Posts Tagged: estado social

CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – XLIV – SERÁ QUE A PANDEMIA DE COVID-19 PORÁ UM FIM A TRÊS DÉCADAS DE AUSTERIDADE HOSPITALAR? – por IVAN DU ROY e RACHEL KNAEBEL

  La pandémie de Covid-19 va-t-elle mettre fin à trois décennies d’austérité imposée à l’hôpital?, por Ivan du Roy e Rachel Knaebel Bastamag.net, 13 de Março de 2020 Selecção e interpretação de Júlio Marques Mota   O governo Macron não

Uma visão muito clara do caos global e do seu futuro próximo. Por Olivier Passet

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota XERFY: Uma visão muito clara do caos global e do seu futuro próximo  Por Olivier Passet Publicado por  de Jean Claude Werrebrouck  em 28/04/2020 (“Une vision très claire du chaos mondial et de

Coronavírus: o Estado Social, o dia seguinte. Por Ricardo Forster

Seleção e tradução de Francisco Tavares   Coronavírus: o Estado Social, o dia seguinte  Por Ricardo Forster Publicado por , em 11/04/2020 (ver aqui)   A crise global provocada pelo coronavírus põe em causa o dogma central do capitalismo neoliberal

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte I – Grandes planos sobre uma União Europeia em decomposição. 3º Texto – As nações da Europa e a Europa das Nações

( Patrick Guiol, Henri Temple et Jean Claude Werrebrouck, Maio de 2019)

Estão agora a surgir grandes divergências sobre o estado atual e o futuro da construção política com sede em  Bruxelas, e que deriva, juridicamente, sobretudo dos Tratados de Roma, Maastricht e de Lisboa. Por conseguinte, é  inevitável que depois de refletir sobre o assunto: O que é uma nação na Europa? e depois de ter considerado  a ideia de que as nações são essenciais, os professores, os intelectuais, os académicos e os investigadores vêem-se assim confrontados com a pergunta agora lógica: o que seria uma Europa das nações?

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte I – Grandes planos sobre uma União Europeia em decomposição. 3º Texto – As nações da Europa e a Europa das Nações

( Patrick Guiol, Henri Temple et Jean Claude Werrebrouck, Maio de 2019)

Estão agora a surgir grandes divergências sobre o estado atual e o futuro da construção política com sede em  Bruxelas, e que deriva, juridicamente, sobretudo dos Tratados de Roma, Maastricht e de Lisboa. Por conseguinte, é  inevitável que depois de refletir sobre o assunto: O que é uma nação na Europa? e depois de ter considerado  a ideia de que as nações são essenciais, os professores, os intelectuais, os académicos e os investigadores vêem-se assim confrontados com a pergunta agora lógica: o que seria uma Europa das nações?

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte I – Grandes planos sobre uma União Europeia em decomposição. 3º Texto – A União Europeia na vanguarda do suicídio ocidental

(Jean Claude Werrebrouck, 23 de Abril de 2019)

O Ocidente, na sua fase ascendente, conhecia os Estados com regras que produziam a homogeneização no seu espaço politico. Tendo atingido uma maturidade incapaz de dar conteúdo aos direitos humanos, os Estados fracassados estão agora a produzir apenas heterogeneidade. A pequena cidade do Ocidente emergente era autodeterminante. O grande Estado do Ocidente de hoje já não sabe para onde vai e está desprovido de qualquer desejo real de agir.

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte I – Grandes planos sobre uma União Europeia em decomposição. 3º Texto – A União Europeia na vanguarda do suicídio ocidental

(Jean Claude Werrebrouck, 23 de Abril de 2019)

O Ocidente, na sua fase ascendente, conhecia os Estados com regras que produziam a homogeneização no seu espaço politico. Tendo atingido uma maturidade incapaz de dar conteúdo aos direitos humanos, os Estados fracassados estão agora a produzir apenas heterogeneidade. A pequena cidade do Ocidente emergente era autodeterminante. O grande Estado do Ocidente de hoje já não sabe para onde vai e está desprovido de qualquer desejo real de agir.

