Posts Tagged: ue

Opiniões divergentes sobre uma intervenção dos EUA na Venezuela Por George Friedman e Jacob L. Shapiro

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Opiniões divergentes sobre uma intervenção dos EUA na Venezuela Por George Friedman e Jacob L. Shapiro Publicado por  em 31 de janeiro de 2019 George Friedman (presidente e fundador de Geopolitical Futures) e

Opiniões divergentes sobre uma intervenção dos EUA na Venezuela Por George Friedman e Jacob L. Shapiro

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota Opiniões divergentes sobre uma intervenção dos EUA na Venezuela Por George Friedman e Jacob L. Shapiro Publicado por  em 31 de janeiro de 2019 George Friedman (presidente e fundador de Geopolitical Futures) e

As consequências económicas do boicote à Venezuela (2/2). Por CELAg-Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica

Seleção e tradução de Francisco Tavares As consequências económicas do boicote à Venezuela (2/2) pela Unidade Debates Económicos do Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica, em 8 de fevereiro de 2019   (conclusão) Simulação do impacto do bloqueio (o custo do

As consequências económicas do boicote à Venezuela (2/2). Por CELAg-Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica

Seleção e tradução de Francisco Tavares As consequências económicas do boicote à Venezuela (2/2) pela Unidade Debates Económicos do Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica, em 8 de fevereiro de 2019   (conclusão) Simulação do impacto do bloqueio (o custo do

As consequências económicas do boicote à Venezuela (1/2). Por CELAg-Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica

Seleção e tradução de Francisco Tavares As consequências económicas do boicote à Venezuela (1/2) pela Unidade Debates Económicos do Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica, em 8 de fevereiro de 2019 O calcanhar de Aquiles da América Latina continua a ser

As consequências económicas do boicote à Venezuela (1/2). Por CELAg-Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica

Seleção e tradução de Francisco Tavares As consequências económicas do boicote à Venezuela (1/2) pela Unidade Debates Económicos do Centro Estratégico Latinoamericano de Geopolítica, em 8 de fevereiro de 2019 O calcanhar de Aquiles da América Latina continua a ser

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 6 – AS RELAÇÕES FRANCO-ALEMÃES PORQUE É QUE O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AGRAVARÁ O DESEQUILÍBRIO ENTRE A FRANÇA E A ALEMANHA, por ROLAND HUREAUX

  Roland Hureaux, Pourquoi le Traité d’Aix-La-Chapelle aggravera le déséquilibre entre la France et l’Allemagne Atlantico, 28 de Janeiro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Apesar das aparências, o tratado de Aix-la-Chapelle é um duro golpe

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 6 – AS RELAÇÕES FRANCO-ALEMÃES PORQUE É QUE O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AGRAVARÁ O DESEQUILÍBRIO ENTRE A FRANÇA E A ALEMANHA, por ROLAND HUREAUX

  Roland Hureaux, Pourquoi le Traité d’Aix-La-Chapelle aggravera le déséquilibre entre la France et l’Allemagne Atlantico, 28 de Janeiro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Apesar das aparências, o tratado de Aix-la-Chapelle é um duro golpe

Ainda a Venezuela e os golpes brandos. Por Francisco Tavares

Ainda a Venezuela e os golpes brandos ….   Por Francisco Tavares em 14 de fevereiro de 2019 O processo golpista do auto-proclamado presidente da Venezuela, continua em curso. Um documento que pessoa amiga me enviou, onde se fala das exclusivas responsabilidades

Ainda a Venezuela e os golpes brandos. Por Francisco Tavares

Ainda a Venezuela e os golpes brandos ….   Por Francisco Tavares em 14 de fevereiro de 2019 O processo golpista do auto-proclamado presidente da Venezuela, continua em curso. Um documento que pessoa amiga me enviou, onde se fala das exclusivas responsabilidades

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 5 – O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE, A NEGAÇÃO DA NAÇÃO E DA NOSSA SOBERANIA, por JACQUES COTTA

   Jacques Cotta,Le traité d’Aix la Chapelle, la négation de la Nation et de notre souveraineté… La Sociale.viablog, 25 de Janeiro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   As eleições presidenciais demonstraram a natureza profundamente antidemocrática da

