Diário de Notícias, a Segurança Social, isto é, o FEFSS-Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, gerido pelo Instituto de Gestão de Fundos de Capitalização da Segurança Social (desculpem se o nome não vai bem escrito)

EDITORIAL –  AS IMPARIDADES PORTUGUESAS

Segundo nos informa o Diário de Notícias, a Segurança Social, isto é, o FEFSS-Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social, gerido pelo Instituto de Gestão de Fundos de Capitalização da Segurança Social (desculpem se o nome não vai bem escrito)

CRÉDITO À ECONOMIA CONTINUA A CAIR E AS “IMPARIDADES” A AUMENTAR – por EUGÉNIO ROSA

A SITUAÇÃO ATUAL DA BANCA EM PORTUGAL E A MÁ GESTÃO QUE CONTINUA A IMPERAR A implosão do grupo BES/GES e o inquérito parlamentar realizado permitiu aos portugueses ficarem a conhecer a banca por dentro e muitas das suas práticas, assim

CRÉDITO À ECONOMIA CONTINUA A CAIR E AS “IMPARIDADES” A AUMENTAR – por EUGÉNIO ROSA

A SITUAÇÃO ATUAL DA BANCA EM PORTUGAL E A MÁ GESTÃO QUE CONTINUA A IMPERAR A implosão do grupo BES/GES e o inquérito parlamentar realizado permitiu aos portugueses ficarem a conhecer a banca por dentro e muitas das suas práticas, assim