Posts Tagged: josé régio

UMA CARTA DO PORTO – Por José Fernando Magalhães (317)

  CAMINHOS DE SANTIAGO Os Caminhos do Norte e a gastronomia *   Podemos dizer que os Caminhos de Santiago começam e seguem onde e por onde o peregrino quiser, podendo variar ao sabor da vontade própria ou à dos

EVOCAÇÃO DOS 50 ANOS DA MORTE DE JOSÉ RÉGIO

Exposições, espectáculos, conferências e reedições de livros vão evocar os 50 anos da morte de José Régio, numa programação que pretende também aumentar o reconhecimento da importância deste escritor, nomeadamente ao nível dos currículos escolares, foi hoje anunciado. José Régio,

AMIGOS DO CONCELHO DE AVIZ – ESCRITOS E ESCRITORES – AMANHÃ, SEXTA-FEIRA, 27 de OUTUBRO – ISABEL RICARDO, a partir das 9.30 na ESCOLA MESTRE DE AVIZ – ISABEL RISQUES sobre JOSÉ RÉGIO, na BIBLIOTECA MUNICIPAL JOSÉ SARAMAGO, às 21.30.

DIA MUNDIAL DA POESIA – INATEL – HOJE, 21 de MARÇO de 2016, HOMENAGEM A JOSÉ RÉGIO EM PORTALEGRE – a partir das 16.30, na PRAÇA DA REPÚBLICA e no CAFÉ CONCERTO do CAEP.

Ler mais no comunicado do INATEL em: http://www.inatel.pt/content.aspx?menuid=1064&eid=2704

O FADO E A POESIA PORTUGUESA – por Carlos Loures

  Já temos falado no Estrolabio da história do fado e das suas nebulosas origens – Segundo a versão mais consensual, seria inspirado no lundum dançado pelos escravos africanos, terá vindo do Brasil quando a corte regressou a Lisboa. Há

TOADA DE PORTALEGRE, de JOSÉ RÉGIO

                          *** João Villaret declama a Toada de Portalegre Obrigado a Vasco Marques e ao Youtube *** Obrigado ao Paulo Rato pela ajuda preciosa que deu para este post. ***  

ROMANCE DE VILA DO CONDE, de JOSÉ RÉGIO

  Romance de Vila do Conde, de José Régio         Vila do Conde, espraiada Entre pinhais, rio e mar! – Lembra-me Vila do Conde, Já me ponho a suspirar. Vento Norte, ai vento norte, Ventinho da beira-mar,

NESTE DIA… Em 17 de Setembro de 1901, nasceu José Régio.

  José Régio nasceu em Vila do Conde no dia 17 de Setembro de 1901 (José Régio foi o pseudónimo literário de José Maria dos Reis Pereira). Licenciou-se em Coimbra em Filologia Românica, com uma tese em que estudava as

POESIA AO AMANHECER – 211 – por Manuel Simões

JOSÉ RÉGIO (1901 – 1969) ROMANCE DE VILA DO CONDE (fragmento) Vila do Conde, espraiada Entre pinhais, rio e mar… – Lembra-me Vila do Conde, Já me ponho a suspirar. Vento norte, ai vento norte, Ventinho da beira-mar, Vento de

JORGE DE SENA – CONCLUSÃO

Breve biografia – IV parte – Estados Unidos e últimos anos No Brasil em Março de 1964 instaurou-se uma ditadura militar – os fatídicos «anos de chumbo». Jorge de Sena saíra de Portugal para se furtar às prepotências do salazarismo. No Brasil agora a

FADO E POESIA – por Carlos Loures

Já temos falado na história do fado e das suas nebulosas origens – Segundo a versão mais consensual, seria inspirado no lundum dançado pelos escravos africanos, terá vindo do Brasil quando a corte regressou a Lisboa. Há quem lhe atribua