Posts Tagged: história das ideias políticas

APRESENTAÇÃO de “SUPLÍCIO E PAIXÃO DO SOCIALISMO”, de RUI NAMORADO – AMANHÃ, QUARTA-FEIRA, 8 de MAIO, às 18 horas, na ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL, Rua da MISERICÓRDIA, LISBOA

Caros Amigos: Esta mensagem apenas pretende lembrar que  na  próxima Quarta-feira, dia 8 de maio, em LISBOA., às 18 horas, na Associação 25 de abril, Fernando Pereira Marques vai a apresentar um livro de que sou autor.  Interrogações sobre o

APRESENTAÇÃO de “SUPLÍCIO E PAIXÃO DO SOCIALISMO”, de RUI NAMORADO – AMANHÃ, QUARTA-FEIRA, 8 de MAIO, às 18 horas, na ASSOCIAÇÃO 25 DE ABRIL, Rua da MISERICÓRDIA, LISBOA

Caros Amigos: Esta mensagem apenas pretende lembrar que  na  próxima Quarta-feira, dia 8 de maio, em LISBOA., às 18 horas, na Associação 25 de abril, Fernando Pereira Marques vai a apresentar um livro de que sou autor.  Interrogações sobre o

ASCENSÃO, QUEDA E FUTURO DO SOCIALISMO, por DOMENICO MARIO NUTI – tradução de JÚLIO MARQUES MOTA

Ascensão, queda e futuro do socialismo Domenico Mario Nuti, Emeritus Professor, Sapienza University of Rome, dmarionuti@gmail.com European Association for Comparative Economic Systems, Warsaw, 6-8 September 2018.   Introdução e Resumo Estou particularmente satisfeito por estar aqui hoje, e grato aos

ASCENSÃO, QUEDA E FUTURO DO SOCIALISMO, por DOMENICO MARIO NUTI – tradução de JÚLIO MARQUES MOTA

Ascensão, queda e futuro do socialismo Domenico Mario Nuti, Emeritus Professor, Sapienza University of Rome, dmarionuti@gmail.com European Association for Comparative Economic Systems, Warsaw, 6-8 September 2018.   Introdução e Resumo Estou particularmente satisfeito por estar aqui hoje, e grato aos

MAIO 68 – BREVES (2) – por JOÃO MARQUES

  Talvez o mais importante deste período tenha consistido na construção de saberes, na interpretação da factualidade quotidiana, na intervenção direta dos intelectuais, no cinema, na edição de publicações inovadoras e na descoberta de uma produção crítica, caso de “Socialisme

MAIO 68 – BREVES (2) – por JOÃO MARQUES

  Talvez o mais importante deste período tenha consistido na construção de saberes, na interpretação da factualidade quotidiana, na intervenção direta dos intelectuais, no cinema, na edição de publicações inovadoras e na descoberta de uma produção crítica, caso de “Socialisme

MAIO 68 – BREVES (1) – por JOÃO MARQUES

  As últimas linhas do artigo precedente (1) referiam o início da contestação estudantil à guerra do Vietname, que se ia radicalizando – revolta na universidade de Berkeley (1964) com a prisão de oitocentas pessoas envolvidas, o mesmo acontecendo com

MAIO 68 – BREVES (1) – por JOÃO MARQUES

  As últimas linhas do artigo precedente (1) referiam o início da contestação estudantil à guerra do Vietname, que se ia radicalizando – revolta na universidade de Berkeley (1964) com a prisão de oitocentas pessoas envolvidas, o mesmo acontecendo com

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
? JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas…

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

Publicado originalmente em A Viagem dos Argonautas:
? JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas…

MARECHAL DOS INFERNOS, por CÉSAR PRÍNCIPE

Do políptico de entrevistas que Oliver Stone fez a Vladimir Putin interessou-me sobremaneira o exercício de história comparada do presidente russo sobre José Estaline.(1) É que o bendito José e o maldito Estaline continuam a cativar e a assombrar audiências

MARECHAL DOS INFERNOS, por CÉSAR PRÍNCIPE

Do políptico de entrevistas que Oliver Stone fez a Vladimir Putin interessou-me sobremaneira o exercício de história comparada do presidente russo sobre José Estaline.(1) É que o bendito José e o maldito Estaline continuam a cativar e a assombrar audiências

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

  JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas da classe dominante e carece de aval

CARTA DE MARX NOS 150 ANOS DE DAS KAPITAL – O GUARDA-ROUPA DEMOCRÁTICO – por CÉSAR PRÍNCIPE

  JSM,1 delineaste um compromisso histórico entre a liberdade individual, as demandas públicas e de género e o despotismo-martelo caldeu. A validação do desenho de bom governo ficou dependente das expectativas e práticas da classe dominante e carece de aval

A DIREITA NUNCA EXISTIU, DE RICCARDO MARCHI – POR MANUEL SIMÕES

      Com a publicação de Império Nação Revolução. As Direitas Radicais no Fim do Estado Novo, em 2009, Riccardo Marchi afirmava-se como um investigador fundamental sobre a actuação da extrema-direita portuguesa. E a sua recente obra A Direita

A DIREITA NUNCA EXISTIU, DE RICCARDO MARCHI – POR MANUEL SIMÕES

      Com a publicação de Império Nação Revolução. As Direitas Radicais no Fim do Estado Novo, em 2009, Riccardo Marchi afirmava-se como um investigador fundamental sobre a actuação da extrema-direita portuguesa. E a sua recente obra A Direita

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli (2ª parte). Por Nadia Urbinati

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli. (2ª parte)   Por Nadia Urbinati  (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 2 de dezembro de 2014  

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli (2ª parte). Por Nadia Urbinati

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli. (2ª parte)   Por Nadia Urbinati  (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 2 de dezembro de 2014  

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli (1ª parte). Por Nadia Urbinati

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli. (1ª parte)   Por Nadia Urbinati  (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 2 de dezembro de 2014 A

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli (1ª parte). Por Nadia Urbinati

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 8. Sobre a democracia e populismo: contrarréplica a McCormick, Del Savio e Mameli. (1ª parte)   Por Nadia Urbinati  (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 2 de dezembro de 2014 A

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (4ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (4ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (4ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (4ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (3ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (3ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (3ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (3ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (2ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (2ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é “o grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (2ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (2ª parte)   Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é o “grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (1ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (1ª parte)    Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de

Populismo e Democracia: O populismo é o “grito de dor” da moderna democracia representativa. Ouçam-no! – 7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (1ª parte). Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  7. Porquê constitucionalizar instituições classistas. Ainda uma resposta a Nadia Urbinati (1ª parte)    Por Lorenzo del Savio e Matteo Mameli (*) Publicado por MicroMega Il Rasoio di Occam, em 11 de novembro de