Posts Tagged: extrema-direita

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Leituras em torno de Chemnitz (II) – Chemnitz: escondam esta Alemanha que eu não posso ver! Por Audrey Robles

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Leituras em torno de Chemnitz (II) Chemnitz: escondam esta Alemanha que eu não posso ver! Por Audrey Robles Publicado por  , em 4 de setembro de 2018   A Alemanha Ocidental ainda despreza

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Leituras em torno de Chemnitz (II) – Chemnitz: escondam esta Alemanha que eu não posso ver! Por Audrey Robles

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Leituras em torno de Chemnitz (II) Chemnitz: escondam esta Alemanha que eu não posso ver! Por Audrey Robles Publicado por  , em 4 de setembro de 2018   A Alemanha Ocidental ainda despreza

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Leituras em torno de Chemnitz I – «As agressões da extrema direita recordam Weimar»: a Alemanha não deve votar Salvini. Por Pauline Mille

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Leituras em torno de Chemnitz I «As agressões da extrema direita recordam Weimar»: a Alemanha não deve votar Salvini Por Pauline Mille (*) REINFORMATION.TV em 29 de agosto de 2018   Em Chemnitz,

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Leituras em torno de Chemnitz I – «As agressões da extrema direita recordam Weimar»: a Alemanha não deve votar Salvini. Por Pauline Mille

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Leituras em torno de Chemnitz I «As agressões da extrema direita recordam Weimar»: a Alemanha não deve votar Salvini Por Pauline Mille (*) REINFORMATION.TV em 29 de agosto de 2018   Em Chemnitz,

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Espiral do vazio no leste da Alemanha. Por Rachel Knaebel

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Espiral do vazio no leste da Alemanha  Por Rachel Knaebel Publicado por  em junho de 2018 (pags. 16-17) Polo de atração e principal destino dos imigrantes na Europa, a Alemanha sofre uma desertificação

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Espiral do vazio no leste da Alemanha. Por Rachel Knaebel

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Espiral do vazio no leste da Alemanha  Por Rachel Knaebel Publicado por  em junho de 2018 (pags. 16-17) Polo de atração e principal destino dos imigrantes na Europa, a Alemanha sofre uma desertificação

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Viagem ao país do absurdo: eu sonhei que a extrema-direita destruía o país …   Por Franck Crudo

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Viagem ao país do absurdo: eu sonhei que a extrema-direita destruía o país … “Os media repetiam: nada de amálgamas “   Por Franck Crudo Publicado por  em 18 de maio de 2018

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Viagem ao país do absurdo: eu sonhei que a extrema-direita destruía o país …   Por Franck Crudo

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Viagem ao país do absurdo: eu sonhei que a extrema-direita destruía o país … “Os media repetiam: nada de amálgamas “   Por Franck Crudo Publicado por  em 18 de maio de 2018

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Europopulismo: a imigração proporciona uma oportunidade à [ultra] direita sueca. Por Richard Milne

Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Europopulismo: a imigração proporciona uma oportunidade à [ultra] direita sueca Isolados pelos partidos tradicionais, os Democratas Suecos poderão tornar-se um dos maiores partidos [1]   Por Richard Milne em Hassleholm Publicado

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Europopulismo: a imigração proporciona uma oportunidade à [ultra] direita sueca. Por Richard Milne

Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Europopulismo: a imigração proporciona uma oportunidade à [ultra] direita sueca Isolados pelos partidos tradicionais, os Democratas Suecos poderão tornar-se um dos maiores partidos [1]   Por Richard Milne em Hassleholm Publicado

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Fronteiras, por Rosa Montero

Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Obrigado a Rosa Montero e El País Fronteiras  Por Rosa Montero  semanal, em 6 de julho de 2018 Sinto-me como na cobarde Europa dos anos trinta, observando a subida de

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Fronteiras, por Rosa Montero

Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Obrigado a Rosa Montero e El País Fronteiras  Por Rosa Montero  semanal, em 6 de julho de 2018 Sinto-me como na cobarde Europa dos anos trinta, observando a subida de

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – A Europa deve ter muito cuidado com uma Alemanha nacionalista. Por Philip Stephens

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota A Europa deve ter muito cuidado com uma Alemanha nacionalista   Por Philip Stephens Publicado por  em 20 de junho de 2018 Republicado por Gonzalo Raffo Infonews   Os populistas que a aplaudem noutros locais devem ter

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – A Europa deve ter muito cuidado com uma Alemanha nacionalista. Por Philip Stephens

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota A Europa deve ter muito cuidado com uma Alemanha nacionalista   Por Philip Stephens Publicado por  em 20 de junho de 2018 Republicado por Gonzalo Raffo Infonews   Os populistas que a aplaudem noutros locais devem ter

Sobre Espanha – O ditador de Espanha está morto, mas a sua popularidade ainda sobrevive. Por Omar G. Encarnación 

  Seleção e tradução de Francisco Tavares  Obrigado a Omar Encarnación e a Foreign Policy O ditador de Espanha está morto, mas a sua popularidade ainda sobrevive      Por Omar G. Encarnación Publicado por  em 27 de julho de 2018

Sobre Espanha – O ditador de Espanha está morto, mas a sua popularidade ainda sobrevive. Por Omar G. Encarnación 

  Seleção e tradução de Francisco Tavares  Obrigado a Omar Encarnación e a Foreign Policy O ditador de Espanha está morto, mas a sua popularidade ainda sobrevive      Por Omar G. Encarnación Publicado por  em 27 de julho de 2018