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 5 – O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE, A NEGAÇÃO DA NAÇÃO E DA NOSSA SOBERANIA, por JACQUES COTTA

   Jacques Cotta,Le traité d’Aix la Chapelle, la négation de la Nation et de notre souveraineté… La Sociale.viablog, 25 de Janeiro de 2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   As eleições presidenciais demonstraram a natureza profundamente antidemocrática da

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 3 – TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE: ESTÁ A FRANÇA EM VIAS DE RENOVAR COM A ALEMANHA O ERRO DE FRANÇOIS MITTERRAND AQUANDO DA REUNIFICAÇÃO ALEMÃ? – por ÉDOUARD HUSSON e CHRISTOPHE BOUILLAUD

  No dia 22 janeiro de  2019, Emmanuel Macron e Angela Merkel assinam um novo tratado de cooperação e de integração franco-alemão em  Aix-la-Chapelle.   Traité d’Aix-la-Chapelle : la France est-elle en train de renouveler avec l’Allemagne l’erreur de François

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 3 – TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE: ESTÁ A FRANÇA EM VIAS DE RENOVAR COM A ALEMANHA O ERRO DE FRANÇOIS MITTERRAND AQUANDO DA REUNIFICAÇÃO ALEMÃ? – por ÉDOUARD HUSSON e CHRISTOPHE BOUILLAUD

  No dia 22 janeiro de  2019, Emmanuel Macron e Angela Merkel assinam um novo tratado de cooperação e de integração franco-alemão em  Aix-la-Chapelle.   Traité d’Aix-la-Chapelle : la France est-elle en train de renouveler avec l’Allemagne l’erreur de François

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 2. O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AFETA A SOBERANIA NACIONAL, por OLIVIER GOHIN.

    TEXTO Nº 2. O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AFETA A SOBERANIA NACIONAL   Olivier Gohin Fonte: Le Figaro, Olivier Gohin, 21/01/2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Várias cláusulas do tratado não estão em conformidade com a Constituição, argumenta

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – TEXTO Nº 2. O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AFETA A SOBERANIA NACIONAL, por OLIVIER GOHIN.

    TEXTO Nº 2. O TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE AFETA A SOBERANIA NACIONAL   Olivier Gohin Fonte: Le Figaro, Olivier Gohin, 21/01/2019 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   Várias cláusulas do tratado não estão em conformidade com a Constituição, argumenta

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – INTRODUÇÃO – TEXTO Nº 1. TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE: OS DOIS PAÍSES SELAM A SEPARAÇÃO ENTRE OS DIRIGENTES E OS SEUS RESPETIVOS POVOS.

  Introdução Faz amanhã três semanas que Angela Merkel e Macron assinaram em Aix-la-Chapelle um tratado que visa obviamente reforçar a sua preponderância política na União Europeia. No Jornal Económico, João Pedro Dias, investigador em assuntos europeus, a 29 de

DA DEGENERESCÊNCIA DO ESTADO-NAÇÃO AO TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE DE 22 DE JANEIRO DE 2019 – uma pequena série de textos – INTRODUÇÃO – TEXTO Nº 1. TRATADO DE AIX-LA-CHAPELLE: OS DOIS PAÍSES SELAM A SEPARAÇÃO ENTRE OS DIRIGENTES E OS SEUS RESPETIVOS POVOS.

  Introdução Faz amanhã três semanas que Angela Merkel e Macron assinaram em Aix-la-Chapelle um tratado que visa obviamente reforçar a sua preponderância política na União Europeia. No Jornal Económico, João Pedro Dias, investigador em assuntos europeus, a 29 de

Venezuela, o mundo de cabeça para baixo e a guerra dos EUA. Por Jorge Fonseca

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela, o mundo de cabeça para baixo e a guerra dos EUA  Por Jorge Fonseca, Professor de Economia Política Mundial, UCM, e membro do Conselho Científico de ATTAC Publicado por  em 4 de fevereiro de