CARTA DE BRAGA – “Utopia disponível com mariposa” – por ANTÓNIO OLIVEIRA

    Peter Lindert, catedrático da Universidade californiana de Davis e ex-presidente da Associação Americana de História Económica é um economista a funcionar em contra ciclo, pois teve o descaramento de afirmar recentemente, que “o estado do bem-estar funciona”! Acrescenta

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – SURPRESA: DEPOIS DA CRISE PRECÁRIOS DEFENDEM MAIS ESTADO SOCIAL E EMPREGO COM DIREITOS

26 de Julho de 2016 Surpresa: depois da crise precários defendem mais Estado social e emprego com direitos | Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis   Chamam-lhe resultado-surpresa de um estudo sobre as atitudes face ao Estado social:

APRe! – O ESTADO SOCIAL E O DIREITO À REFORMA, CONFERÊNCIA DEBATE EM TORRES VEDRAS – com RAQUEL VARELA, JOSÉ AUGUSTO DE CARVALHO, MARIA DO ROSÁRIO GAMA e FERNANDO MARTINS – AMANHÃ, 28 de JANEIRO, às 15.30, na TUNA COMERCIAL TORREENSE – R. MIGUEL BOMBARDA, 15, em TORRES VEDRAS.

O Estado Social e o Direito à Reforma, conferência debate em Torres Vedras A Comissão Instaladora da Região Oeste da APRe!, vai promover a realização de um conferência cujo tema será: “O Estado Social e o Direito à Reforma“, no próximo

PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – TRIBUNAL DE CONTAS: UMA FERRAMENTA DO REGIME DE AUSTERIDADE

13 de Agosto de 2014 Tribunal de Contas: uma ferramenta do Regime de Austeridade | Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis Tornou-se público recentemente, através de um relatório do Tribunal de Contas, que 68% do fundo da Segurança

CONGRESSO DEMOCRÁTICO DAS ALTERNATIVAS – O REGULAR FUNCIONAMENTO DA DESTRUIÇÃO

    O regular funcionamento da destruição A farsa a que se assistiu nos últimos dias não representa mais do que o prolongamento e o aprofundamento da tragédia em curso – à crise social e económica decorrente da estratégia de

CONGRESSO DEMOCRÁTICO DAS ALTERNATIVAS – HOJE, EM LISBOA.

Caro(a) amigo(a), Realiza-se já em 11 de Maio (sábado), durante todo o dia, a Conferência Vencer a Crise com o Estado Social e com a Democracia, no Fórum Lisboa, na Avenida de Roma, em Lisboa, organizada pelo Congresso Democrático das

COMO ESTÁ A SER FEITA A MANIPULAÇÃO DA OPINIÃO PÚBLICA CONTRA O ESTADO SOCIAL PELA DIREITA EM PORTUGAL. Por EUGÉNIO ROSA

OS MITOS E AS MENTIRAS DA DIREITA NO ATAQUE `AO “ESTADO SOCIAL”  Parte II EM PORTUGAL A DESPESA PÚBLICA COM A SAÚDE É INFERIOR À MEDIA DA U.E..   O ataque ao Serviço Nacional de Saúde tem sido também um

COMO ESTÁ A SER FEITA A MANIPULAÇÃO DA OPINIÃO PÚBLICA CONTRA O ESTADO SOCIAL PELA DIREITA EM PORTUGAL. Por EUGÉNIO ROSA

OS MITOS E AS MENTIRAS DA DIREITA NO ATAQUE `AO “ESTADO SOCIAL”  Parte I  RESUMO DESTE ESTUDO   O Tribunal Constitucional declarou, como já tinha sucedido em 2012, inconstitucionais o confisco do subsidio de férias aos trabalhadores da Função Pública