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Na Alemanha a política recorda-nos a história. Por George Friedman

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Na Alemanha a política recorda-nos a história  por George Friedman Publicado por em 19 de junho de 2018 Ao longo dos seus 13 anos no mais elevado cargo da Alemanha, a Chanceler Angela Merkel

Da crise atual à próxima crise, sinais de alarme – Na Alemanha a política recorda-nos a história. Por George Friedman

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Na Alemanha a política recorda-nos a história  por George Friedman Publicado por em 19 de junho de 2018 Ao longo dos seus 13 anos no mais elevado cargo da Alemanha, a Chanceler Angela Merkel

Sobre Espanha – Há um ressurgir da ideologia franquista em Espanha? Por Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez

  Seleção e tradução de Francisco Tavares  Obrigado a Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez e Euronews Há um ressurgir da ideologia franquista em Espanha? Por Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez Publicado por   em 18/07/2018 No meio da polémica pela

Sobre Espanha – Há um ressurgir da ideologia franquista em Espanha? Por Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez

  Seleção e tradução de Francisco Tavares  Obrigado a Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez e Euronews Há um ressurgir da ideologia franquista em Espanha? Por Pascale Davies e Marta Rodriguez Martinez Publicado por   em 18/07/2018 No meio da polémica pela

CARTA DE BARCELONA – Ay, gracias a Dios…! – por JOSEP A. VIDAL

    Barcelona. Domingo, 29 de octubre, las 10.35. Me dirijo a la estación más próxima para coger el metro. Cuando llego, en la calle se reune un grupo numeroso de personas de todas las edades que probablemente han acordado

CARTA DE BARCELONA – Ay, gracias a Dios…! – por JOSEP A. VIDAL

    Barcelona. Domingo, 29 de octubre, las 10.35. Me dirijo a la estación más próxima para coger el metro. Cuando llego, en la calle se reune un grupo numeroso de personas de todas las edades que probablemente han acordado

A OPINIÃO DE DANIEL AARÃO REIS – SANGUE E SOLO

  Tochas erguidas contra o escuro da noite, os manifestantes gritavam: “Vocês não vão nos substituir, os judeus não vão nos substituir”. Enfileirados, organizados, com bastões, capacetes e escudos,  ecoavam seus gritos de guerra: “Sangue e solo, solo e sangue”.

A OPINIÃO DE DANIEL AARÃO REIS – SANGUE E SOLO

  Tochas erguidas contra o escuro da noite, os manifestantes gritavam: “Vocês não vão nos substituir, os judeus não vão nos substituir”. Enfileirados, organizados, com bastões, capacetes e escudos,  ecoavam seus gritos de guerra: “Sangue e solo, solo e sangue”.

A DIREITA NUNCA EXISTIU, DE RICCARDO MARCHI – POR MANUEL SIMÕES

      Com a publicação de Império Nação Revolução. As Direitas Radicais no Fim do Estado Novo, em 2009, Riccardo Marchi afirmava-se como um investigador fundamental sobre a actuação da extrema-direita portuguesa. E a sua recente obra A Direita

A DIREITA NUNCA EXISTIU, DE RICCARDO MARCHI – POR MANUEL SIMÕES

      Com a publicação de Império Nação Revolução. As Direitas Radicais no Fim do Estado Novo, em 2009, Riccardo Marchi afirmava-se como um investigador fundamental sobre a actuação da extrema-direita portuguesa. E a sua recente obra A Direita

BREXIT: UM EXEMPLO DA ENORME NUVEM DE FUMO A PAIRAR SOBRE A REALIDADE EUROPEIA – 10. A VERDADE IMPRESSIONANTE QUE EXPLICA A ASCENSÃO DA EXTREMA-DIREITA NA GRÃ-BRETANHA E NOUTROS LUGARES – por MATT O’BRIEN

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota A verdade impressionante que explica a ascensão da extrema-direita na Grã-Bretanha e noutros lugares Nós ainda estamos a viver uma Depressão — e isso está a dar poder aos líderes da extrema-direita em

BREXIT: UM EXEMPLO DA ENORME NUVEM DE FUMO A PAIRAR SOBRE A REALIDADE EUROPEIA – 10. A VERDADE IMPRESSIONANTE QUE EXPLICA A ASCENSÃO DA EXTREMA-DIREITA NA GRÃ-BRETANHA E NOUTROS LUGARES – por MATT O’BRIEN

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota A verdade impressionante que explica a ascensão da extrema-direita na Grã-Bretanha e noutros lugares Nós ainda estamos a viver uma Depressão — e isso está a dar poder aos líderes da extrema-direita em

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO – A FRANÇA NOS BRAÇOS DE MARINE LE PEN? – por Mário de Oliveira

Com a França em estado de choque, guerra declarada contra o EI, e a viver sob a ameaça de mais e mais atentados, nos dias, horas e locais que os grandes financeiros, filhos do judeo-cristianismo-islamismo, acharem mais oportunos, para garantirem

CRÓNICAS DO QUOTIDIANO – A FRANÇA NOS BRAÇOS DE MARINE LE PEN? – por Mário de Oliveira

Com a França em estado de choque, guerra declarada contra o EI, e a viver sob a ameaça de mais e mais atentados, nos dias, horas e locais que os grandes financeiros, filhos do judeo-cristianismo-islamismo, acharem mais oportunos, para garantirem