Venezuela, o mundo de cabeça para baixo e a guerra dos EUA. Por Jorge Fonseca

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela, o mundo de cabeça para baixo e a guerra dos EUA  Por Jorge Fonseca, Professor de Economia Política Mundial, UCM, e membro do Conselho Científico de ATTAC Publicado por  em 4 de fevereiro de

Venezuela,antesala para a guerra. Por Tica Font

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela,antesala para a guerra  Por Tica Font Publicado por  , em 5 de fevereiro de 2019 A situação na Venezuela complica-se dia a dia o suficiente para tornar a implosão política cada vez mais plausível

Venezuela,antesala para a guerra. Por Tica Font

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela,antesala para a guerra  Por Tica Font Publicado por  , em 5 de fevereiro de 2019 A situação na Venezuela complica-se dia a dia o suficiente para tornar a implosão política cada vez mais plausível

Venezuela, essa ferida absurda! Por José Natanson

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela, essa ferida absurda! Que é a Venezuela? Uma democracia? Uma ditadura?  Por José Natanson Publicado por  em 27 de janeiro de 2019 Até dezembro de 2017 a Venezuela arrastava uma série de défices

Venezuela, essa ferida absurda! Por José Natanson

Seleção e tradução de Francisco Tavares Venezuela, essa ferida absurda! Que é a Venezuela? Uma democracia? Uma ditadura?  Por José Natanson Publicado por  em 27 de janeiro de 2019 Até dezembro de 2017 a Venezuela arrastava uma série de défices

Venezuela: Quem são os opositores de Maduro? – “O que não nos contam sobre os líderes da oposição venezuelana”, por blog Un Debate en Mi Cabeza.

Em jeito de completar um pouco o texto que se publica mais abaixo – O que não nos contam sobre os líderes da oposição venezuelana – escrito em 2015, aqui se apresenta uma breve nota sobre Juan Guaidó, autoproclamado presidente

Venezuela: Quem são os opositores de Maduro? – “O que não nos contam sobre os líderes da oposição venezuelana”, por blog Un Debate en Mi Cabeza.

Em jeito de completar um pouco o texto que se publica mais abaixo – O que não nos contam sobre os líderes da oposição venezuelana – escrito em 2015, aqui se apresenta uma breve nota sobre Juan Guaidó, autoproclamado presidente

Venezuela: o desmascarar das manobras da oposição venezuelana e seus aliados externos e das mentiras do El País – “Críticas a Zapatero por manter-se neutral na mediação”, por El Estado.net

Seleção e tradução de Francisco Tavares Críticas a Zapatero por manter-se neutral na mediação Por El Estado.net, em 13 de fevereiro de 2018 O papel de qualquer mediador consiste em permanecer neutro sem tomar parte por nenhum dos integrantes que

Venezuela: o desmascarar das manobras da oposição venezuelana e seus aliados externos e das mentiras do El País – “Críticas a Zapatero por manter-se neutral na mediação”, por El Estado.net

Seleção e tradução de Francisco Tavares Críticas a Zapatero por manter-se neutral na mediação Por El Estado.net, em 13 de fevereiro de 2018 O papel de qualquer mediador consiste em permanecer neutro sem tomar parte por nenhum dos integrantes que

Venezuela ou o encobrimento dos meios de comunicação sobre o rompimento de diálogo por parte dos opositores venezuelanos apoiados pelos EUA e pela UE – “Em defesa da mediação de Zapatero”, por Miguel Ángel Moratinos

Seleção e tradução de Francisco Tavares Para lá de uma defesa do trabalho de mediação de Zapatero, este é um texto bem elucidativo sobre o encobrimento dos meios de comunicação sobre o rompimento de diálogo por parte dos opositores venezuelanos

Venezuela ou o encobrimento dos meios de comunicação sobre o rompimento de diálogo por parte dos opositores venezuelanos apoiados pelos EUA e pela UE – “Em defesa da mediação de Zapatero”, por Miguel Ángel Moratinos

Seleção e tradução de Francisco Tavares Para lá de uma defesa do trabalho de mediação de Zapatero, este é um texto bem elucidativo sobre o encobrimento dos meios de comunicação sobre o rompimento de diálogo por parte dos opositores venezuelanos