Posts Tagged: redes sociais

CARTA DE BRAGA – “Onde morrem os pássaros?” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

        Baudelaire dizia que o poeta pode ser qualquer coisa, menos não ser contemporâneo, porque ser contemporâneo é olhar o que se passa em volta e saber contá-lo! Creio que a contemporaneidade talvez resida nisto, na convivência

CARTA DE BRAGA – “Onde morrem os pássaros?” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

        Baudelaire dizia que o poeta pode ser qualquer coisa, menos não ser contemporâneo, porque ser contemporâneo é olhar o que se passa em volta e saber contá-lo! Creio que a contemporaneidade talvez resida nisto, na convivência

CARTA DE BRAGA – De Redes, de Livros, de Botões e com Scott Fitzgerald – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      Não estou a pensar em sair deste país, tanto mais que a roda da Fortuna teima em não querer responder aos meus investimentos nos balcões da Santa Casa. De qualquer maneira, tal intenção ainda mais se reforçou

CARTA DE BRAGA – De Redes, de Livros, de Botões e com Scott Fitzgerald – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      Não estou a pensar em sair deste país, tanto mais que a roda da Fortuna teima em não querer responder aos meus investimentos nos balcões da Santa Casa. De qualquer maneira, tal intenção ainda mais se reforçou

CARTA DE BRAGA – “atenção aos semáforos!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Estamos a viver tempos de risco em que se procura a melhor segurança que se possa instalar, tanto interior ou exteriormente, por se ter a noção de um futuro incerto e absolutamente incompreensível. Olha-se em volta e damos

CARTA DE BRAGA – “atenção aos semáforos!” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Estamos a viver tempos de risco em que se procura a melhor segurança que se possa instalar, tanto interior ou exteriormente, por se ter a noção de um futuro incerto e absolutamente incompreensível. Olha-se em volta e damos

O FACEBOOK TORNAR-SE-Á MAIS PODEROSO QUE A NSA EM MENOS DE 10 ANOS – A MENOS QUE O PAREMOS – por NAFEEZ AHMED

Selecção e tradução de Júlio Marques MotaO Facebook tornar-se-á mais poderoso que a NSA em menos de 10 anos – a menos que o paremos O que é que a NATO, as empresas militares privadas, os gigantes fabricantes de armas,

O FACEBOOK TORNAR-SE-Á MAIS PODEROSO QUE A NSA EM MENOS DE 10 ANOS – A MENOS QUE O PAREMOS – por NAFEEZ AHMED

Selecção e tradução de Júlio Marques MotaO Facebook tornar-se-á mais poderoso que a NSA em menos de 10 anos – a menos que o paremos O que é que a NATO, as empresas militares privadas, os gigantes fabricantes de armas,

PORQUE É QUE AS REDES SOCIAIS ESTÃO A DAR CABO DA DEMOCRACIA, por UMAIR HAQUE

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Porque é que as redes sociais estão a dar cabo da Democracia Três lições acerca do último fiasco de Facebook   Why Social Media is Blowing Up Democracy – Three Lessons From

PORQUE É QUE AS REDES SOCIAIS ESTÃO A DAR CABO DA DEMOCRACIA, por UMAIR HAQUE

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Porque é que as redes sociais estão a dar cabo da Democracia Três lições acerca do último fiasco de Facebook   Why Social Media is Blowing Up Democracy – Three Lessons From

A INTRODUÇÃO DE JÚLIO MARQUES MOTA A UMA NOVA SÉRIE SOBRE A GUERRA FRIA EM CURSO QUE PODE PASSAR RAPIDAMENTE A QUENTE

Um amigo meu mandou-me o seguinte excerto de texto: “A Grã-Bretanha está apanhada por um frenesim mediático  por causa do recente envenenamento do antigo coronel russo Sergei Skripal e da sua filha em Salisbury, Inglaterra. O primeiro-ministro britânico, Theresa May,

A INTRODUÇÃO DE JÚLIO MARQUES MOTA A UMA NOVA SÉRIE SOBRE A GUERRA FRIA EM CURSO QUE PODE PASSAR RAPIDAMENTE A QUENTE

Um amigo meu mandou-me o seguinte excerto de texto: “A Grã-Bretanha está apanhada por um frenesim mediático  por causa do recente envenenamento do antigo coronel russo Sergei Skripal e da sua filha em Salisbury, Inglaterra. O primeiro-ministro britânico, Theresa May,

CARTA DE BRAGA – “OS CORNOS DO CROISSANT” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      Esta Carta deveria ter saído ontem, mas decidi não violentar os imponderáveis sustentáculos do passar dos dias. Também tinha pensado numas palavras acerca das clementinas declarações sobre recasamentos, mas atendendo à época e para que não houvesse

CARTA DE BRAGA – “OS CORNOS DO CROISSANT” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

      Esta Carta deveria ter saído ontem, mas decidi não violentar os imponderáveis sustentáculos do passar dos dias. Também tinha pensado numas palavras acerca das clementinas declarações sobre recasamentos, mas atendendo à época e para que não houvesse

