Category Archives: Literatura

CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – DEJEOVAR

                                                  Público, 29 de Junho 2019

CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – DEJEOVAR

                                                  Público, 29 de Junho 2019

CCIF/UMAR – SESSÃO DE LEITURA E PARTILHA SOBRE A OBRA DE AGUSTINA BESSA-LUÍS – HOJE, QUARTA-FEIRA, 17 de JULHO, às 18 horas

      QUA, 17 JUL 18h // Sessão de Leitura sobre a obra de Agustina Bessa-Luís por Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) Na próxima 4.ª feira, 17 de Julho às 18h00, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista

CCIF/UMAR – SESSÃO DE LEITURA E PARTILHA SOBRE A OBRA DE AGUSTINA BESSA-LUÍS – HOJE, QUARTA-FEIRA, 17 de JULHO, às 18 horas

      QUA, 17 JUL 18h // Sessão de Leitura sobre a obra de Agustina Bessa-Luís por Centro de Cultura e Intervenção Feminista (CCIF/UMAR) Na próxima 4.ª feira, 17 de Julho às 18h00, o Centro de Cultura e Intervenção Feminista

CARTA DE BRAGA – “Brexit e nuvens” por António Oliveira

  ‘Corbyn pede um novo referendo sobre o Brexit’, a notícia que caiu com estrondo nos primeiros dias do mês! Má altura pelo início da época estival, por o tempo estar tão estável como instável continua o louro do lado

CARTA DE BRAGA – “Brexit e nuvens” por António Oliveira

  ‘Corbyn pede um novo referendo sobre o Brexit’, a notícia que caiu com estrondo nos primeiros dias do mês! Má altura pelo início da época estival, por o tempo estar tão estável como instável continua o louro do lado

CTA – 36.º FESTIVAL DE ALMADA – DIA 13: ENCONTROS DA CERCA: (AS PALAVRAS E O MUNDO NA HERANÇA DE PRIMO LEVI)

  DIA 13   Encontros da Cerca: (As palavras e o Mundo na herança de Primo Levi)   No sábado, dia 13 de Julho, o Festival de Almada começa cedo, às 10h, na Casa da Cerca – Centro de Arte

CTA – 36.º FESTIVAL DE ALMADA – DIA 13: ENCONTROS DA CERCA: (AS PALAVRAS E O MUNDO NA HERANÇA DE PRIMO LEVI)

  DIA 13   Encontros da Cerca: (As palavras e o Mundo na herança de Primo Levi)   No sábado, dia 13 de Julho, o Festival de Almada começa cedo, às 10h, na Casa da Cerca – Centro de Arte

CARTA DE BRAGA – “a foto do Paris Match” por António Oliveira

‘O senhor Sarkozy mais alto que a senhora Sarkoza?’ Ou perguntado de outra maneira, ‘A senhora Bruni mais baixa que o senhor Bruno?’ As duas perguntas são possíveis face à idiotia de uma polémica tal, que levou o ‘Paris Match’

CARTA DE BRAGA – “a foto do Paris Match” por António Oliveira

‘O senhor Sarkozy mais alto que a senhora Sarkoza?’ Ou perguntado de outra maneira, ‘A senhora Bruni mais baixa que o senhor Bruno?’ As duas perguntas são possíveis face à idiotia de uma polémica tal, que levou o ‘Paris Match’

EDUARDO GALEANO – OBRAS COMPLETAS EM PDF

Eduardo Galeano nasceu no dia 3 de Setembro de 1940 em Montevideu e faleceu a 13 de abril de 2015, Autor de mais de 40 obras traduzidas em diversos idiomas, a mais conhecida das quais é «Las venas abiertas de América

EDUARDO GALEANO – OBRAS COMPLETAS EM PDF

Eduardo Galeano nasceu no dia 3 de Setembro de 1940 em Montevideu e faleceu a 13 de abril de 2015, Autor de mais de 40 obras traduzidas em diversos idiomas, a mais conhecida das quais é «Las venas abiertas de América

CARTA DE BRAGA – “Amen” por António Oliveira

Aqui há umas semanas e, no meu portátil, tive a inconsciência de clicar na imagem de uns sapatos, só por me terem parecido jeitosos para esta época! Passados que foram dois dias, em qualquer site que frequente ou apenas abra, logo me aparecem mais

CARTA DE BRAGA – “Amen” por António Oliveira

Aqui há umas semanas e, no meu portátil, tive a inconsciência de clicar na imagem de uns sapatos, só por me terem parecido jeitosos para esta época! Passados que foram dois dias, em qualquer site que frequente ou apenas abra, logo me aparecem mais

CARTA DE BRAGA – “A noite em que não conheci um poeta! por António Oliveira

Era Setembro ou Outubro, Outubro com certeza, na memória dos tempos de cadete no convento de Mafra. E também me lembro, apesar de já lá irem quase sessenta anos, de as noites já serem mais frias. Tinha chegado ali no

CARTA DE BRAGA – “A noite em que não conheci um poeta! por António Oliveira

Era Setembro ou Outubro, Outubro com certeza, na memória dos tempos de cadete no convento de Mafra. E também me lembro, apesar de já lá irem quase sessenta anos, de as noites já serem mais frias. Tinha chegado ali no