Posts Tagged: cortes na saúde

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLIV – SERÁ QUE A PANDEMIA DE COVID-19 PORÁ UM FIM A TRÊS DÉCADAS DE AUSTERIDADE HOSPITALAR? – por IVAN DU ROY e RACHEL KNAEBEL

  La pandémie de Covid-19 va-t-elle mettre fin à trois décennies d’austérité imposée à l’hôpital?, por Ivan du Roy e Rachel Knaebel Bastamag.net, 13 de Março de 2020 Selecção e interpretação de Júlio Marques Mota   O governo Macron não

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLIV – SERÁ QUE A PANDEMIA DE COVID-19 PORÁ UM FIM A TRÊS DÉCADAS DE AUSTERIDADE HOSPITALAR? – por IVAN DU ROY e RACHEL KNAEBEL

  La pandémie de Covid-19 va-t-elle mettre fin à trois décennies d’austérité imposée à l’hôpital?, por Ivan du Roy e Rachel Knaebel Bastamag.net, 13 de Março de 2020 Selecção e interpretação de Júlio Marques Mota   O governo Macron não

A DESPESA PÚBLICA COM A SAÚDE EM PORTUGAL É MUITO INFERIOR À MÉDIA DOS PAÍSES DA OCDE E O FOSSO AUMENTOU – por EUGÉNIO ROSA.

O FOSSO ENTRE PORTUGAL E OS PAÍSES DA OCDE NA DESPESA DE SAÚDE POR HABITANTE AGRAVOU-SE, A COMPARTICIPAÇÃO DO ESTADO NAS DESPESAS DE SAÚDE DIMINUIU, E AUMENTOU OS CUSTOS DE SAÚDE SUPORTADOS DIRETAMENTE PELA POPULAÇÃO Apesar de no estudo anterior

A DESPESA PÚBLICA COM A SAÚDE EM PORTUGAL É MUITO INFERIOR À MÉDIA DOS PAÍSES DA OCDE E O FOSSO AUMENTOU – por EUGÉNIO ROSA.

O FOSSO ENTRE PORTUGAL E OS PAÍSES DA OCDE NA DESPESA DE SAÚDE POR HABITANTE AGRAVOU-SE, A COMPARTICIPAÇÃO DO ESTADO NAS DESPESAS DE SAÚDE DIMINUIU, E AUMENTOU OS CUSTOS DE SAÚDE SUPORTADOS DIRETAMENTE PELA POPULAÇÃO Apesar de no estudo anterior

FNAM – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS – COMUNICADO

  FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS   COMUNICADO   O Governo e o seu ministro da saúde desencadeiam o mais violento ataque para destruir o SNS!!!   O Governo e o seu Ministério da Saúde publicaram uma portaria (nº 82/2014) a

FNAM – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS – COMUNICADO

  FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS   COMUNICADO   O Governo e o seu ministro da saúde desencadeiam o mais violento ataque para destruir o SNS!!!   O Governo e o seu Ministério da Saúde publicaram uma portaria (nº 82/2014) a

A DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (SNS) EM PORTUGAL – por EUGÉNIO ROSA – II

(conclusão) O AGRAVAMENTO DA SITUAÇÃO DA SAÚDE EM PORTUGAL APÓS 2011 A partir de 2011, a situação da saúde em Portugal agravou-se ainda mais devido aos cortes brutais feitos na despesa pública com a saúde e devido também à quebra

A DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (SNS) EM PORTUGAL – por EUGÉNIO ROSA – II

(conclusão) O AGRAVAMENTO DA SITUAÇÃO DA SAÚDE EM PORTUGAL APÓS 2011 A partir de 2011, a situação da saúde em Portugal agravou-se ainda mais devido aos cortes brutais feitos na despesa pública com a saúde e devido também à quebra

A DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (SNS) EM PORTUGAL – por EUGÉNIO ROSA – I

O ESTRANGULAMENTO FINANCEIRO DO SNS E A DEGRADAÇÃO INEVITÁVEL DA SAÚDE EM PORTUGAL EM 2014 A OCDE acabou de divulgar o “Panorama da saúde em 2013- Indicadores da OCDE”, do qual retiramos o gráfico 1 que mostra a despesa com

A DEGRADAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SAÚDE (SNS) EM PORTUGAL – por EUGÉNIO ROSA – I

O ESTRANGULAMENTO FINANCEIRO DO SNS E A DEGRADAÇÃO INEVITÁVEL DA SAÚDE EM PORTUGAL EM 2014 A OCDE acabou de divulgar o “Panorama da saúde em 2013- Indicadores da OCDE”, do qual retiramos o gráfico 1 que mostra a despesa com

PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – EPIDEMIA DA AUSTERIDADE – CORTES NA SAÚDE FAZEM DISPARAR A MORTALIDADE

“O caso curioso de mais 600 mortos por semana” é o título do artigo científico publicado pelo investigador científico e jornalista Nigel Hawkes no British Medical Journal a 9 de Agosto. Refere-se ao número de mortes acrescidas em 2013 para

PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – EPIDEMIA DA AUSTERIDADE – CORTES NA SAÚDE FAZEM DISPARAR A MORTALIDADE

“O caso curioso de mais 600 mortos por semana” é o título do artigo científico publicado pelo investigador científico e jornalista Nigel Hawkes no British Medical Journal a 9 de Agosto. Refere-se ao número de mortes acrescidas em 2013 para