Posts Tagged: países periféricos

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 6). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 6). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 6). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 6). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 5). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 5). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 5). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 5). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 4). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 4). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 4). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 4). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 3). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 3). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

Entre a força assassina de um Golias (a Alemanha) e a rectidão moral de um David (a Grécia de Syriza)… – Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 3). Por Michael Pettis

Syriza e a indemnização da guerra da França com a Prússia em 1871-73  (parte 3). Por Michael Pettis, 4 de fevereiro de 2015   Seleção e tradução por Júlio Marques Mota Reedição revista do artigo publicado na Viagem dos Argonautas

NESTE DIA – por Hélder Mateus da Costa

30 de Janeiro de 1933 Foi neste dia, há precisamente 84 anos, que Hitler tomou o Poder na Alemanha. Quase em coincidência com a gloriosa ascensão do seu digno descendente Trump ao trono dos USA. Há quem diga que a

NESTE DIA – por Hélder Mateus da Costa

30 de Janeiro de 1933 Foi neste dia, há precisamente 84 anos, que Hitler tomou o Poder na Alemanha. Quase em coincidência com a gloriosa ascensão do seu digno descendente Trump ao trono dos USA. Há quem diga que a

ISLÂNDIA, PORTUGAL: SECESSÃO SEM GUERRA. DOIS PAÍSES APLICAM o MÉTODO BARTLEBY FACE À UNIÃO EUROPEIA – por JÉRÔME LEROY

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota Islândia, Portugal: secessão sem guerra Dois países aplicam o método Bartleby face à l’UE Jérôme Leroy–Escritor e redactor- chefe da revista Causeur, Islande, Portugal: sécessions sans guerre. Deux pays appliquent la méthode Bartleby face à

ISLÂNDIA, PORTUGAL: SECESSÃO SEM GUERRA. DOIS PAÍSES APLICAM o MÉTODO BARTLEBY FACE À UNIÃO EUROPEIA – por JÉRÔME LEROY

Selecção e tradução de Júlio Marques Mota Islândia, Portugal: secessão sem guerra Dois países aplicam o método Bartleby face à l’UE Jérôme Leroy–Escritor e redactor- chefe da revista Causeur, Islande, Portugal: sécessions sans guerre. Deux pays appliquent la méthode Bartleby face à

EDITORIAL  –  QUANDO A DEVEDORA ERA A ALEMANHA

O peso da  dívida pública tem sido um problema para a maior parte dos países do mundo.  Muitas vezes está associado a fenómenos de corrupção e de sujeição política. Tendo sido assim com muitos países do chamado terceiro mundo, e

EDITORIAL  –  QUANDO A DEVEDORA ERA A ALEMANHA

O peso da  dívida pública tem sido um problema para a maior parte dos países do mundo.  Muitas vezes está associado a fenómenos de corrupção e de sujeição política. Tendo sido assim com muitos países do chamado terceiro mundo, e

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção, tradução e nota anexa por Júlio Marques Mota Diminuição do desemprego no sul da Europa: o que nos mostram os números sobre a fragilidade das economias em questão. Um texto de Philippe Murer Desde a baixa da taxa de

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção, tradução e nota anexa por Júlio Marques Mota Diminuição do desemprego no sul da Europa: o que nos mostram os números sobre a fragilidade das economias em questão. Um texto de Philippe Murer Desde a baixa da taxa de

LAMPEDUSA: UM MASSACRE SOB AS NOSSAS JANELAS, MAS O QUE É QUE SE PODE VERDADEIRAMENTE FAZER? Por BONIFACE MUSAVULI

Selecção, tradução e nota introdutória de Júlio Marques Mota (conclusão) … Lidar com todos os problemas do mundo? Gostaríamos que ela fosse capaz, ao ouvir os gritos de socorro das Associações de Apoio aos Náufragos, a cólera de populações do

LAMPEDUSA: UM MASSACRE SOB AS NOSSAS JANELAS, MAS O QUE É QUE SE PODE VERDADEIRAMENTE FAZER? Por BONIFACE MUSAVULI

Selecção, tradução e nota introdutória de Júlio Marques Mota (conclusão) … Lidar com todos os problemas do mundo? Gostaríamos que ela fosse capaz, ao ouvir os gritos de socorro das Associações de Apoio aos Náufragos, a cólera de populações do

