Posts Tagged: social-democracia

JEREMY CORBYN, UM POLÍTICO QUE SE DISTINGUE PELA SUA SERIEDADE – SOCIALISMO AGORA

SOCIALISM NOW Fabian Society, 9 de Outubro de 2012, Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Em 1974, Tony Crosland, o principal intelectual do Partido Trabalhista do pós-guerra, escreveu o seu último grande trabalho, Socialism Now – Socialismo Agora.

JEREMY CORBYN, UM POLÍTICO QUE SE DISTINGUE PELA SUA SERIEDADE – O FUTURO DA SOCIAL-DEMOCRACIA BRITÂNICA: LIÇÕES DE ANTHONY CROSLAND – por PATRICK DIAMOND

British Politics and Policy The future of British social democracy: lessons from Anthony Crosland, por Patrick Diamond LSR – British politics and policy, 19 de Setembro de 2016 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota O Labour está a ser

A OPINIÃO DE DANIEL AARÃO REIS – UM SORRISO NO ESCURO

  Ela veio ao mundo em Zamosc, no interior da Polônia russa, em 5 de março de 1871. De família judia, teve uma infância difícil. Uma displasia congênita deixou-a manca. O nariz grande e os cabelos crespos não se enquadravam

BISCATES – JE SUIS SOCIAL DEMOCRATE! – por Carlos de Matos Gomes

  Passos Coelho apareceu neste Carnaval com uma T- Shirt a garantir: Je suis social democrate! Eu cá vou levar uma a garantir que sou neto do Soldado Desconhecido, embora nenhum dos meus avós tenha ido à Grande Guerra. A

EDITORIAL – A ausência de ideologia e a corrupção.

«O actual Governo diz-se falsamente social-democrata. Mas obviamente que não é. Social-democrata significa ser de esquerda, como sempre foram Sá Carneiro e António Capucho. Ora o actual Governo é, como se tem visto, de extrema-direita, dirigido por uma coligação populista»

Crise, Desobediência Civil e Revolta* – por Fernando Pereira Marques

            Quais são os limites para o direito a protestar numa sociedade democrática? A resposta parece fácil: os limites impostos pela Lei. No entanto esta facilidade é aparente porque uma torrente de questões é por ela suscitada.             Desde logo

A CANETA MÁGICA – DO QUE FALAMOS, QUANDO FALAMOS DE SOCIAL-DEMOCRACIA

( Há um desfasamento evidente entre as designações de alguns dos partidos portugueses, as suas bases programáticas, a sua retórica e, sobretudo, a sua prática política. Como se cada uma destas coisas tivesse sido feita por pessoas diferentes. Havia um