Posts Tagged: reforma estrutural dos bancos

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Em jeito de conclusão… – Proposta para a reforma da supervisão financeira na UE. Por BEUC, Better Finance, Finance Watch, AGE Platform Europe, EFIN e Families Europe

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota   Em jeito de conclusão… Proposta para a reforma da supervisão financeira na UE Carta Aberta Em 27 de novembro de 2017, Finance Watch subscreveu uma carta dirigida aos líderes das instituições da

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 9. Propostas de reforma dos bancos da UE que são ligeiros retoques do sistema bancário existente. Por Myriam Vander Stichele

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota   Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 9. Propostas de reforma dos bancos da UE que são ligeiros retoques do sistema bancário existente.   Por Myriam

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (7ª parte-conclusão). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (6ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (5ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (4ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (3ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (2ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (1ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 3. Titularização: um regresso aos altos riscos, por Jean Comte

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 3. Titularização: um regresso aos altos riscos Por Jean Comte Publicado por ALTERNATIVES ECONOMIQUES N°368 em 22/05/2017    

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo em 2017 (2ª parte-conclusão)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo em 2017 (1ª parte)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (21ª parte-conclusão – Anexo parte 6 e Referências). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (20ª parte – Anexo parte 5). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (19ª parte – Anexo parte 4). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã