Posts Tagged: Lei Paz-Andrade

A GALIZA COMO TAREFA – cartas – Ernesto V. Souza

Escrevemos cartas, artigos de opinião, criticamos, protestamos, fazemos comentários nos jornais, postamos, rascunhamos notas nas redes sociais. Mas nada. A resposta é sempre a mesma e nenhuma. Tudo o mais apanhamos desprezo crispado e irritação dalguns mais fanáticos, ou dos

A GALIZA COMO TAREFA – cartas – Ernesto V. Souza

Escrevemos cartas, artigos de opinião, criticamos, protestamos, fazemos comentários nos jornais, postamos, rascunhamos notas nas redes sociais. Mas nada. A resposta é sempre a mesma e nenhuma. Tudo o mais apanhamos desprezo crispado e irritação dalguns mais fanáticos, ou dos

A GALIZA COMO TAREFA – oblomovismo – Ernesto V. Souza

Em 1859, Ivan Alexandrovitch Gontcharov, após uma década de escrita, publicou Oblomov, esse genial romance que figura entre os maiores clássicos da literatura e no que perfilou a legendária personagem que lhe dá nome. A história gira arredor da figura

A GALIZA COMO TAREFA – oblomovismo – Ernesto V. Souza

Em 1859, Ivan Alexandrovitch Gontcharov, após uma década de escrita, publicou Oblomov, esse genial romance que figura entre os maiores clássicos da literatura e no que perfilou a legendária personagem que lhe dá nome. A história gira arredor da figura

A GALIZA COMO TAREFA – Português, Portugal na campanha eleitoral galega – Ernesto V. Souza

Imperceptivelmente, mas nem tanto, a aprovação unânime pelo Parlamento da Galiza da Lei Paz Andrade, foi provocando pequenas mudanças no discurso dos principais partidos políticos galegos, até o ponto que o ensino da língua portuguesa e as relações com Portugal e

A GALIZA COMO TAREFA – Português, Portugal na campanha eleitoral galega – Ernesto V. Souza

Imperceptivelmente, mas nem tanto, a aprovação unânime pelo Parlamento da Galiza da Lei Paz Andrade, foi provocando pequenas mudanças no discurso dos principais partidos políticos galegos, até o ponto que o ensino da língua portuguesa e as relações com Portugal e

A GALIZA COMO TAREFA – quando a ordem altera o produto – Ernesto V. Souza

Durante os últimos 25 ou 30 anos assistimos a uma impossível operação de adição mediante a qual – sob ideia demorante de “consenso” – se chamava uma e outra vez a “necessidade” do reintegracionismo vir somar forças com o isolacionismo.

A GALIZA COMO TAREFA – quando a ordem altera o produto – Ernesto V. Souza

Durante os últimos 25 ou 30 anos assistimos a uma impossível operação de adição mediante a qual – sob ideia demorante de “consenso” – se chamava uma e outra vez a “necessidade” do reintegracionismo vir somar forças com o isolacionismo.

A GALIZA COMO TAREFA –Portas que se abrem- por Ernesto V. Sousa

Espírito prático e prodigioso trabalhador uma vez empreendia um caminho, Valentim Paz-Andrade, deixou em ensaio, publicado em 1959 em castelhano pelo Centro galego de Buenos Aires, e com capa do genial Luís Seoane, uma descrição da Galiza e um projeto

A GALIZA COMO TAREFA –Portas que se abrem- por Ernesto V. Sousa

Espírito prático e prodigioso trabalhador uma vez empreendia um caminho, Valentim Paz-Andrade, deixou em ensaio, publicado em 1959 em castelhano pelo Centro galego de Buenos Aires, e com capa do genial Luís Seoane, uma descrição da Galiza e um projeto