Posts Tagged: funchal

SINAIS DE FOGO – MORRI NA TERÇA-FEIRA – por Soares Novais

    Boa noite, chamo-me Carvalho e morri na última terça-feira. Morri de morte natural, pois tinha 200 anos. Mas, também, por via da incúria e do abandono a que me votaram os sucessivos mandões cá da terra, da diocese

SINAIS DE FOGO – MORRI NA TERÇA-FEIRA – por Soares Novais

    Boa noite, chamo-me Carvalho e morri na última terça-feira. Morri de morte natural, pois tinha 200 anos. Mas, também, por via da incúria e do abandono a que me votaram os sucessivos mandões cá da terra, da diocese

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – OBSCURANTISMO CONCENTRADO

    Só deve haver duas razão para as coisas correrem bem ou correrem mal no nosso mundo e no nosso dia a dia, é evidente. Primeira razão, as forças da Natureza (também evidentemente) porque essas – tempestades, tremores de

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – OBSCURANTISMO CONCENTRADO

    Só deve haver duas razão para as coisas correrem bem ou correrem mal no nosso mundo e no nosso dia a dia, é evidente. Primeira razão, as forças da Natureza (também evidentemente) porque essas – tempestades, tremores de

EM PORTO SANTO E NO FUNCHAL COM AMOR – A INTERVENÇÃO DO DESASSOSSEGO – por MÁRIO DE OLIVEIRA

A missão EVANGELIZAR OS POBRES E OS POVOS levou-me, a semana passada (de quarta-feira a domingo), a Porto Santo, ao Funchal e à paróquia de Ribeira Seca, concelho de Machico. Fui a convite da Prof.ª FILOMENA, a principal promotora do

EM PORTO SANTO E NO FUNCHAL COM AMOR – A INTERVENÇÃO DO DESASSOSSEGO – por MÁRIO DE OLIVEIRA

A missão EVANGELIZAR OS POBRES E OS POVOS levou-me, a semana passada (de quarta-feira a domingo), a Porto Santo, ao Funchal e à paróquia de Ribeira Seca, concelho de Machico. Fui a convite da Prof.ª FILOMENA, a principal promotora do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (142)

INCÊNDIOS Toda a gente sabe porque há tantos incêndios em Portugal. Portugal será, em termos absolutos, o país com maior área de eucaliptal plantado em toda a Europa e, devido às mais variadas circunstâncias, temos 3,5 vezes mais incêndios do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (142)

INCÊNDIOS Toda a gente sabe porque há tantos incêndios em Portugal. Portugal será, em termos absolutos, o país com maior área de eucaliptal plantado em toda a Europa e, devido às mais variadas circunstâncias, temos 3,5 vezes mais incêndios do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (126)

  CINE FOZ A Foz do Douro, é no princípio do século XX uma consolidada e reconhecida zona balnear, dispondo de um teatro (Vasco da Gama), e na Esplanada do Castelo, de uma sala de projecção de cinema (Au Rendez-vous

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (126)

  CINE FOZ A Foz do Douro, é no princípio do século XX uma consolidada e reconhecida zona balnear, dispondo de um teatro (Vasco da Gama), e na Esplanada do Castelo, de uma sala de projecção de cinema (Au Rendez-vous

“BICHOS”, DO GRUPO “DANÇANDO COM A DIFERENÇA”, NO TEATRO BALTAZAR DIAS, NO FUNCHAL, DIAS 29, 30 E 31 DE JANEIRO

Espectáculos Dia 29 de Janeiro de 2016 (sexta-feira) às 21h30 Dia 30 de Janeiro de 2016 (sábado) às 21h30 Dia 31 de Janeiro de 2016 (domingo) às 18h Classificação etária: Livre Produção: Grupo Dançando com a Diferença Residência GDD: MUDAS. Museu

“BICHOS”, DO GRUPO “DANÇANDO COM A DIFERENÇA”, NO TEATRO BALTAZAR DIAS, NO FUNCHAL, DIAS 29, 30 E 31 DE JANEIRO

Espectáculos Dia 29 de Janeiro de 2016 (sexta-feira) às 21h30 Dia 30 de Janeiro de 2016 (sábado) às 21h30 Dia 31 de Janeiro de 2016 (domingo) às 18h Classificação etária: Livre Produção: Grupo Dançando com a Diferença Residência GDD: MUDAS. Museu

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (36)

O PIRATA AZUL “Pirata Azul” é nome de barco. Ao vê-lo, há cerca de um mês, uma avalanche de memórias, atabalhoadas e difusas, assaltaram-me de supetão. O “Pirata” estava ali, ancorado, mesmo à minha frente, e a seu lado, o

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (36)

O PIRATA AZUL “Pirata Azul” é nome de barco. Ao vê-lo, há cerca de um mês, uma avalanche de memórias, atabalhoadas e difusas, assaltaram-me de supetão. O “Pirata” estava ali, ancorado, mesmo à minha frente, e a seu lado, o

APRESENTAÇÃO DE “FECHEM ESSAS MALDITAS GAVETAS”, de JOSÉ VIALE MOUTINHO – HOJE, 7 de MAIO, às 18.30, no CENTRO CULTURAL ANJOS TEIXEIRA, Rua da Carreira, 137 – FUNCHAL

    PEDIDO DE DIVULGAÇÃO _______ Escritor José Viale Moutinho convida     Amigos, Agradeço tenham em atenção o convite anexo. é a apresentação nacional do meu novo livro de contos FECHEM ESSAS MALDITAS GAVETAS! Edição da Teodolito, Lisboa. Inclui

APRESENTAÇÃO DE “FECHEM ESSAS MALDITAS GAVETAS”, de JOSÉ VIALE MOUTINHO – HOJE, 7 de MAIO, às 18.30, no CENTRO CULTURAL ANJOS TEIXEIRA, Rua da Carreira, 137 – FUNCHAL

    PEDIDO DE DIVULGAÇÃO _______ Escritor José Viale Moutinho convida     Amigos, Agradeço tenham em atenção o convite anexo. é a apresentação nacional do meu novo livro de contos FECHEM ESSAS MALDITAS GAVETAS! Edição da Teodolito, Lisboa. Inclui