Posts Tagged: troika

Texto 2. Camilo Lourenço e o Serviço Nacional de Saúde. Por Júlio Marques Mota

  Um conjunto de 4 textos que põem em evidência o contraste entre visões esclarecedoras sobre as causas das dificuldades de resposta sanitária a esta crise do coronavírus, quer sejam de direita conservadora inglesa, de que se pode discordar mas

Texto 1. As análises de Camilo Lourenço – uma visão crítica. Por Júlio Marques Mota

  Um conjunto de 4 textos que põem em evidência o contraste entre visões esclarecedoras sobre as causas das dificuldades de resposta sanitária a esta crise do coronavírus, quer sejam de direita conservadora inglesa, de que se pode discordar mas

Ainda a geringonça – Os êxitos do atual governo, vistos do exterior e vistos desde Portugal. A resposta de António Gomes Marques às interrogações de Nuti sobre Portugal

Os êxitos do atual governo, vistos do exterior e vistos desde Portugal. A resposta de António Gomes Marques às interrogações de Nuti sobre Portugal Por António Gomes Marques  em 22 de maio de 2018   “Visto desde Itália, desde 2015

Ainda a geringonça – A Terceira Via e a atual situação de impasse, na Europa e em Portugal também. Reação a um artigo de Augusto Santos Silva e também às interrogações de Nuti sobre Portugal. Por Francisco Tavares

A Terceira Via e a atual situação de impasse, na Europa e em Portugal também. Reação a um artigo de Augusto Santos Silva e também às interrogações de Nuti sobre Portugal   Por Francisco Tavares Diz o Dr. Augusto Santos

Ainda as longas filas de espera no Hospital Pediátrico de Coimbra: a política de austeridade, a incapacidade das Administrações Hospitalares, o desrespeito dos cidadãos, a fragmentação social, a descrença na democracia? Por Júlio Marques Mota

A propósito de uma exposição enviada ao Primeiro-ministro, ao ministro da Saúde, ao Hospital Pediátrico de Coimbra, e de um texto de reflexão sobre o 25 de Abril de outrora e o 25 de Abril de agora, a propósito da

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 9. O que significará para a Europa o corte na ‘Quantitative Easing’? Entrevista a Heiner Flassbeck.

Seleção de Júlio Marques Mota, tradução de Francisco Tavares   9. O que significará para a Europa o corte na ‘Quantitative Easing’? Entrevista a Heiner Flassbeck conduzida por Sharmini Peries do The Real News Network em 1 de Novembro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (2ª parte-conclusão), por Júlio Marques Mota

8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (2ª parte-conclusão) De Blanchard, a Constâncio, a Vítor Gaspar, a mesma mistificação para tudo poder ficar na mesma. Por Júlio Marques Mota em 31 de outubro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (1ª parte), por Júlio Marques Mota

8. Aumento dos impostos pode diminuir a desigualdade sem afetar o crescimento económico (1ª parte) De Blanchard, a Constâncio, a Vítor Gaspar, a mesma mistificação para tudo poder ficar na mesma. Por Júlio Marques Mota em 31 de outubro de

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 6. Crescimento: boom ou bolha? Por Jean-Luc Gréau

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota    6. Crescimento: boom ou bolha?     Por Jean-Luc Gréau (*)   em 24 de outubro de 2017 Em todo o mundo, o crescimento vai bem, muito bem mesmo, dopado por políticas monetárias

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 5 – O sistema financeiro é uma fraude absoluta(3ª parte-conclusão), por Paul Hellyer.

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 5. O sistema financeiro é uma fraude absoluta (3ª parte-conclusão)     Por Paul Hellyer(*), em fevereiro de 2011    (3ª parte-conclusão) A profissão de economista O que é que tudo isto nos

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 3 – Os salários e a questão não resolvida do euro. Por Alberto Bagnai

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 3. Os salários e a questão não resolvida do euro Por Alberto Bagnai (*) Publicado por Il Sole 24 ore, em 12 de maio de 2017 O euro foi considerado o maior sucesso

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 2 – O FMI e o multiplicador da Grécia. Por Alberto Bagnai

Seleção e tradução de Júlio Marques Mota 2. O FMI e o multiplicador da Grécia     Por Alberto Bagnai (*) Publicado por goofynomics.blogspot em 1 de abril de 2015 A economia existe porque há trocas, cada troca supõe a

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (2ª parte-conclusão). Por Júlio Marques Mota

  1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (2ª parte-conclusão) Por Júlio Marques Mota   2ª Parte (conclusão) – Fumos tóxicos sobre as nossas ideias       Mas sente-se

Sobre os nossos dirigentes internacionais: da falta de ética à incapacidade de compreender a realidade económica. 1 – Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias (1ª parte). Por Júlio Marques Mota

1. Fumos negros sobre os nossos olhos, fumos tóxicos sobre as nossas ideias. Imagens da crise europeia. (1ª parte) Por Júlio Marques Mota     Razões de uma dedicatória Hoje, a Universidade de Coimbra está engalanada. Está em festa, com

ASSOCIAÇÃO DE COMBATE À PRECARIEDADE – PRECÁRIOS INFLEXÍVEIS – 3 PARTIDOS FORAM ALÉM DA TROIKA. ADIVINHA QUAIS?

25 de Junho de 2017 Um estudo de investigadores da Universidade Nova de Lisboa, publicado recentemente em revistas científicas veio confirmar o que já muitos sabiam. As medidas de desagregação dos serviços públicos e dos direitos laborais não foram só