Posts Tagged: Cidadania

LAREDO ASSOCIAÇÃO CULTURAL – MENSAGEM

    A dádiva mais preciosa é a tua atenção, lendo esta mensagem e reparando no que procuramos criar e partilhar. Saber que contámos com isso já é um estímulo importante, que agradecemos. Somos Laredo Associação Cultural – relatório de

LAREDO ASSOCIAÇÃO CULTURAL – MENSAGEM

    A dádiva mais preciosa é a tua atenção, lendo esta mensagem e reparando no que procuramos criar e partilhar. Saber que contámos com isso já é um estímulo importante, que agradecemos. Somos Laredo Associação Cultural – relatório de

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA – II – PROPOSTA MÍNIMA – por ANTÓNIO GOMES MARQUES

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA por António Gomes Marques (conclusão) II – Proposta Mínima   O homem, até por uma questão de sobrevivência, sempre teve necessidade de dominar a natureza. Desta necessidade terão nascido os rituais de celebração

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA – II – PROPOSTA MÍNIMA – por ANTÓNIO GOMES MARQUES

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA por António Gomes Marques (conclusão) II – Proposta Mínima   O homem, até por uma questão de sobrevivência, sempre teve necessidade de dominar a natureza. Desta necessidade terão nascido os rituais de celebração

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA – I – ENQUADRAMENTO – por ANTÓNIO GOMES MARQUES

  DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA   por António Gomes Marques   I – Enquadramento   A geração nascida logo após ter terminado a Segunda Guerra Mundial, a que pertenço, não iria ter a vida sonhada por

DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA – I – ENQUADRAMENTO – por ANTÓNIO GOMES MARQUES

  DO TEATRO DE AMADORES AO EXERCÍCIO DA CIDADANIA   por António Gomes Marques   I – Enquadramento   A geração nascida logo após ter terminado a Segunda Guerra Mundial, a que pertenço, não iria ter a vida sonhada por

UM LIVRO QUE DISCUTE POLÍTICA COM CRIANÇAS

Depois de trabalho em oficinas com crianças em São Paulo e Ouro Preto, a Companhia das Letrinhas fez desse trabalho uma edição, em papel e on-line (gratuita disponível para download ). Quem manda aqui? é um livro sobre política feito com crianças para crianças. Desde a infância,

UM LIVRO QUE DISCUTE POLÍTICA COM CRIANÇAS

Depois de trabalho em oficinas com crianças em São Paulo e Ouro Preto, a Companhia das Letrinhas fez desse trabalho uma edição, em papel e on-line (gratuita disponível para download ). Quem manda aqui? é um livro sobre política feito com crianças para crianças. Desde a infância,

Els arguments de la defecció i les “fashion dictatorships”

És si més no curiosa, o a mi m’ho sembla, la persistència humana a insistir en valors i conviccions que no s’adiuen gaire amb la nostra manera de viure quotidiana i que els nostres comportaments desmenteixen amb una freqüència que

Els arguments de la defecció i les “fashion dictatorships”

És si més no curiosa, o a mi m’ho sembla, la persistència humana a insistir en valors i conviccions que no s’adiuen gaire amb la nostra manera de viure quotidiana i que els nostres comportaments desmenteixen amb una freqüència que

SINAIS DE FOGO – O EXEMPLO DE PONTE DA BARCA E A CONDECORAÇÃO DE MARCELO – por Soares Novais

1 – Digo-o já para que não restem dúvidas: não conheço nenhum dos membros do executivo da Câmara Municipal de Ponte da Barca. Como cidadão e como jornalista nunca a minha vida se cruzou com a de António Vassalo Abreu

SINAIS DE FOGO – O EXEMPLO DE PONTE DA BARCA E A CONDECORAÇÃO DE MARCELO – por Soares Novais

1 – Digo-o já para que não restem dúvidas: não conheço nenhum dos membros do executivo da Câmara Municipal de Ponte da Barca. Como cidadão e como jornalista nunca a minha vida se cruzou com a de António Vassalo Abreu

REVISTA DA SEMANA por Luís Rocha

Revista da semana De 27/09 a 03/10/2015 APELO AO VOTO Há hora de publicação desta “Revista da Semana” estão a meio da manhã do dia de eleições legislativas em Portugal. Dada a importância do momento faço o apelo, a quem

REVISTA DA SEMANA por Luís Rocha

Revista da semana De 27/09 a 03/10/2015 APELO AO VOTO Há hora de publicação desta “Revista da Semana” estão a meio da manhã do dia de eleições legislativas em Portugal. Dada a importância do momento faço o apelo, a quem

UMA OUTRA MANEIRA DE OLHAR CHAMADA EXCLUSÃO – II por Luísa Lobão Moniz

II Estamos em “crise” e por isso, diz-se, as mães estão mais agressivas com os filhos, os pais mais desesperados porque estão desempregados. Segundo o Jornal Público de 12 de Agosto o presidente da CNPCJR, Dr. Armando Leandro, “ adiantou,

UMA OUTRA MANEIRA DE OLHAR CHAMADA EXCLUSÃO – II por Luísa Lobão Moniz

II Estamos em “crise” e por isso, diz-se, as mães estão mais agressivas com os filhos, os pais mais desesperados porque estão desempregados. Segundo o Jornal Público de 12 de Agosto o presidente da CNPCJR, Dr. Armando Leandro, “ adiantou,

UMA OUTRA MANEIRA DE OLHAR A EXCLUSÃO por LUÍSA Lobão Moniz

Já não há palavras para descrever o que se passa na Educação de um país que abriu as portas da escola a todas as crianças, independentemente de crenças religiosas, origens étnicas, estatuto social, comportamento. Foi um longo caminho em que

UMA OUTRA MANEIRA DE OLHAR A EXCLUSÃO por LUÍSA Lobão Moniz

Já não há palavras para descrever o que se passa na Educação de um país que abriu as portas da escola a todas as crianças, independentemente de crenças religiosas, origens étnicas, estatuto social, comportamento. Foi um longo caminho em que