Posts Tagged: lordelo do ouro

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (175)

ALMINHAS (3A) = Ó VÓS QUE IDES PASSANDO, LEMBRAI-VOS DE NÓS QUE ESTAMOS PENANDO = Na freguesia de Aldoar, descobrimos uma quarta Alminha. Esta, fica na confluência da rua do Alcaide Faria com a rua do Pelágio. Aos poucos vamos

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (175)

ALMINHAS (3A) = Ó VÓS QUE IDES PASSANDO, LEMBRAI-VOS DE NÓS QUE ESTAMOS PENANDO = Na freguesia de Aldoar, descobrimos uma quarta Alminha. Esta, fica na confluência da rua do Alcaide Faria com a rua do Pelágio. Aos poucos vamos

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (155)

ASSIM A MODOS COMO QUE DE UMA CARTA ABERTA SE TRATE   Já lá vão mais de nove anos (4 de Julho de 2007), que, pela primeira vez, decidi escrever uma carta aberta a alguém importante. Publiquei-a num jornal da

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (155)

ASSIM A MODOS COMO QUE DE UMA CARTA ABERTA SE TRATE   Já lá vão mais de nove anos (4 de Julho de 2007), que, pela primeira vez, decidi escrever uma carta aberta a alguém importante. Publiquei-a num jornal da

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (154)

  O ILHÉU DO FRADE São Lendas, senhores, são Lendas, e fazem parte das nossas memórias, arqueológicas e culturais, e também da nossa História.   O ilhéu do Frade, sapal de aves do rio Douro, fica em frente à foz

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (154)

  O ILHÉU DO FRADE São Lendas, senhores, são Lendas, e fazem parte das nossas memórias, arqueológicas e culturais, e também da nossa História.   O ilhéu do Frade, sapal de aves do rio Douro, fica em frente à foz

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (127)

  A ORDEM DOS MÍNIMOS E A CAPELA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA A Ordem dos Mínimos é uma ordem religiosa católica, do tipo mendicante, e desde o começo da sua existência precisou, como qualquer outra sociedade humana, de uma

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (127)

  A ORDEM DOS MÍNIMOS E A CAPELA DE SÃO FRANCISCO DE PAULA A Ordem dos Mínimos é uma ordem religiosa católica, do tipo mendicante, e desde o começo da sua existência precisou, como qualquer outra sociedade humana, de uma

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (126)

  CINE FOZ A Foz do Douro, é no princípio do século XX uma consolidada e reconhecida zona balnear, dispondo de um teatro (Vasco da Gama), e na Esplanada do Castelo, de uma sala de projecção de cinema (Au Rendez-vous

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (126)

  CINE FOZ A Foz do Douro, é no princípio do século XX uma consolidada e reconhecida zona balnear, dispondo de um teatro (Vasco da Gama), e na Esplanada do Castelo, de uma sala de projecção de cinema (Au Rendez-vous

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (84)

UMA NOVA RUA NA CIDADE MAIS UMA OPORTUNIDADE PARA FAZER BEM Já aqui falei na Fonte das Ratas e na Flecha dos Mortos. Mais uma vez, e por causa da rua que estão a construir, venho falar delas. A Fonte

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (84)

UMA NOVA RUA NA CIDADE MAIS UMA OPORTUNIDADE PARA FAZER BEM Já aqui falei na Fonte das Ratas e na Flecha dos Mortos. Mais uma vez, e por causa da rua que estão a construir, venho falar delas. A Fonte

DIA DO PORTO – Lordelo do Ouro 2015 – Por Raúl Simões Pinto

LORDELO DO OURO, 2015   …Eu acordava nos anos 60 do século passado, com o barulho das sirenes das fábricas que se amontoavam nas ruas e calçadas desta freguesia. Lordelo, era nessa altura um dos pulmões mais industriais do Porto.

DIA DO PORTO – Lordelo do Ouro 2015 – Por Raúl Simões Pinto

LORDELO DO OURO, 2015   …Eu acordava nos anos 60 do século passado, com o barulho das sirenes das fábricas que se amontoavam nas ruas e calçadas desta freguesia. Lordelo, era nessa altura um dos pulmões mais industriais do Porto.

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (40)

O FAROL DAS TRÊS ORELHAS Regresso a Lordelo e à Foz. Os meus passeios são assim, cada vez mais temáticos. É desta vez que vou ao Parque da Pasteleira, digo de mim para mim. Quero fotografar aquele belo jardim. Falo

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (40)

O FAROL DAS TRÊS ORELHAS Regresso a Lordelo e à Foz. Os meus passeios são assim, cada vez mais temáticos. É desta vez que vou ao Parque da Pasteleira, digo de mim para mim. Quero fotografar aquele belo jardim. Falo

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (38)

NO PORTO, TODO O RECANTO TEM MUITO ENCANTO Regressou a chuva e o menos bom tempo, durante toda esta semana. Os dias anteriores tinham-nos dado a esperança de uma vinda duradoura do calor e dos dias claros e secos, propícios

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (38)

NO PORTO, TODO O RECANTO TEM MUITO ENCANTO Regressou a chuva e o menos bom tempo, durante toda esta semana. Os dias anteriores tinham-nos dado a esperança de uma vinda duradoura do calor e dos dias claros e secos, propícios