Posts Tagged: douro

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (98)

VIVA O PORTO     Na minha cidade Nasce o Norte insubmisso E gente de rostos rugosos Falando com impropérios Nasce o regionalismo com viço E com a sua luz, nos belos invernos chuvosos Também nascem os mistérios A minha

IMAGEM E POESIA – Por José Magalhães (98)

VIVA O PORTO     Na minha cidade Nasce o Norte insubmisso E gente de rostos rugosos Falando com impropérios Nasce o regionalismo com viço E com a sua luz, nos belos invernos chuvosos Também nascem os mistérios A minha

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (154)

  O ILHÉU DO FRADE São Lendas, senhores, são Lendas, e fazem parte das nossas memórias, arqueológicas e culturais, e também da nossa História.   O ilhéu do Frade, sapal de aves do rio Douro, fica em frente à foz

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (154)

  O ILHÉU DO FRADE São Lendas, senhores, são Lendas, e fazem parte das nossas memórias, arqueológicas e culturais, e também da nossa História.   O ilhéu do Frade, sapal de aves do rio Douro, fica em frente à foz

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (149)

            Porto Welcome Center é a maior loja de turismo do Mundo   PASSAPORTE PORTO  

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (149)

            Porto Welcome Center é a maior loja de turismo do Mundo   PASSAPORTE PORTO  

UMA CARTA DO PORTO: Por José Magalhães (131)

O QUARTEL DE SÃO BRÁS – O ESTADO DO PATRIMÓNIO   Esquecido e abandonado, o quartel de São Brás, desactivado em 1993 pelo Estado-Maior do Exército, foi construído no mesmo local onde houvera um fortim consagrado ao mesmo santo, nos

UMA CARTA DO PORTO: Por José Magalhães (131)

O QUARTEL DE SÃO BRÁS – O ESTADO DO PATRIMÓNIO   Esquecido e abandonado, o quartel de São Brás, desactivado em 1993 pelo Estado-Maior do Exército, foi construído no mesmo local onde houvera um fortim consagrado ao mesmo santo, nos

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (124)

O SENHOR ARTUR   Artur, divorciado mas a viver maritalmente com Joana, sem filhos desta união, atravessava o Jardim do Passeio Alegre, na Foz do Douro, com passo apressado. Era a sua maneira de andar, sempre o fora, um andar

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (124)

O SENHOR ARTUR   Artur, divorciado mas a viver maritalmente com Joana, sem filhos desta união, atravessava o Jardim do Passeio Alegre, na Foz do Douro, com passo apressado. Era a sua maneira de andar, sempre o fora, um andar

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (120)

O DUQUE DE WELLINGTON O Ducado de Wellington, em Somerset, é um título hereditário e o ducado mais antigo do Reino Unido. O primeiro detentor do título foi Arthur Colley Wellesley, 1° Duque de Wellington, (Dublin, 29 de Abril de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (120)

O DUQUE DE WELLINGTON O Ducado de Wellington, em Somerset, é um título hereditário e o ducado mais antigo do Reino Unido. O primeiro detentor do título foi Arthur Colley Wellesley, 1° Duque de Wellington, (Dublin, 29 de Abril de

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (118)

A CAPELA DE MONTEBELO Subindo a rua do Amparo, vindo da Praça das Flores, encontramos à nossa esquerda a rua de Câmara Pestana. Essa rua, que já se chamou de Montebelo, tem, no seu ponto mais alto, uma das mais

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (118)

A CAPELA DE MONTEBELO Subindo a rua do Amparo, vindo da Praça das Flores, encontramos à nossa esquerda a rua de Câmara Pestana. Essa rua, que já se chamou de Montebelo, tem, no seu ponto mais alto, uma das mais

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (98)

BARCOS DE FÓRMULA 1 JÁ ESTÃO NA NOSSA CIDADE Vamos ter uma corrida intimista! A nossa, é uma das poucas em que se poderá ver a corrida em toda a sua extensão. As margens do Douro assim o permitem. Esperam-se

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (98)

BARCOS DE FÓRMULA 1 JÁ ESTÃO NA NOSSA CIDADE Vamos ter uma corrida intimista! A nossa, é uma das poucas em que se poderá ver a corrida em toda a sua extensão. As margens do Douro assim o permitem. Esperam-se

