Posts Tagged: clérigos

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (163)

  O PORTO EM IMAGENS (19)                   STCP   Em Janeiro … vamos cantar as Janeiras O Encontro de Janeiras 2017 realiza-se no primeiro sábado de cada ano, entre as 15 e

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (163)

  O PORTO EM IMAGENS (19)                   STCP   Em Janeiro … vamos cantar as Janeiras O Encontro de Janeiras 2017 realiza-se no primeiro sábado de cada ano, entre as 15 e

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (83)

LEONOR E O SENHOR ANTONINO (Os nomes dos personagens são fictícios, os lugares e as situações não!) Leonor, trinta e oito anos, mas a parecer ter muito menos, não teve uma vida fácil. Passou privações, inclusivamente fome, muita falta de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (83)

LEONOR E O SENHOR ANTONINO (Os nomes dos personagens são fictícios, os lugares e as situações não!) Leonor, trinta e oito anos, mas a parecer ter muito menos, não teve uma vida fácil. Passou privações, inclusivamente fome, muita falta de

CASA DA MÚSICA – 10 ANOS A DAR MÚSICA – 10 DE ABRIL, ÓRGÃO NOS CLÉRIGOS, ÀS 13H

No dia 10 de Abril, na Igreja dos Clérigos, às 13 h, pode-se ouvir o órgão, pela mão de Filipe Veríssimo. Obras de Francisco Correa de Arauxo, António Carreira, Pedro de Araújo, Manuel Rodrigues Coelho, Diogo da Conceição e anónimos (sec. XVII e XVIII). Professor de Órgão

CASA DA MÚSICA – 10 ANOS A DAR MÚSICA – 10 DE ABRIL, ÓRGÃO NOS CLÉRIGOS, ÀS 13H

No dia 10 de Abril, na Igreja dos Clérigos, às 13 h, pode-se ouvir o órgão, pela mão de Filipe Veríssimo. Obras de Francisco Correa de Arauxo, António Carreira, Pedro de Araújo, Manuel Rodrigues Coelho, Diogo da Conceição e anónimos (sec. XVII e XVIII). Professor de Órgão

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (37)

CRÓNICA DE BEM DIZER Foi no sábado passado, a meio da tarde, que me deu uma vontade, quase incontrolável, de ir até à baixa. Ora, quando estas vontades me acontecem, especialmente se forem, como esta, incontroláveis, nem faço questão de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (37)

CRÓNICA DE BEM DIZER Foi no sábado passado, a meio da tarde, que me deu uma vontade, quase incontrolável, de ir até à baixa. Ora, quando estas vontades me acontecem, especialmente se forem, como esta, incontroláveis, nem faço questão de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (34)

FUI TURISTA NA MINHA CIDADE Tem dias em que a vontade que me dá é a de passear pela cidade e fazer coisas diferentes. Na segunda-feira passada, foi um dia assim. Aproveitei o último dia das férias da Páscoa do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (34)

FUI TURISTA NA MINHA CIDADE Tem dias em que a vontade que me dá é a de passear pela cidade e fazer coisas diferentes. Na segunda-feira passada, foi um dia assim. Aproveitei o último dia das férias da Páscoa do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (26)

  NO INVERNO, A PASSEAR PELA CIDADE   Dei por mim, nestes dias de fim de Fevereiro, a percorrer a cidade. Sem norte, sem destino, olhando simplesmente as ruas, as pessoas, os carros e os prédios. Procurando pormenores, redescobrindo a

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (26)

  NO INVERNO, A PASSEAR PELA CIDADE   Dei por mim, nestes dias de fim de Fevereiro, a percorrer a cidade. Sem norte, sem destino, olhando simplesmente as ruas, as pessoas, os carros e os prédios. Procurando pormenores, redescobrindo a

UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (3)

Tesouros escondidos na cidade No Porto, a Arte está por toda a parte. Nesta cidade que encanta quem a visita, podemos encontrar uma obra de arte ao dobrar de uma qualquer esquina ou no interior de um largo escondido e

UMA CARTA DO PORTO – por José Magalhães (3)

Tesouros escondidos na cidade No Porto, a Arte está por toda a parte. Nesta cidade que encanta quem a visita, podemos encontrar uma obra de arte ao dobrar de uma qualquer esquina ou no interior de um largo escondido e