Posts Tagged: banca sombra

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 5. Os produtos titularizados regressam pela porta grande. Por L’ Echo

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 5. Os produtos titularizados regressam pela porta grande. Por L’ Echo, em 25 de outubro de

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (7ª parte-conclusão). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (6ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (5ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (4ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (3ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (2ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois passos atrás (1ª parte). Por Christian M. Stiefmüller (Finance Watch)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 4. Dez anos depois – O pacote legislativo de 2017 sobre o sistema bancário: um passo à frente, dois

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo em 2017 (2ª parte-conclusão)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo em 2017 (1ª parte)

  Seleção e tradução de Júlio Marques Mota  Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise 2. Resposta de Finance Watch à consulta sobre a União dos Mercados de Capital, a revisão de médio prazo

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (21ª parte-conclusão – Anexo parte 6 e Referências). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (20ª parte – Anexo parte 5). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (19ª parte – Anexo parte 4). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (18ª parte – Anexo parte 3). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã

Dos conhecimentos básicos em finança à opacidade e complexidade do mundo financeirizado: uma exposição e uma análise crítica. Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise – 1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã – uma análise sobre a Iniciativa de Financiamento a Longo Prazo da União Europeia (17ª parte – Anexo parte 2). Por Finance Watch

  Seleção de Júlio Marques Mota e tradução de Francisco Tavares Parte IV – A titularização como meio para continuar na trajetória da crise   1. Uma oportunidade falhada de restabelecer a finança não-criativa, a finança segura, a finança sã