Posts Tagged: gondarém

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (148)

O PORTO EM IMAGENS (11)                    

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (148)

O PORTO EM IMAGENS (11)                    

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (137)

O PORTO EM IMAGENS (4)           Regeneração das ruas do Porto   SÃO JOÃO 2016

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (137)

O PORTO EM IMAGENS (4)           Regeneração das ruas do Porto   SÃO JOÃO 2016

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (45)

As praias e as rochas da frente marítima Quem frequenta as praias do Porto, apesar dos vários placards (nove) expostos ao longo do passeio marítimo, nem se dá conta das maravilhas históricas que aquela zona encerra. As rochas presentes ao

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (45)

As praias e as rochas da frente marítima Quem frequenta as praias do Porto, apesar dos vários placards (nove) expostos ao longo do passeio marítimo, nem se dá conta das maravilhas históricas que aquela zona encerra. As rochas presentes ao

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (23)

INODORO de ORO Estão as retretes na ordem do dia. A mais recente notícia  vem-nos da Ucrânia, onde manifestantes, os mesmo que se supõe terem derrubado a estátua de Lenine em Kiev, colocaram no lugar desta uma sanita de ouro.

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (23)

INODORO de ORO Estão as retretes na ordem do dia. A mais recente notícia  vem-nos da Ucrânia, onde manifestantes, os mesmo que se supõe terem derrubado a estátua de Lenine em Kiev, colocaram no lugar desta uma sanita de ouro.

CONTOS & CRÓNICAS – “O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA” – Por José Magalhães

O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA   Ainda não tinha um mês de vida, e já eu frequentava a praia de Gondarém. Uma grande parte das chamadas boas famílias da Foz, da altura, frequentavam esta praia ou a dos Ingleses. Eram quase

CONTOS & CRÓNICAS – “O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA” – Por José Magalhães

O SENHOR JOAQUIM LAVADEIRA   Ainda não tinha um mês de vida, e já eu frequentava a praia de Gondarém. Uma grande parte das chamadas boas famílias da Foz, da altura, frequentavam esta praia ou a dos Ingleses. Eram quase