Posts Tagged: praia

UMA CARTA DO PORTO – Por José Fernando Magalhães (323)

  AS PRAIAS E O MAR DA FOZ Memórias Foi, no já longínquo Julho de 52, o meu primeiro contacto com a Foz, com as praias, com o mar e com o mundo. Ainda o Julho se não findara quando,

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (185)

O MOLHE DE CARREIROS (2) A 25 de Maio p.p., escrevi sobre o molhe de Carreiros e sobre o estado deplorável em que se encontrava (Carta nº183).   Passaram-se duas semanas e a A.P.D L., por certo que não por

UMA CARTA DO PORTO – Por José Fernando Magalhães (158)

A FONTE DA PRAIA DO OURO     Lordelo do Ouro, integrada na cidade do Porto em 1836, é uma Freguesia cheia de declives acentuados, bordejada pelo rio Douro e com o mar ali à beira. A sua situação privilegiada

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (143)

O MENINO E O PAPAGAIO I A vontade comandava-lhe o sonho e este regia-lhe a vida, que nunca fora fácil nem doce nem bonita, e enquanto pensava olhava a sua mão frágil que com a guita bem esticada segurava o

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (136)

O PORTO EM IMAGENS (3)                 Paulo Cunha e Silva receberá, a título póstumo, a única medalha de honra da cidade a atribuir este ano     O FC Porto vai apresentar os

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (115)

A PRAIA DOS INSURRECTOS No rio Douro, do lado da cidade do Porto, havia praias. Já aqui falei da que existia onde hoje é a Alfândega. Hoje falo da que havia onde hoje fica o Cais das Pedras. Situada junto

UMA CARTA DO PORTO – Por José Fernando Magalhães (108)

A PRAIA DE MIRAGAIA Pois, na realidade, até meados do século XIX, Miragaia tinha uma praia, fluvial, é certo, mas uma praia. Estamos no local onde, até 1522, quase nada havia, a não ser a Muralha Fernandina que, no local,

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (61)

      PORTO, CIDADE ÚNICA Da sua arquitectura antiga e elegante ou moderna e premiada até à sua gastronomia, da riquíssima vida cultural à “movida” agitada e cada vez mais frequentada, das lojas centenárias às mais recentes e modernas,

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (60)

Devo começar por dizer que esta é, pela primeira vez em sessenta edições, uma carta que se não limita a falar da minha cidade e do que cá se passa. Dito isto, devo também afirmar que não conheço a senhora

SPEA – CAMPANHA “ESTA NÃO É A MINHA PRAIA”.

SPEA online nº 511, 23 de julho de 2014 Campanha | “Esta não é a minha praia” A associação Sciaena, em parceria com a SPEA, avançou com a campanha “Esta não é a minha praia”, com o objetivo de combater

CONTOS & CRÓNICAS – “O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA” – Por José Magalhães

O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA   Ainda não tinha um mês de vida, e já eu frequentava a praia de Gondarém. Uma grande parte das chamadas boas famílias da Foz, da altura, frequentavam esta praia ou a dos Ingleses. Eram quase