CRISE DO COVID 19 E A INCAPACIDADE DAS SOCIEDADES NEOLIBERAIS EM LHE DAREM RESPOSTA – LVIII – UMA RECESSÃO COMO NENHUMA OUTRA, de JOHN MAULDIN

  A Recession Like No Other, por John Mauldin Mauldin Economics, 26 de Junho de 2020 Selecção e tradução de … More

DA DESTRUIÇÃO DE ESTÁTUAS AOS FOCOS DE INFECÇÃO DA COVID – UMA REFLEXÃO SOBRE AS TRAJECTÓRIAS DA NOSSA JUVENTUDE – II – PARA ONDE VAMOS A PARTIR DAQUI, de JOHN MAULDIN

  Where we go from here, por John Mauldin Mauldin Economics, Thoughts from The Frontline, 19 de Junho de 2020 … More

Ano de 2019, ano de eleições europeias. Parte II – Imagens soltas de uma União Europeia em decomposição a partir de alguns dos seus Estados membros. 6º Texto – Alemanha. Reformas e debates do após-Hartz IV: para uma mudança de lógica

(Odile CHAGNY, 18 de Novembro de 2018)

Desde meados da década de 2000 e da rutura  da Agenda 2010, as políticas na Alemanha em matéria de reformas do mercado de trabalho, de cuidados aos desempregados e às pessoas necessitadas, rendimentos mínimos garantidos (o emblemático subsídio “Hartz IV”) têm sido invocadas muito regularmente, para comentar e avaliar os seus efeitos no desempenho do mercado de trabalho e na capacidade de reintegrar pessoas que estão permanentemente desempregadas através de uma combinação de direitos e obrigações ou, mais recentemente, sobre o impacto dos cuidados prestados aos migrantes e refugiados nos mecanismos de solidariedade.