Posts Tagged: incêndios

A INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS NEOLIBERAIS FACE ÀS SITUAÇÕES DE CATÁSTROFE: AUSTRÁLIA, REINO UNIDO E PORTUGAL COMO EXEMPLOS EMBLEMÁTICOS – I – A DISTOPIA DOS INCÊNDIOS FLORESTAIS DA AUSTRÁLIA – UMA OUTRA ENTRADA PARA O BOLETIM NEOLIBERAL – por BILL MITCHELL

Este artigo foi publicado em A Viagem dos Argonautas em 22 de Janeiro último. Procedemos à sua republicação hoje, a abrir uma série sobre situações de catástrofe, pelo particular interesse de que se reveste. Não nos esqueçamos que em breve

JEREMY CORBYN, UM POLÍTICO QUE SE DISTINGUE PELA SUA SERIEDADE – a razão de ser de uma série – por João Machado

  Ao Júlio Marques Mota, que teve a ideia desta série    Apresentámos aqui  n’A Viagem dos Argonautas, nos últimos três meses, uma série de trabalhos incidindo sobre a carreira política de Jeremy Corbyn  e a história do partido trabalhista

A DISTOPIA DOS INCÊNDIOS FLORESTAIS DA AUSTRÁLIA – UMA OUTRA ENTRADA PARA O BOLETIM NEOLIBERAL – por BILL MITCHELL

Australia’s bushfire dystopia – another entry for the neoliberal report card, por Bill Mitchell Bill Mitchell – Modern Monetary Theory, 9 de Janeiro de 2020 Selecção e tradução de Júlio Marques Mota   A crise da Austrália É difícil sentir

CARTA DE BARCELONA – Temps de revolta, d’imprescindible revolta – por JOSEP A. VIDAL

  Fa estona que m’entretinc badant per les botigues de la zona d’embarcament a l’aeroport de Ginebra tot esperant que als taulers anunciadors hi aparegui la informació sobre la porta corresponent al meu vol. El temps es va dilatant i

O QUE VEMOS, O QUE SOMOS, O QUE SENTIMOS por Luísa Lobão Moniz

Os meses de Julho e de Outubro foram meses de grande sofrimento neste país tão pequeno. A dor das gentes foi sofrida por todos os portugueses residentes cá ou no estrangeiro. Formaram-se ondas de solidariedade confirmando o espírito de entreajuda

EDITORIAL – PORTUGAL, ENTRE OS INCÊNDIOS E A LEGIONELLA – por João Machado

Nos últimos dias o nosso país viu-se a braços com um novo surto de legionella. O número de pessoas afectadas já ultrapassa as 40, e até à data houve duas mortes. Os casos ter-se-ão verificado no Hospital de S. Francisco

HÉLDER MATEUS DA COSTA – 16 de OUTUBRO de 2017 – INCÊNDIOS

E a catástrofe continua. Mortos, famílias dizimadas, empobrecidas e à beira da loucura. e fala -se (sempre) de fogo posto! E há dezenas de presos desse crime desde há anos, e há meliantes apanhados em flagrante delito! E, como é?

DOIS FÓSFOROS por Luísa Lobão Moniz

A realidade está a superar o que podemos prever no dia a dia. Todos os dias pensamos e queremos acreditar que o dia vai ser menos quente, que o vento vai abrandar e que todos estes incêndios vão parar. Mas

CONTOS & CRÓNICAS – CARLOS REIS – OS ARTIGOS IMPUBLICÁVEIS – INCÊNDIOS, SEMPRE!

  Eu passo-me  –  sobretudo comigo mesmo –  com esta história dos incêndios. Com esta repetida história dos incêndios. Eu passo-me (e comigo mesmo, insisto) porque no conforto do meu lar, no bem estar e na beatitude do meu lar,

CONTOS & CRÓNICAS – O MEMORIAL DAS VÍTIMAS – por Hélder Mateus da Costa

    O memorial das vítimas Já estamos habituados a tudo. Aos jornais que escorrem sangue fazendo gala aos crimes mais selvagens ( de preferência dentro da família, claro!), as mentiras, falsificações, roubos descarados que ficam impunes mascarados de “falhas

UMA CARTA DO PORTO – Por José Magalhães (142)

INCÊNDIOS Toda a gente sabe porque há tantos incêndios em Portugal. Portugal será, em termos absolutos, o país com maior área de eucaliptal plantado em toda a Europa e, devido às mais variadas circunstâncias, temos 3,5 vezes mais incêndios do

EDITORIAL – OS FOGOS

Nestes últimos dias a realidade nacional tem sido dominada pelo problema dos fogos. Trata-se de um problema antigo no país, que este ano parece ter adquirido uma dimensão excepcional em várias zonas do país. O calor fortíssimo contribuiu sem dúvida

NÃO É SUFICIENTE DIZER OBRIGADA por Luísa Lobão Moniz

Chega o Verão e o país enche-se de chamas. Chamas vivas, ardentes que conquistam metro após de metro de vegetação. São árvores, é mato, é tudo o que lá estiver. Chegam a ameaçar casas, pessoas,  animais, bombeiros, viaturas dos bombeiros…