Posts Tagged: ética

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XXII – O CUSTO DE NADA FAZER OU DE NÃO O FAZER BEM – uma carta de GIUSEPPE IMBALZANO

  I COSTI DEL NON FARE O DEL NON FARE BENE, del dr Giuseppe Imbalzano L’Italia e il Mondo, 19 de Março de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota O Dr. Giuseppe Imbalzano leu o meu artigo sobre

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XXI – EPIDEMIA CORONAVIRUS, DUAS ABORDAGENS ESTRATÉGICAS EM CONFRONTO, por ROBERTO BUFFAGNI

  Epidemia coronavirus: due approcci strategici a confronto, por Roberto Buffagni L’Italia e il Mondo, 14 de Março de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota     Proponho uma hipótese relativa aos diferentes estilos estratégicos de gestão de

A LÓGICA NEOLIBERAL E O DIREITO À INDIGNAÇÃO, por JÚLIO MARQUES MOTA

Quatro exemplos que espelham a forma de pensar de  diversas instituições da sociedade civil e que muito me indignaram. 1º exemplo No dia 3 de Março, o  jornal inglês The Telegraph escreve, pela mão de Jeremy Warner o seguinte: Usando

LANÇAMENTO de “ÉTICA E POLÍTICA NO NASCIMENTO DA MODERNIDADE”, de JOAQUIM JORGE VEIGUINHA – HOJE, TERÇA-FEIRA, 3 de DEZEMBRO, às 17 horas, no SINDICATO DOS PROFESSORES da GRANDE LISBOA, Rua FIALHO DE ALMEIDA, 3, LISBOA

Para ler sobre a obra e o autor clique em: https://www.ancora-editora.pt/pt/detalhe-do-livro/tica-e-poltica-no-nascimento-da-modernidade https://www.ancora-editora.pt/pt/autores/joaquim-jorge-veiguinha-5d35a1e1bda28

TEXTOS DE FILOSOFIA DEDICADOS À MINHA NETA ALÍCIA – selecção e tradução de JÚLIO MARQUES MOTA – TEXTO 3. QUATRO FRUTOS DA FILOSOFIA, de RACHEL ANNE WILLIAMS

Rachel Anne Williams, Four fruits of Philosophy Medium.com, 12 de Abril de 2018   Alguns cientistas de elevado renome dizem-nos que a filosofia é inútil – apresentamos aqui quatro razões pelas quais a filosofia ainda é importante source: wikicommons Está

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 9. O que significará para a Europa o corte na ‘Quantitative Easing’? Entrevista a Heiner Flassbeck.

Seleção de Júlio Marques Mota, tradução de Francisco Tavares   9. O que significará para a Europa o corte na ‘Quantitative Easing’? Entrevista a Heiner Flassbeck conduzida por Sharmini Peries do The Real News Network em 1 de Novembro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (2ª parte-conclusão), por Júlio Marques Mota

8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (2ª parte-conclusão) De Blanchard, a Constâncio, a Vítor Gaspar, a mesma mistificação para tudo poder ficar na mesma. Por Júlio Marques Mota em 31 de outubro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (1ª parte), por Júlio Marques Mota

8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (1ª parte) De Blanchard, a Constâncio, a Vítor Gaspar, a mesma mistificação para tudo poder ficar na mesma. Por Júlio Marques Mota em 31 de outubro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 7. A franqueza dos banqueiros centrais tarda a ouvir-se. Por James Grant

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota    7. A franqueza dos banqueiros centrais tarda a ouvir-se  Por James Grant (*), em julho de 2017   __________________________________________________________________________________________ Quando é que alguém já ouviu os mandarins falarem claramente acerca da política

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 6. Crescimento: boom ou bolha? Por Jean-Luc Gréau

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota    6. Crescimento: boom ou bolha?     Por Jean-Luc Gréau (*)   em 24 de outubro de 2017 Em todo o mundo, o crescimento vai bem, muito bem mesmo, dopado por políticas monetárias

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 5 – O sistema financeiro é uma fraude absoluta(3ª parte-conclusão), por Paul Hellyer.

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. O sistema financeiro é uma fraude absoluta (3ª parte-conclusão)     Por Paul Hellyer(*), em fevereiro de 2011    (3ª parte-conclusão) A profissão de economista O que é que tudo isto nos

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 5 – O sistema financeiro é uma fraude absoluta(2ª parte), por Paul Hellyer.

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. O sistema financeiro é uma fraude absoluta     Por Paul Hellyer(*), em fevereiro de 2011  (2ª parte) Catástrofes futuras Um sistema global onde todo o dinheiro é criado sob a forma

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 5 – O sistema financeiro é uma fraude absoluta(1ª parte), por Paul Hellyer.

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. O sistema financeiro é uma fraude absoluta (1ª parte)     Por Paul Hellyer(*), em fevereiro de 2011     Uma opinião sobre os economistas emitida em 2011  “O que é que tudo

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 4 – O euro e o princípio da autoridade, por Roberto Perotti

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota     4. O euro e o princípio da autoridade      Por Roberto Perotti (*) Publicado por lavoce.info em 12 de maio de2017 O princípio da autoridade nunca é um argumento convincente,

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 2 – O FMI e o multiplicador da Grécia. Por Alberto Bagnai

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 2. O FMI e o multiplicador da Grécia     Por Alberto Bagnai (*) Publicado por goofynomics.blogspot em 1 de abril de 2015 A economia existe porque há trocas, cada troca supõe a