LAMPEDUSA: UM MASSACRE SOB AS NOSSAS JANELAS, MAS O QUE É QUE SE PODE VERDADEIRAMENTE FAZER? Por BONIFACE MUSAVULI

Selecção, tradução e nota introdutória de Júlio Marques Mota Nota introdutória Sobre Lampedusa, um texto amargo, violento mesmo, um texto sobre a incapacidade política da Europa actual em se assumir pela positiva seja no que for. Um texto,  em que

LAMPEDUSA: UM MASSACRE SOB AS NOSSAS JANELAS, MAS O QUE É QUE SE PODE VERDADEIRAMENTE FAZER? Por BONIFACE MUSAVULI

Selecção, tradução e nota introdutória de Júlio Marques Mota Nota introdutória Sobre Lampedusa, um texto amargo, violento mesmo, um texto sobre a incapacidade política da Europa actual em se assumir pela positiva seja no que for. Um texto,  em que

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota     Os países que aplicaram a austeridade viram as  suas dívidas públicas dispararem  Copyright Reuters Romain Renier | TEXTO DISPONIBILIZADO POR PHILIPPE MURER, MEMBRO DO BUREAU DU FORUM DÉMOCRATIQUE, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO MANIFESTE POUR

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota     Os países que aplicaram a austeridade viram as  suas dívidas públicas dispararem  Copyright Reuters Romain Renier | TEXTO DISPONIBILIZADO POR PHILIPPE MURER, MEMBRO DO BUREAU DU FORUM DÉMOCRATIQUE, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO MANIFESTE POUR

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota Basta de se estar a sangrar os países da Europa do Sul!  Nicolas Dupont-Aignan Texto disponibilizado por Philippe Murer Membre du bureau du Forum Démocratique Président de l’association Manifeste pour un Débat sur

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota Basta de se estar a sangrar os países da Europa do Sul!  Nicolas Dupont-Aignan Texto disponibilizado por Philippe Murer Membre du bureau du Forum Démocratique Président de l’association Manifeste pour un Débat sur

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção de Júlio Marques Mota EL CENTRO DE LA EUROZONA INGRESA DE INTERESES 68.000 MILLONES DE EUROS DE LA PERIFERIA Misión de la Troika: el que paga, obedece El crecimiento económico en la periferia del sur se mantuvo desde 1998

RETRATOS, IMAGENS, SÍNTESE DOS EFEITOS DA CRISE DA ZONA EURO SOBRE CADA PAÍS

Selecção de Júlio Marques Mota EL CENTRO DE LA EUROZONA INGRESA DE INTERESES 68.000 MILLONES DE EUROS DE LA PERIFERIA Misión de la Troika: el que paga, obedece El crecimiento económico en la periferia del sur se mantuvo desde 1998

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota A magia negra do Eurosistema Publicado por Agora Vox, assinado por Noé. 19 DE FEVEREIRO DE 2013 Parte II (conclusão)  Assim, encontramo-nos numa situação semelhante à da União Soviética, em que o banco

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota A magia negra do Eurosistema Publicado por Agora Vox, assinado por Noé. 19 DE FEVEREIRO DE 2013 Parte II (conclusão)  Assim, encontramo-nos numa situação semelhante à da União Soviética, em que o banco

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota A magia negra do Eurosistema Publicado por Agora Vox, assinado por Noé. 19 de Fevereiro de 2013  Parte I E alguns podem colocar a questão de como é que se faz para que

REFLEXÕES SOBRE A MORTE DA ZONA EURO, SOBRE OS CAMINHOS SEGUIDOS NA EUROPA A CAMINHO DOS ANOS 1930

Selecção e tradução por Júlio Marques Mota A magia negra do Eurosistema Publicado por Agora Vox, assinado por Noé. 19 de Fevereiro de 2013  Parte I E alguns podem colocar a questão de como é que se faz para que