CARTA DE BRAGA – REDES E OUTRAS COISAS AMARGOSAS – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Num dia da semana passada empanquei em duas notícias na primeira página de um jornal diário! Na primeira, isto pela ordem em que os meus olhos as viram, o ministro Santos Silva afirma que, o risco de os

CARTA DE BRAGA – REDES E OUTRAS COISAS AMARGOSAS – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Num dia da semana passada empanquei em duas notícias na primeira página de um jornal diário! Na primeira, isto pela ordem em que os meus olhos as viram, o ministro Santos Silva afirma que, o risco de os

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – REDES SOCIAIS

    Gostava de ser alienígena. De um outro planeta qualquer (melhor que este, evidentemente) e poder observar – como quem observa moluscos ou quaisquer outros seres inferiores, na escala biológica – esta curiosa e incompreensível raça superior (como a

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – REDES SOCIAIS

    Gostava de ser alienígena. De um outro planeta qualquer (melhor que este, evidentemente) e poder observar – como quem observa moluscos ou quaisquer outros seres inferiores, na escala biológica – esta curiosa e incompreensível raça superior (como a

A GALIZA COMO TAREFA – as modernas velhas redes – Ernesto V. Souza

Aos poucos a Galiza vai espreguiçando-se do seu sono histórico. E os galegos, com toda a sua antiga e longa história, parece que só se estão a tornar visíveis, nestes tempos de já-e-depois-da-modernidade, ou de depois mesmo do Nunca mais.

A GALIZA COMO TAREFA – as modernas velhas redes – Ernesto V. Souza

Aos poucos a Galiza vai espreguiçando-se do seu sono histórico. E os galegos, com toda a sua antiga e longa história, parece que só se estão a tornar visíveis, nestes tempos de já-e-depois-da-modernidade, ou de depois mesmo do Nunca mais.

“CARTA À PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF SOBRE O ACORDO COM O FACEBOOK”, por GABRIEL GALLI

OBRIGADO A IBIDEM, SOFTWARE LIVRE BRASIL E A GABRIEL GALLI. E também a BARÃO DE ITARARÉ e ASSOCIAÇÃO PARANÁBLOGS “Carta à Presidenta Dilma Rousseff sobre o acordo com o Facebook” – PSL Brasil “Na tarde desta quarta-feira (22), foi entregue à

“CARTA À PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF SOBRE O ACORDO COM O FACEBOOK”, por GABRIEL GALLI

OBRIGADO A IBIDEM, SOFTWARE LIVRE BRASIL E A GABRIEL GALLI. E também a BARÃO DE ITARARÉ e ASSOCIAÇÃO PARANÁBLOGS “Carta à Presidenta Dilma Rousseff sobre o acordo com o Facebook” – PSL Brasil “Na tarde desta quarta-feira (22), foi entregue à

AS BOAS IDEIAS E A ESTUPIDEZ INFINITA OU CONTROVÉRSIAS SOBRE AS REDES SOCIAIS – I por Maria Helena Martins

Especulando                          Cyro Martins, escritor e médico psicanalista brasileiro, dizia que, ao longo da vida, somos capazes de ter não mais que duas  ou três boas ideias; importante é saber aproveitá-las. Sua experiência humanística, moldada na capacidade de observar o mundo

AS BOAS IDEIAS E A ESTUPIDEZ INFINITA OU CONTROVÉRSIAS SOBRE AS REDES SOCIAIS – I por Maria Helena Martins

Especulando                          Cyro Martins, escritor e médico psicanalista brasileiro, dizia que, ao longo da vida, somos capazes de ter não mais que duas  ou três boas ideias; importante é saber aproveitá-las. Sua experiência humanística, moldada na capacidade de observar o mundo

EDITORIAL – A CENSURA EXERCIDA PELO PODER

  A liberdade de expressão é um dos pilares fundamentais das sociedades democráticas.  Há a possibilidade de queixa por crime de difamação ou pedidos de indemnização cível por ofensa ao bom nome. Consideramo-la um valor colectivo. A censura e a

EDITORIAL – A CENSURA EXERCIDA PELO PODER

  A liberdade de expressão é um dos pilares fundamentais das sociedades democráticas.  Há a possibilidade de queixa por crime de difamação ou pedidos de indemnização cível por ofensa ao bom nome. Consideramo-la um valor colectivo. A censura e a

“JÁ TE PODES MATAR?” PERGUNTARAM NA REDE SOCIAL. E ELA MATOU-SE por clara castilho

Ontem falámos do projecto + Contigo do Plano Nacional de Prevenção do Suicídio 2013-2017, a decorrer nalgumas escolas. A este propósito falemos de duas adolescentes e o que lhes aconteceu. Uma inglesa e outra portuguesa. A primeira, de seu nome Hannah

“JÁ TE PODES MATAR?” PERGUNTARAM NA REDE SOCIAL. E ELA MATOU-SE por clara castilho

Ontem falámos do projecto + Contigo do Plano Nacional de Prevenção do Suicídio 2013-2017, a decorrer nalgumas escolas. A este propósito falemos de duas adolescentes e o que lhes aconteceu. Uma inglesa e outra portuguesa. A primeira, de seu nome Hannah