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (90)

O RIO DOURO Um dos maiores rios da Península Ibérica nasce em Espanha, na serra de Urbião, e tem um comprimento total de 938 quilómetros, dos quais só 200 se encontram em Portugal. Falo do rio Douro, cuja bacia hidrográfica

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (90)

O RIO DOURO Um dos maiores rios da Península Ibérica nasce em Espanha, na serra de Urbião, e tem um comprimento total de 938 quilómetros, dos quais só 200 se encontram em Portugal. Falo do rio Douro, cuja bacia hidrográfica

APRESENTAÇÃO DE “ALVES REDOL E O DOURO – CORRESPONDÊNCIA PARA FRANCISCO TAVARES TELES” – organização de GASPAR MARTINS PEREIRA – 22 de NOVEMBRO, às 16 horas – JUNTA DE FREGUESIA DE VILAFRANCA DE XIRA

Informação de António Redol: Junto enviamos informação complementar sobre a apresentação do livro referente a Alves Redol e o Douro. 1) O Prof. Dr. António Monteiro Cardoso é historiador, natural do Douro e é profundo conhecedor da região. Analisou pormenorizadamente os livros do

APRESENTAÇÃO DE “ALVES REDOL E O DOURO – CORRESPONDÊNCIA PARA FRANCISCO TAVARES TELES” – organização de GASPAR MARTINS PEREIRA – 22 de NOVEMBRO, às 16 horas – JUNTA DE FREGUESIA DE VILAFRANCA DE XIRA

Informação de António Redol: Junto enviamos informação complementar sobre a apresentação do livro referente a Alves Redol e o Douro. 1) O Prof. Dr. António Monteiro Cardoso é historiador, natural do Douro e é profundo conhecedor da região. Analisou pormenorizadamente os livros do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (36)

O PIRATA AZUL “Pirata Azul” é nome de barco. Ao vê-lo, há cerca de um mês, uma avalanche de memórias, atabalhoadas e difusas, assaltaram-me de supetão. O “Pirata” estava ali, ancorado, mesmo à minha frente, e a seu lado, o

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (36)

O PIRATA AZUL “Pirata Azul” é nome de barco. Ao vê-lo, há cerca de um mês, uma avalanche de memórias, atabalhoadas e difusas, assaltaram-me de supetão. O “Pirata” estava ali, ancorado, mesmo à minha frente, e a seu lado, o

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (34)

FUI TURISTA NA MINHA CIDADE Tem dias em que a vontade que me dá é a de passear pela cidade e fazer coisas diferentes. Na segunda-feira passada, foi um dia assim. Aproveitei o último dia das férias da Páscoa do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (34)

FUI TURISTA NA MINHA CIDADE Tem dias em que a vontade que me dá é a de passear pela cidade e fazer coisas diferentes. Na segunda-feira passada, foi um dia assim. Aproveitei o último dia das férias da Páscoa do

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (32)

AS PONTES DO PORTO Se há coisas que nos caracterizam, são as nossas pontes. Temos seis, para quase todos os gostos e feitios. Umas de ferro, relíquias mais do que centenárias e outras de betão, elegantes e perfeitas tecnicamente. Umas

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (32)

AS PONTES DO PORTO Se há coisas que nos caracterizam, são as nossas pontes. Temos seis, para quase todos os gostos e feitios. Umas de ferro, relíquias mais do que centenárias e outras de betão, elegantes e perfeitas tecnicamente. Umas

VALE DO TUA – UM ECOSSISTEMA EM PERIGO IMINENTE. DOCUMENTÁRIO DA AID NATURE.

O vale do Tua é um ecossistema ribeirinho único na Europa, que neste momento está ameaçado pela construção da barragem, colocando em risco o Douro Vinhateiro – Património Mundial da Humanidade. Neste documentário produzido pela Aid Nature, teremos a oportunidade

VALE DO TUA – UM ECOSSISTEMA EM PERIGO IMINENTE. DOCUMENTÁRIO DA AID NATURE.

O vale do Tua é um ecossistema ribeirinho único na Europa, que neste momento está ameaçado pela construção da barragem, colocando em risco o Douro Vinhateiro – Património Mundial da Humanidade. Neste documentário produzido pela Aid Nature, teremos a oportunidade